Fotojet

Monique Curi revela que Mabel Calzolari realizou 9 cirurgias com apoio de Tatá Werneck; humorista presta homenagem emocionante

Que tristeza! Na tarde desta terça-feira (22), a atriz Mabel Calzolari, de apenas 21 anos, faleceu após uma batalha de meses contra uma inflamação muito rara na coluna. Ainda ontem, Monique Curi, também atriz e amiga próxima de Mabel, revelou ao UOL que enquanto a jovem “lutou ferozmente” contra a doença, ela recebeu o apoio de seu grande ídolo – a humorista e atriz Tatá Werneck.

Segundo Monique, desde dezembro do ano passado, Mabel notou que os sintomas da aracnoidite torácica, doença rara que causa a inflamação da medula espinhal, com a qual havia sido diagnosticada em 2019, retornaram. Na época, ela foi internada no Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro, onde passou por cerca de 9 cirurgias – todas com o apoio financeiro e emocional de Tatá. “Os cistos iam e voltavam, iam e voltavam, por isso tantas cirurgias. É um sofrimento que só quem conviveu sabe”, lamentou Monique.

Curi, que conheceu Mabel no ano passado, afirmou ter se apaixonado pela história tocante da atriz e então se tornou uma “mãe adotiva” para ela após sua internação. Silvia, a mãe da jovem, precisou parar de trabalhar como cabeleireira para que pudesse cuidar da filha. Ao ver a situação difícil que as duas enfrentavam, Monique então organizou uma vaquinha virtual, com o intuito de arrecadar fundos para ajudá-las.

Foi neste ponto que Werneck se envolveu na situação. Ainda de acordo com Monique, durante toda a internação de Mabel, mesmo sem conhecê-la pessoalmente, a humorista tentou levantar seus ânimos e foi, também, quem mais contribuiu com a vaquinha. “A Tatá, além de ajudá-la financeiramente, batia papo, ligava direto, dava atenção. Ofereceu amor, carinho e amizade. Era um ídolo dela e fez muita diferença”, elogiou Curi. “Todo mundo dizia que a Mabel era parecida com a Ísis Valverde, e a Tatá contou para a Ísis que ela queria conhecê-la. Ela colocou as duas em contato, e a Mabel ficou super feliz. Ela me contava sobre isso no telefone muito animada”, recordou.

Continua depois da Publicidade

Luta contra a doença

Nas semanas que antecederam o falecimento de Mabel, a jovem teve alta e passou alguns dias em casa. No entanto, os sintomas persistiram e foi então que Curi conseguiu uma vaga para ela no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, também no Rio de Janeiro. “Começaram a agravar as coisas. Ela começou a ter febres diárias, convulsões e espasmos. Ela passava por tomografias e ressonâncias, mas não descobriam o que era”, compartilhou Monique. “Na semana passada, com as convulsões, ela passou a não reconhecer mais ninguém. Não sabia quem era ou onde estava”, contou.

Foi então que, na última sexta-feira (18), Mabel sofreu uma parada respiratória e precisou ser intubada. No dia seguinte (19), a atriz teve uma parada cardíaca, que causou diversos danos cerebrais. Curi acompanhou a família da jovem em uma visita no domingo (20), dia em que exames constataram que ela sofreu morte cerebral. Mabel deixou um filho, o pequeno Nicolas, de um ano e 11 meses, fruto de sua relação com o ator João Fernandes.

Continua depois da Publicidade

Homenagem de Tatá Werneck

Após o triste falecimento da jovem, Tatá Werneck utilizou suas redes sociais para demonstrar seu carinho à amiga, fã e companheira de profissão. Acompanhado de um belo clique de Calzolari, a humorista escreveu um texto pra lá de emocionante. “Mabel. Doce e linda. Cheia de sonhos. Linda. Linda. Uma pintura. Um sorriso e uma força. Cansada depois de tantas cirurgias. Mas gentil. Pedindo desculpas. Dizia que não queria atrapalhar. E eu ficava encantada”, começou Tatá. “Como podia tão nova, ser tão forte? Um amor pelo filho. Uma preocupação dele saber quem era a mãe dele. Ele vai saber, minha amiga. Que a mãe dele é a flor mais firme. Linda, Mabel. Você é linda”, declarou.

A publicação continuou com detalhes das últimas semanas. “Nos conhecemos há pouco tempo. Viramos amigas. E semana passada quando te liguei e você já não estava reconhecendo muito as pessoas, disse à sua mãe que se lembrava de quem eu era. Que era sua melhor amiga”, escreveu Werneck. “Obrigada por sua amizade. Eu te amo. Deus com certeza está com você no colo”, declarou. Na sequência, Tatá relembrou seu grande amigo, o humorista Paulo Gustavo, que faleceu em maio devido a complicações da Covid-19. “Espero que encontre Paulo por aí. E que sejam grandes amigos. Silvinha, João e Nicolas, parabéns pela grande Mabel”, concluiu.