Novo capítulo: Jeremy Renner acusa ex-esposa de ‘obsessão por sexo’ e de arquivar nudes dele para humilhá-lo; entenda o caso

Mais um capítulo para a batalha judicial protagonizada pelo astro de “Vingadores” Jeremy Renner e sua ex-esposa, Sonni Pacheco. Os dois que disputam a custódia da filha de seis anos, Ava, trocaram acusações bastante graves ontem. Nesta terça (15), segundo o TMZ, o ator fez novas alegações sobre a mulher.

De acordo com os documentos legais obtidos pelo site, Jeremy e Sonni trocavam nudes enquanto estavam casados. Entretanto, Renner diz que, durante o processo judicial, ela enviou as fotos das genitais dele para os advogados e o avaliador de custódia “sem nenhuma outra razão além de me causar extrema vergonha”.

Renner alega que Pacheco deixou de mencionar ao avaliador que foi ela quem teria mandado as nudes primeiro e pedido para ele retornar o favor. O artista de 48 anos diz que a mulher convenientemente deixou de mandar as fotos nuas dela para o tribunal. Segundo o intérprete do Gavião Arqueiro, Sonni ainda teria ameaçado vender as fotos dele para a mídia.

A papelada preenchida pela equipe do astro diz que a artista plástica é obcecada pela vida sexual dele e daqueles à sua volta, incluindo uma de suas babás. Jeremy alega que ela pesquisou fotos picantes da mulher responsável por cuidar da filha deles e mandou-as para o avaliador e seus advogados.

Ainda tem mais! O pai de Ava ainda diz que a obsessão da ex-esposa com sexo é expressa através de suas esculturas, que ele chama de “sexualmente explícitas e perturbadoras”. Os documentos apresentam várias fotos de exemplo, incluindo uma de Ava olhando para a criação da mãe.

Por fim, a nova papelada preenchida por Renner alega que ele está profundamente preocupado de que a mulher esteja “expondo Ava para um material tão sombrio, gráfico e sexual diariamente”.

Renner e Pacheco foram casados por dez meses e vêm mantendo uma história bem difícil desde que se divorciaram em dezembro de 2014. Os dois dividem a custódia da pequena Ava, de 6 anos. Entretanto, em setembro, a mulher entrou na justiça para conseguir a guarda integral da filha, com apenas visitas monitoradas do pai. Logo em seguida, o ator respondeu, exigindo a custódia integral para ele mesmo.

Jeremy Renner fez novas alegações contra a ex-esposa (Foto: Getty; Reprodução/Instagram)

Nessa segunda-feira (14), Sonni enviou documentos acusando Jeremy de tê-la ameaçado de morte. Após o episódio, ele teria enfiado uma arma em sua própria boca, como se estivesse prestes a suicidar. Ela ainda disse que Renner já se drogou enquanto estava com a custódia física da filha e, inclusive, teria deixado cocaína na pia de um banheiro que era acessível a Ava.

Mais tarde, o artista rebateu as acusações, afirmando que a ex-mulher estaria brava com o fato do relacionamento não ter dado certo, e que ela estaria procurando um jeito fácil de conseguir dinheiro. Leia mais detalhes, clicando aqui.