Após críticas pesadas, diretor de “Cats” se pronuncia sobre visual polêmico dos felinos no filme: “Por onde começar?”

Após a grande repercussão negativa de “Cats” — o filme amarga 17% de aprovação no Rotten Tomatoes —, o diretor da obra, Tom Hooper, bateu um papo com o site Vulture e comentou sobre o caso… principalmente sobre a aparência felina dos astros do filme, amplamente rejeitada pelo público e pela crítica.

A entrevista começou com uma frase simples do jornalista Bilge Ebiri: “Senhor, explique-se”. Hooper riu. “Bom, por onde começar? Acho que começa comigo aos oito anos de idade, sendo levado para ver ‘Cats’ e me apaixonando pela peça. Eu tenho uma lembrança vívida desta experiência. Eu me lembro de pensar que [‘Les Miserables’] foi particularmente animador, porque aquele musical nunca tinha sido adaptado para um filme antes”, afirmou, referindo-se a outro de seus filmes, que levou três Oscar.

A personagem de Taylor Swift, Bombalurina. (Foto: Reprodução/YouTube)

Ele continuou: “E eu estava pensando, ‘Bom, há outros grandes musicais que nunca foram adaptados?’. Eu pensei em ‘Cats’ e sobre o quando eu tinha amado a obra quando era criança. […] Por que nunca tinha sido feito? Será que as pessoas não tinham conseguido pensar em como os gatos aparentariam? E será que aconteceu alguma mudança nos efeitos visuais, alguma tecnologia que permitiria um jeito [do filme] acontecer?”.

De acordo com Hooper, ele considerou todas as hipóteses do que seria melhor para o filme em termos de maquiagem e efeitos visuais, e terminou no que achou ser a melhor solução. Quando ao tamanho dos felinos do filme, o diretor disse que tentou seguir uma proporção, mas ela foi prejudicada pelo tamanho dos estúdios. “Você sempre acaba com uma rua cuja largura máxima é o que você pode fazer em um estúdio. […] Nunca foi para ser super literal. Obviamente, se nós fôssemos gatos, nosso mundo seria maior. Mas [os sets] ainda colocam você em uma posição infantil, porque, claro, quando você é uma criança, a mesa é maior do que você. Então, [o filme] tem esse truque de perspectiva. A expressão no rosto das pessoas quando elas visitaram os sets de gravação foi de uma criança impressionada”, afirmou.

(Foto: Reprodução/YouTube)

Recentemente, os espectadores perceberam um “deslize” na caracterização de uma das principais estrelas do elenco do longa. Todos os artistas apareceram com visuais que remetem à aparência felina em seus detalhes, com exceção de Judi Dench.

O público percebeu que a intérprete de Old Deuteronomy no filme aparece com mãos humanas e, de quebra, usando uma aliança de ouro. A atriz Rebel Wilson também sofreu do mesmo ‘mal’, mas até então, apenas em uma cena. Dá só uma olhada:

“Cats” estreia amanhã (25) nos cinemas brasileiros.