Hailey

Hailey Bieber revela por que abandonou as passarelas: “Abalou minha confiança”

A modelo explicou que não se sente mais confortável de desfilar pelas passarelas

Hailey Bieber é uma das modelos mais conhecidas do mundo, mas sua carreira nas passarelas está em pausa. Em entrevista à revista Allure, da qual é capa de maio, a esposa de Justin explicou que essa decisão teve uma motivação: um comentário maldoso feito por uma pessoa importante da indústria. Segundo ela, as palavras do homem minaram sua confiança.

Eu tive uma experiência muito ruim com um diretor de elenco que era muito importante“, contou Hailey. A modelo, que tem 25 anos, ficou abalada pelo episódio. “Ele disse algo ao meu agente que apenas abalou minha confiança quando se tratava da passarela. Não quero me sentir mal comigo mesma neste espaço, porque me sinto muito bem com os outros trabalhos que faço. Então, por que eu me colocaria em uma posição de me sentir pequena?“, analisou.

Bieber começou no ramo em 2014, e já foi estrela de marcas importantes como Versace, Off-White e Dolce & Gabanna. Em 2019, ela já havia desabafado sobre inseguranças em relação à sua imagem. “Tenho 22 anos, e a verdade é que não importa o quão incrível a vida possa parecer do lado de fora, eu luto… Sou insegura, sou fragilizada, sofro, tenho medos, tenho dúvidas, tenho ansiedade, fico triste, fico com raiva. Eu tive mais dias do que posso contar onde me encontrei rolando pelo Instagram me comparando, comparando minha aparência, sentindo que não sou boa o suficiente, sentindo que me faltam tantas coisas e realmente lutando para ter confiança em quem eu sou porque eu constantemente sinto que não sou boa o suficiente“, escreveu ela, em um post do Instagram.

Continua depois da Publicidade

Cada dia é uma batalha de confiança para mim. Não estou escrevendo isso para conquistar pena ou simpatia, mas apenas para dizer que sou humana… Sou uma jovem mulher, estou aprendendo quem sou e é muito difícil. É difícil descobrir quem você é, mas o mais difícil é ser comparada a outras mulheres enquanto tenta fazer isso. Há dias em que estou simplesmente quebrada por causa disso. Seria incrível se outras meninas e mulheres pudessem encontrar em si mesmas para levantar umas às outras, para parar de fazer outras mulheres que estão lutando assim como elas, se sentirem incompetentes e inferiores. todos nós temos falhas, e isso nunca vai mudar“, completou a empresária.