Susana Vieira Beijo

Susana Vieira recorda beijos em atores com mau hálito e revela como lidava com climão: “Insuportáveis”; assista!

Sempre sem filtro! Neste sábado (7), Susana Vieira revirou o baú e fez revelações curiosas durante o “Se Joga”. Ao responder perguntas do público, a atriz recordou de quando teve que contracenar – e beijar – atores que tinham mau hálito. A veterana da TV explicou o que fazia nessas circunstâncias e qual era sua reação.

O assunto veio à tona no quadro “Susana Sem Filtro”, quando um fã questionou: “O que eu devo fazer se eu precisar repetir a cena de beijo com uma pessoa que está com mau hálito e quase vomitei na primeira cena? Você já teve essa experiência?”. A atriz ficou em choque pelo cenário. “Difícil essa pergunta…”, respondeu. “A gente tem que pedir pro diretor da coisa e dizer que [o bafo] tá demais”, completou.

Continua depois da Publicidade

Na sequência, Susana relembrou de suas próprias experiências, nas quais precisou tomar uma atitude. “Teve dois atores na minha vida, insuportáveis”, iniciou. “Eu dava umas indiretas [sobre o mau hálito], mas não chegava, até que tive que falar com o diretor”, mencionou a atriz. Situação tensa! Por fim, ela ainda brincou: “Beijo com hálito gostosinho, igual ao meu”. Assista:

A inesquecível intérprete de Branca Letícia também contou o que acha sobre namorar homens mais jovens, e fez um discurso certeiro. “Eu não sou obrigada a ficar com uma pessoa mais velha porque eu sou mais velha. Eu não sou obrigada a usar saia comprida porque eu tenho 78 anos, eu vou usar minissaia, tá? Então, eu vou namorar o homem que eu quiser… Acho divertidíssimo gente jovem. Então, minha amiga, namore sim, seja feliz, beije na boca, porque a vida é isso e a vida passa rapidinho”, aconselhou Vieira.

Durante o papo com o público, Susana disse ainda: “Não vou ficar deprimida por causa de nenhum homem, não vou mesmo”. Sobre a distância da família por conta da pandemia da Covid-19, a atriz desabafou. “Estou sozinha na minha casa, muito triste, mas é opção por causa da pandemia. A minha família mora nos Estados Unidos, não quero aquele vírus de lá para cá. A minha irmã mora em Porto Velho (RO)… Nenhum deles quer vir me ver, e eu também não quero ir. Cada um tem que ficar na sua”, complementou ela, alertando sobre os riscos de contágio da doença.