Mãe de Britney Spears se preocupa com decisões tomadas pelo pai da estrela e vai à justiça, diz TMZ; saiba detalhes

De acordo com o TMZ, Britney Spears não estaria em seus melhores dias; os remédios da cantora ainda não estariam funcionando como deveriam, e ela não teria se recuperado do relapso que a levou para uma clínica psiquiátrica. Além disso, o site descobriu que a princesa do pop se aproximou da mãe, Lynne Spears, para ganhar mais liberdade na hora de fazer suas próprias decisões.

A mãe de Britney irá ao tribunal nesta sexta-feira (10) para pedir ao juiz encarregado da tutela de Britney, que o pai da cantora e atual guardião legal dela, Jamie Spears, a informe das decisões médicas que está tomando em relação à filha. Segundo o TMZ, Lynne nunca fez parte da tutela. Ela costumava ser extremamente próxima de Britney, mas quando a diva rompeu o namoro com Justin Timberlake, em 2002, a relação com a mãe também acabou abalada. Antes de todos os problemas começarem, Lynne Spears não via a filha há um ano.

O veículo ouviu que Lynne está chateada com as notícias que de Jamie Spears teria internado Britney em uma clínica psiquiátrica e a forçado a tomar remédios — informações que não procedem. A tutela de Jamie não dá a ele este poder. No entanto, a mãe da cantora ficou alarmada com os pedidos de “Free Britney” do público, e decidiu entrar em ação. Ela não busca ser guardiã legal de Britney, mas quer saber o que está acontecendo.

De acordo com fontes do site, Jamie está preocupado que Britney esteja usando Lynne para ganhar mais liberdade, durante um período em que seu bom senso está prejudicado. A cantora não é permitida dirigir com o celular — seguranças são instruídos a recolher o aparelho quando Spears entra no carro, após essa ter sido flagrada mandando mensagens no telefone enquanto estava na direção, uma semana atrás. Além disso, Britney não teria um smartphone — apenas um celular antigo — para não ter acesso à Internet.

A voz de “Till The World Ends” quer mais liberdade, e o TMZ afirma que ela se aproximou de Lynne para conseguir. Há um conflito duradouro entre os pais de Britney. Enquanto Lynne acata as vontades da filha, Jamie anda em uma corda bamba, tentando dar mais autonomia para Britney, ao mesmo tempo em que pensa que muita liberdade pode dar espaço para um incidente parecido com o que a estrela sofreu em 2008. Fontes também relataram ao site que Jamie disse a amigos que, se Britney sair dos trilhos, pode perder a custódia dos filhos.

Atualmente, Lynne está hospedada na casa de Britney, e é possível que a cantora apareça sexta-feira na reunião que sua mãe marcou no tribunal.

Relembre o caso

No início de abril, Britney se internou em um hospital psiquiátrico, depois de se sentir desestruturada mentalmente com a piora do estado de saúde de seu pai, Jamie Spears, que teve o cólon rompido no final do ano passado. Na época, a diva pop tomou a decisão de cancelar sua residência em Las Vegas. Mais tarde, ela resolveu ir para a clínica psiquiátrica por conta do abalo emocional.

Lynne Spears, mãe de Britney, que se divorciou em 2002 de Jamie, colocou mais lenha na fogueira ao curtir comentários no Instagram de fãs que acreditam que a cantora está sendo mantida na clínica contra sua vontade. Um dos comentários curtidos dizia: “Eu realmente espero que você esteja apoiando a Britney na tentativa de acabar com a tutela. Eu realmente espero que seu ex-marido doente não esteja mantendo sua filha em algum lugar contra a vontade dela”.

No dia 22, fãs de Britney Spears se posicionaram nas ruas do lado de fora da Prefeitura de West Hollywood com placas com o pedido “Free Britney“. O Entertainment Tonight esteve no local da manifestação e conversou com alguns admiradores de Britney, que expressaram o desejo de acabar com a tutela da diva pelo seu pai, Jamie Spears.

Segundo o TMZ, o motivo da internação foi que a cantora teve muitos problemas para lidar com a doença do pai ao final do ano passado. Além dos dois serem muito próximos, Jamie Spears é o tutor legal de Britney há aproximadamente 12 anos. A saúde debilitada do pai deixou a dona de “Make Me” bastante abalada. Ao mesmo tempo que enfrentava essa situação, os medicamentos da cantora se tornaram cada vez mais ineficazes e os médicos precisaram criar um novo coquetel.

Mas, de acordo com o site, houve problemas nessa mudança de medicamentos. Primeiro, os especialistas precisavam tirar Britney dos remédios que ela estava tomando — algo que não pode ser feito rapidamente, pois há risco de suicídio se não for feito da maneira correta. Durante o processo, eles criaram um novo coquetel, que deixou Britney instável, inicialmente, e não disposta a cooperar com os médicos. Assim, ela foi internada em uma clínica psiquiátrica. De acordo com os relatos, os médicos acham que finalmente encontraram a mistura certa de remédios.