Zayn Malik detona Grammy Awards e sugere corrupção nos bastidores da premiação; confira

Sem papas na língua! No próximo domingo acontece o “Grammy Awards 2021” e, hoje (9), Zayn Malik usou seu Twitter para detonar a Academia e “todos os associados” à premiação. O cantor ainda ironizou sobre como os artistas fazem para supostamente conseguirem uma indicação.

“Fod*-se o Grammy e todos associados. A não ser que você aperte mãos e mande presentes, não tem nomeação. Ano que vem eu irei mandar para vocês uma cesta de confeitaria”, disparou ele na rede social. O cantor não foi indicado para o Grammy deste ano, já que seu álbum, “Nobody Is Listening”, saiu em janeiro de 2021 — depois do prazo de submissões. Antes disso, Zayn também lançou o disco “Icarus Falls”, em 2018, que também não levou nenhuma indicação.

Continua depois da Publicidade

Após o desabafo, os fãs do astro logo prestaram apoio na web. “‘Pillowtalk’ foi uma das maiores e mais reproduzidas estreias em 2016, ‘Mind of Mine’ foi uma das maiores gravações em 2016”, escreveu um internauta no Twitter. “‘I Don’t Wanna Live Forever’ foi a música mais reproduzida em 2017, ‘Dusk Till Dawn’ ficou em primeiro lugar nas paradas por semanas em 2018. Ainda assim, ZERO nomeações para Zayn. Sistema manipulado”, disse outro.

Um terceiro acrescentou: “Nenhuma indireta para Taylor Swift, mas o fato do Grammy ter indicado ‘I Don’t Wanna Live Forever’ como melhor composição e EXCLUÍDO Zayn sem motivo GRITA racismo, mesmo que ele tenha escrito a MAIOR PARTE da música”.

E o ex-integrante do “One Direction” não foi o único artista a criticar o Grammy recentemente. The Weeknd também fez o mesmo, depois que seu álbum “After Hours” não recebeu nenhuma indicação neste ano — mesmo sendo aclamado pela crítica e pelo público. Em novembro de 2020, o artista foi bem incisivo e sugeriu que os chefões da premiação foram “corruptos” e omissos sobre seus critérios. “O Grammy permanece corrupto. Vocês devem transparência a mim, aos meus fãs e à indústria”, escreveu ele. Olha só:

O cantor também falou dos rumores de que sua performance no Super Bowl 2021 e um suposto convite para cantar na grande noite do “Grammy” teriam lhe custado as indicações ao prêmio. “Planejando uma apresentação de forma colaborativa por semanas para não ser convidado? Na minha opinião, zero nomeações = você não foi convidado!”, pontuou.

Já em uma entrevista para a Billboard em janeiro, The Weeknd acrescentou que os três Grammys que  ganhou “não significam nada” agora e pediu mudanças dentro da indústria. “Nos últimos 61 anos do Grammy, apenas 10 artistas negros ganharam o ‘Álbum do Ano’. Não quero fazer isso por mim”, disse ele, acrescentando: “Isso é apenas um fato”.

Continua depois da Publicidade

Mesmo com todas essas polêmicas, a cerimônia do Grammy acontecerá como planejado no dia 14 de março, com apresentações de grandes artistas como Taylor Swift, Harry Styles, Dua Lipa, Cardi B, Billie Eilish, BTS, Post Malone, Bad Bunny, Doja Cat, Megan Thee Stallion, John Mayer e mais.