Kendall Capa

Homem nu que invadiu a casa de Kendall Jenner é condenado à prisão nos EUA; saiba todos os detalhes

No final de março deste ano, a mansão de Kendall Jenner foi invadida por Shaquan King, homem que estava nu na ocasião. Imagina que situação tensa? O caso foi parar na Justiça, e de acordo com reportagem do The Sun, desta terça-feira (25), o invasor foi condenado culpado. Ele terá que cumprir seis meses de prisão.  

Na época, o homem invadiu a casa da irmã de Kim Kardashian e começou a bater nas janelas gritando o nome da modelo. Jenner estava na mansão e ligou na hora para seus seguranças deterem Shaquan. Eles conseguiram pegá-lo enquanto o invasor nadava na piscina do local. A polícia chegou a prendê-lo, mas King ficou detido apenas seis horas por conta dos protocolos da Covid-19. O momento foi tão traumático para Kendall, que ela deixou sua mansão em Bervely Hills, por não se sentir mais segura. Gente?! 

Durante o julgamento, Shaquan não negou as acusações que foram feitas e também não comentou se queria ou não praticar algum tipo de violência contra a famosa. Além da prisão, ele foi sentenciado pelo juiz a ficar a uma distância de 30 metros de Kendall, Kylie e Kris Jenner. O criminoso também não pode se aproximar de nenhuma residência ou veículo das Kardashian/Jenner pelos próximos cinco anos. Nem o acusado, nem a modelo compareceram à audiência e foram representados por seus respectivos advogados. 

Continua depois da Publicidade

Outra invasão à casa de Kendall Jenner 

Essa não foi a primeira vez que a modelo teve sua casa invadida. Em outubro de 2018, ela passou pela mesma situação, com um stalker que entrou em sua residência por três vezes. De acordo com o TMZ, John Ford, de 37 anos, já tinha sido preso anteriormente quando tentou entrar no antigo condomínio de Kendall, onde diversas estrelas moram, como Britney Spears, Paris Hilton e Christina Aguilera.

Kendall Jenner já teve a casa invadida em 2018 (Foto Gabe Ginsberg/Getty Images)

Ford se declarou culpado por violação de propriedade privada e foi ordenado por um juiz a permanecer longe do lugar. Porém, ele não seguiu as instruções da Justiça. O stalker entrou no complexo através de uma parte desprotegida. Os seguranças da supermodelo o encontraram sentado no quintal dela, perto da piscina, mas quando a polícia chegou, Ford já tinha partido.

Continua depois da Publicidade

Na mesma semana, o homem retornou à propriedade pelo mesmo lugar que entrou da última vez, e foi encontrado sentado na varanda de Kendall. Dessa vez, ele foi pego pela polícia. Conforme as autoridades, Ford foi solto, depois de ser declarado mentalmente estável pela psiquiatria do L.A. County Hospital, e preso novamente no outro dia, por violar sua ordem de restrição e invasão de propriedade privada. A fiança foi de 30 mil dólares. O stalker também foi obrigado a se manter a uma distância de 90 metros, nem entrar em contato com Kendall, pelos próximos cinco anos. 

 A modelo demonstrou sua indignação com a imprensa nas redes sociais, na época. “E como vocês pensam que essas pessoas aterrorizantes sabem onde a minha casa fica? Porque vocês divulgam não só fotos, mas a minha localização. Isso é tão perigoso. Será que não podemos ter pelo menos um pouquinho de privacidade?”, desabafou em tweets com link para uma matéria do TMZ que falava da invasão.

E continuou: “Eu entendo a vida que escolhi, mas quando vocês divulgam a exata localização de onde eu moro É AÍ que vocês colocam a minha vida em risco. A sua casa é seu porto seguro, mas para mim, devido a veículos como vocês, minha casa é tudo MENOS isso. Vocês deviam ter vergonha de si mesmos”.