Otimista, Silvia Poppovic analisa futuro da carreira e comenta demissão “inesperada” da Band: “Me senti desconsiderada”; Assista

Na última sexta-feira (24), Silvia Poppovic foi desligada da Rede Bandeirantes. Segundo Patrícia Kogut, colunista do Jornal “O Globo”, a apresentadora do “Aqui Na Band” foi comunicada de sua demissão através de um telefonema de Vildomar Batista, diretor da atração matinal. Por ter mais de 60 anos, Silvia estava comandando seu programa de casa há um mês, devido à quarentena pelo coronavírus.

Ontem (26), em seu Instagram, a jornalista desabafou sobre o desligamento repentino. “Foi de uma maneira meio inesperada, estou chateada porque poderíamos ter negociado essa saída de uma maneira mais suave. Estava fazendo o programa aqui de casa e tive que interromper esse processo sem ter nem negociado. Poderíamos ter passado juntos essa fase do isolamento, da quarentena, para depois vermos como faríamos. Mas enfim”, lamentou.

Continua depois da Publicidade

Ainda incerta de qual rumo seguirá em sua carreira, Poppovic comentou que pretende ativar o modo “blogueira” e continuará se comunicando com os fãs pelas redes sociais. “Quero manter esse canal de comunicação com vocês, quero falar de assuntos legais. Tô vendo o que vai ser melhor, se é um canal no YouTube ou manter esse espaço aqui no Instagram. Estou recebendo um monte de sugestões e espero a sua também”, pediu aos seguidores.

Em um tom mais otimista, a profissional acrescentou: “Nesse processo, todo mundo tem que se reinventar. A essa altura da vida acho que a palavra é essa. Você tem que achar outros caminhos, outras maneiras de sobreviver e ser feliz. Se descobrir em outras vocações, outros talentos. E eu tenho pensado nisso tudo”.

Silvia Poppovic comandava o “Aqui na Band” junto de Luís Ernesto Lacombe. A atração também contava com um time de colunistas e comentaristas. (Foto: Divulgação/Rede Bandeirantes)

Ainda em seu relato, Silvia confessou que muitos questionamentos lhe tiraram o sono. “Hoje à noite eu acordei no meio da madrugada, lógico que deu aquela insônia, fiquei pensando em como é que vai ser o meu dia, a minha semana… ‘E agora? O que eu vou fazer?’. Isso tudo é novo pra mim. Mas só por eu me forçar a pensar, me redescobrir, tudo isso já me deixa estimulada”, explicou.

Por fim, ela agradeceu pelo apoio e mensagens de carinho que vem recebendo dos admiradores e amigos. “Eu sou otimista e eu acho que a vida tem que ser enfrentada de frente e é isso que estou fazendo. Quero de novo agradecer o seu apoio, suas manifestações de carinho e amor, as suas mensagens no meu Instagram. Foi um banho de solidariedade e empatia. Obrigada”, finalizou.

Durante a tarde dessa segunda-feira (27), Poppovic concedeu uma entrevista ao programa “Fofoca Aí”, da TV Gazeta. Em sua participação, a ex-Band classificou a demissão em meio à quarentena como algo “que não se faz, é deselegante, é desconsiderar o outro”. “Eu me sentia resistindo, fazendo o programa (“Aqui na Band”) de casa. E, de repente, me demitem sem motivo. Foi o desligamento mais sem jeito, o que eu me senti mais desconsiderada”, desabafou.

A apresentadora enfatizou que aceitaria ter uma redução em seu salário, ou até mesmo trabalhar sem receber, durante o período de crise. “Nessas horas, a gente veste a camisa da Band”, observou. Silvia concluiu seu discurso valorizando o próprio trabalho: “Não sinto que puxaram meu tapete. Meu tapete não dá para ser puxado, ele é enorme”.

Segundo Kogut, o posto da jornalista deve ser assumido por Nathália Batista, que comandava uma coluna de moda no “Aqui na Band” – e também é esposa de Vildomar Batista, diretor da atração.