Revista relata incidente que teria causado principal desentendimento entre Kate Middleton e Meghan Markle; Palácio de Kesington se pronuncia

Nesta quarta-feira (27), representantes da família real emitiram um comunicado contestando uma reportagem publicada pela revista ‘Tatler’ que afirmava que Kate Middleton estava “furiosa” e “exausta” pelos trabalhos extras desde que Meghan Markle e o príncipe Harry deixaram a realeza. A reportagem também explicava o suposto motivo pelo qual as duas duquesas tiveram um desentendimento.

“Esta história contém uma sequência de imprecisões e representações falsas que não foram expostas ao Palácio de Kesington antes da publicação”, declarou o palácio em nota.

Na publicação, uma suposta amiga de Kate alegava que ela “está furiosa pela maior carga de trabalho”. “Claro que ela esta sorrindo e se vestindo apropriadamente, mas ela não quer isso. Ela se sente exausta e presa. Ela está trabalhando tanto quanto um CEO no topo, que tem que estar em todos os lugares ao mesmo tempo, sem os benefícios de limites e férias”, acrescentou a fonte.

“Meghan e Harry têm sido tão egoístas. William e Catherine realmente queriam ser pais próximos e os Sussexes jogaram efetivamente os três filhos deles debaixo do ônibus. Lá se vai as idas deles à escola pela manhã já que as responsabilidades sobre eles são enormes”, acusou a suposta colega.

Príncipe William, Kate Middleton, príncipe Harry e Meghan Markle em seu último encontro pessoal, em março. (Foto: Getty)

A reportagem ainda citava que, após os duques de Sussex anunciarem a saída da família real, Kate assumiu onze compromissos reais em um mês, três no espaço de 24 horas. “Kate entende que o único credo da família real é dever, dever, dever. Enquanto com os Sussexes é uma incerteza constante, os Cambridges representam estabilidade e continuidade”, explicou um cortesão real.

Por fim, a revista Tatler ainda abordou o que teria causado o principal desentendimento entre Kate e Meghan, declarando que, desde o começo, a duquesa e o marido tinham suas dúvidas sobre ela. “Houve um incidente no ensaio de casamento [de Meghan e Harry], revelou uma suposta amiga da família.

“Era um dia quente e aparentemente houve uma discussão se as daminhas deveriam ou não usar meias-calças. Kate, seguindo o protocolo, sentia que elas deviam usar. [Mas] Meghan não queria que elas usassem”, apontou a fonte. De acordo com as fotos do grande dia, a noiva aparentemente teria feito sua vontade prevalecer.

A princesa Charlotte, uma das daminhas, apareceu sem meias-calças no casamento (Foto: Getty)

Apesar do pronunciamento do palácio, um representante da revista continuou confirmando a versão publicada. “O editor-chefe da Tatler, Richard Dennen, reforça o que foi publicado por Anna Pasternak e suas fontes. O Palácio de Kesington sabia que nós estávamos fazendo uma capa sobre Catherine meses atrás e nós, inclusive, pedimos para eles para trabalharmos juntos nisso. O fato deles estarem negando o conhecimento é categoricamente falso”, declarou ao Entertainment Tonight.