Gloria Maria Roda Viva

Glória Maria revela reportagem dos sonhos e desabafa sobre racismo: “Homem preto não quer a mulher preta”; assista

A apresentadora esteve no “Roda Viva”, contou como passou a encarar o racismo, e ainda disse qual seria sua última reportagem dos sonhos

O “Roda Viva” desta semana recebeu ninguém menos do que Glória Maria. Durante a conversa, a apresentadora refletiu sobre como passou a encarar o racismo e como é a situação de mulheres negras, que acabam ainda mais abandonadas. A jornalista ainda revelou qual seria sua última reportagem dos sonhos – incrível e surpreendente!

Glória desabafou ao ser questionada se já teria aprendido a “se blindar” contra o racismo, após décadas como um ícone na TV. “Nada blinda preto de racismo, nada. E com mulher preta é pior ainda. Nós somos mais abandonadas, mais discriminadas, porque o homem preto não quer a mulher preta. Nada blinda a gente. Você tem que aprender a se blindar da dor, eu acho que isso é importante. Se você for esperar uma blindamento universal, você está perdida. Você tem que fazer com que a vida te faça aprender a se blindar”, disse ela.

A apresentadora explicou que tenta ensinar as filhas, Laura e Maria, a se cuidarem. No entanto, ela lamentou como as pequenas também já foram vítimas de racismo na escola. Uma delas ouviu que “a cor dela era feia”, ocasião em que Glória decidiu recorrer ao grupo de pais. “Aquele negócio melhorou, mas não é uma questão de melhorar. Porque isso não vem da criança, isso vem da família. E a família não vai mudar. O racismo é uma coisa que você começa a ver o motorista, o empregado, a funcionária, o subalterno sempre numa situação inferior – e sempre preto”, declarou.

Continua depois da Publicidade

A outra filha também ouviu de um colega: “Você, sua macaca, não fala nada”. Mas, assim que aconteceu, a garota decidiu levar o caso à direção. “O pior é que o menino é amiguinho dela. Quando ele falou, queria machucar. E a maneira que tinha para machucar era ofender racialmente. Isso é que eu acho uma coisa trágica. Se ele sabe que chamar de macaca é uma ofensa racial, é porque foi ensinado a isso… Em algum momento ele viu alguém da família falar isso”, afirmou a jornalista.

Sonho da última reportagem em Marte

Depois de rodar o mundo todo, Glória expressou seu desejo de fazer uma última reportagem no espaço. Mais especificamente, em Marte. “Tô querendo e tomara que eu consiga, eu tô implorando de joelhos, que eu queria ir para Marte numa dessas máquinas aí, um desses foguetes. Aí agora, com esse negócio da cirurgia, falam: ‘Ai, não pode’. Mas não tem nada a ver uma coisa com a outra”, comentou ela.

Continua depois da Publicidade

A apresentadora ainda brincou que queria que algum “poderoso” estivesse acompanhando o programa para realizar esse sonho. “Seria um grande presente da Globo, depois desses anos todos, tomara que tenha algum poderoso ouvindo a gente. Que eles digam: ‘Ah, a despedida dela, deixa ir’. Pô, se foi o ator, foi o velhinho lá, então… Se tiver alguém ouvindo, deixa eu ir, seria minha grande matéria final”, afirmou a jornalista. Realmente, seria o desfecho épico de uma carreira brilhante, né?