Juliette chora por peso da fama em novo episódio de documentário. (Reprodução/Globoplay)

Juliette se emociona ao falar sobre o peso da fama em documentário, e conta do que sente falta: “É um pouco angustiante”

Juliette viu sua vida virar de pernas para o ar após vencer o Big Brother Brasil. No quinto episódio do documentário “Você Nunca Esteve Sozinha”, lançado pela Globoplay nesta terça-feira (27), ela desabafou sobre o peso da fama, falou sobre todas as mudanças que enfrentou desde o reality, e ainda analisou as consequências de ser uma das pessoas mais famosas do país.

“Eu não sei se estou em um processo de bloqueio que a ficha caiu, fico analisando. Noto isso quando as pessoas falam de mim com estranhamento e deslumbre (…). ‘O que aconteceu com você é um case’, ‘isso nunca existiu’ (…) Quando elas falam, eu entendo que não quero me ver dessa forma”, disse no episódio intitulado “Depois do reality, a realidade”. Antes da fama, ela conciliava as carreiras de advogada e maquiadora em Campina Grande, na Paraíba.

Em abril, Juliette foi coroada a vencedora do "BBB 21". (Foto: Globo/João Cotta)
Em abril, Juliette foi coroada a grande vencedora do “BBB 21”. (Foto: Globo/João Cotta)

Juliette também se emocionou ao falar do que sente falta em sua vida. “Não consigo ser amiga como eu era antes, não consigo ser filha como eu era antes. Não consigo ser irmã como eu era… Não consigo ser muita coisa que eu era antes. É um pouco angustiante. Tem uma equipe de muitas pessoas, e cada uma vai cobrar porque é o trabalho dela. O fotógrafo vai cobrar a foto legal, o vídeo vai cobrar um vídeo legal, o documentário vai cobrar um horário legal, a música, uma publicidade. Todo mundo tem o seu pedacinho. Mas todos esses pedacinhos são tirados de mim. Esse é o peso de uma vida artística”, continuou.

Ao longo do episódio, a advogada reclama inclusive de cansaço físico, chegando a pedir para dormir um pouco mais, antes de acordar para fazer maquiagem. Apesar de tudo, Juliette afirma que se sente realizada e passaria por tudo novamente. “Fico com medo de falar a parecer que não estou feliz, que não estou satisfeita. Estou muito feliz e satisfeita. Sou capaz de passar tudo isso de novo por ver o que está acontecendo de positivo na vida de todo mundo, das pessoas sendo respeitadas. Mas eu sei que para isso perco um pouco de mim”, desabafou.

"Meu corpo está pesado" e "como é difícil essa vida de modelo" são algumas das queixas da paraibana no episódio. (Foto: Reprodução/Globoplay)
“Meu corpo está pesado” e “como é difícil essa vida de modelo” são algumas das queixas da paraibana no episódio. (Foto: Reprodução/Globoplay)

Além de levar o prêmio de R$ 1,5 milhão, Juliette é a ex-BBB com mais seguidores nas redes sociais — até o momento são quase 32 milhões em apenas uma delas. Segundo ela, a mudança brusca assustou, já que esperava se tornar apenas uma “subcelebridade” após o programa. “Eu queria ser uma subcelebridade, fazer algumas publicidades e ser feliz para sempre. Continuaria trabalhando, estudando para concurso? Não cogitei a possibilidade, e se der muito certo?”, admitiu.

Continua depois da Publicidade

Deborah Vidjinsky, amiga e assessora de Juliette, ficou responsável pelas redes sociais da paraibana durante o confinamento. Deborah contou, logo no início do episódio, que precisou procurar ajuda de um psicólogo para saber como contar para a amiga tudo o que tinha acontecido. “Nunca enxerguei Juliette como um produto porque ela era minha amiga. Não queria que ela fosse tratada assim, como um produto. Ela estava no auge do programa, e todo mundo queria como se fosse urubu na carniça”, disparou a assessora.

Deborah Vidjinsky no quinto episódio no documentário que conta a história de Juliette. (Foto: Reprodução/Globoplay)
Deborah Vidjinsky no quinto episódio no documentário que conta a história de Juliette. (Foto: Reprodução/Globoplay)