Johhny Depp Amber Heard

Médico de Johnny Depp expõe mensagens do ator sobre Amber Heard em julgamento: “Desesperada por sucesso e fama”

O astro de “Piratas do Caribe” acusa a ex-mulher de difamação, após ela afirmar que foi vítima de violência doméstica

O julgamento do processo que Johnny Depp move contra Amber Heard teve depoimentos inéditos nesta segunda-feira (18), com revelações de mensagens de textos enviadas pelo ator para seu médico. Na audiência, os presentes assistiram a um vídeo gravado pelo Dr. David Kipper, famoso por tratar casos de vícios. As informações são do DailyMail.

O médico foi contratado por Depp em maio de 2014. Já os textos analisados pelo tribunal foram enviados em março de 2015, um mês após o casamento dos astros. “Olá, c*ralho, tinha outro. Eu não posso viver assim. Ela é tão cheia de m*rda quanto um ‘peru de Natal’. Estou farto! Não dá mais! Insultos constantes e vingativos! Você sabe o que é muito mais doloroso do que seu discurso venenoso e degradante? Suas tiradas horríveis e propositalmente dolorosas, e seu tratamento chocante ao homem que ela deveria amar acima de tudo”, diz o ator.

Depp continuou: “Aqui está a realidade, companheiro: sua obsessão consigo mesma [Amber] é muito mais importante. Ela é ambiciosa pra c*ralho! Ela está tão desesperada por sucesso e fama. Deve ser por isso que fui escolhido. Ela me martelou como o velho triste que eu sou. Eu estou muito chateado”.

Segundo Kipper, o protagonista de “Piratas do Caribe” foi diagnosticado, inicialmente, com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade, bipolaridade nível 1, insônia, transtorno crônico de abuso de substâncias e refluxo crônico.

Continua depois da Publicidade

Sobre Amber, ele disse que a atriz tem um forte histórico familiar de abuso de drogas e álcool e é particularmente sensível aos comportamentos do ex-marido. Ainda, o médico garantiu que nunca foi procurado por Heard para tratar ferimentos causados por Johnny Depp.

Amber Heard Johnny Depp (1)
Amber Heard e Johnny Depp encaram um novo julgamento num processo movido pelo astro. (Fotos: Getty)

A enfermeira pessoal do ator também foi ouvida e leu suas anotações sobre a saúde de Depp. Em junho de 2014, Debbie Lloyd afirmou que ele se tornou dependente de drogas depois de um tratamento odontológico. “Paciente com medo de sair do vício, mas sabe que é o que ele precisa fazer. Paciente expressou trauma emocional que lhe causa depressão e ansiedade, e medo de nunca se sentir normal sem suas drogas”, escreveu.

A profissional também relatou um episódio em que encontrou o astro com as mãos ensanguentadas. Segundo as notas, ele “socou um quadro branco na cozinha” depois de uma briga com Heard. Ainda, na época, ele estaria sendo agressivo “sem motivo aparente”, inclusive nos set de filmagens.

Continua depois da Publicidade

“Como vou olhar para ela quando ela voltar professando seu amor eterno. Tudo uma m*rda de mentira. Estou me sentindo tão f*dido. Por que ela estava na maldita festa de encerramento até as 5 da manhã? As mentiras são tão claras agora. O que era tão interessante para mantê-la lá por tanto tempo? Eu quero a verdade. Ela quer uma mudança e vai mudar. Preciso de ajuda. Não sei o que é real e o que é ciúme paranóico”, diz uma das mensagens enviadas pelo ator. Segundo Lloyd, Depp afirmava que sabia que seus problemas com a ex derivavam de seus vícios.

O processo

Anos após sua separação, Johnny Depp acusa Amber Heard de difamação. A história toda teve início em 2018, quando a atriz escreveu um artigo no “The Washington Post” afirmando que é uma sobrevivente de violência doméstica. Por mais que ela não tenha citado o nome do artista, ele entrou com a ação judicial e alega que o texto da ex trouxe danos para a sua reputação.

Johnny Depp acusa Amber Heard de difamação, após a atriz relatar que foi vítima de violência doméstica. (Foto: Getty)

Na Justiça, Depp quer provar que os detalhes dos depoimentos de Heard seriam falsos. O astro pediu uma indenização de US$ 50 milhões (aproximadamente R$ 233 milhões). Heard, por sua vez, fez uma alegação contrária e pediu U$ 100 milhões (cerca de R$ 467 milhões) posteriormente. O julgamento teve início na semana passada e o júri dará seu veredito sobre o assunto.

Logo nos primeiros dias na Corte, surgiram outras revelações e fortes depoimentos, como uma acusação da atriz de agressão sexual. Saiba todos os detalhes, clicando aqui.