Fotojet (27)

“De Volta a Hogwarts”: Emma Watson e Rupert Grint revelam que quase abandonaram a franquia na metade, e explicam motivo

No especial que celebra os 20 anos da estreia dos filmes “Harry Potter”, os intérpretes de Hermione Granger e Rony Weasley pensaram em deixar seus papéis por conta da grande fama do trabalho

Hermione Granger e Rony Weasley interpretados por outros atores? Acredite, isso quase se tornou realidade! E o pior: depois que Emma Watson e Rupert Grint já tinham dado vida aos personagens de forma brilhante na franquia “Harry Potter”. Nesta terça-feira (28), o Daily Mail teve acesso a um trecho da reunião com os atores, e relatou que Watson e Grint cogitaram seriamente deixarem o projeto no meio do caminho.

O especial “Harry Potter: De Volta a Hogwarts” estreará na HBO Max somente no dia 1º de janeiro, celebrando os 20 anos da estreia do primeiro longa. Mas, nas cenas que a publicação britânica teve acesso, Emma Watson recordou da época em que pensou deixar o trabalho, após a fama mundial interferir diretamente em sua vida. “Acho que fiquei com medo. Não sei se você já se sentiu como se tivesse chegado a um ponto crítico, no qual você pensava: ‘Isso é meio que para sempre agora'”, recordou.

A estrela explicou que a crise aconteceu na época em que gravavam “A Ordem da Fênix”, quando tinha apenas 16 anos. Nas telonas, as tramas dos bruxos também começou a acompanhar os conflitos comuns que adolescentes enfrentam. “As coisas começaram a ficar picantes para todos nós”, comentou.

Continua depois da Publicidade

Rupert Grint aproveitou e revelou que também teve a mesma vontade de deixar Rony Weasley em seu passado. “Eu também tive sentimentos parecidos com os de Emma, ​​pensando em como seria a vida se eu encerrasse um dia. Nós nunca falamos realmente sobre isso. Acho que estávamos passando por isso no nosso próprio ritmo, estávamos meio que no momento. Simplesmente não nos ocorreu que provavelmente todos nós tínhamos sentimentos semelhantes”, desabafou.

Fa5a4e57238c11247594df7b7c3bf6083298b355 Hq
Emma Watson explicou que começou a cogitar sair da franquia nas filmagens de “A Ordem da Fênix”. Foto: Reprodução

Daniel Radcliffe também ponderou sobre o quão difícil era ter esse tipo de conversa uns com os outros. “Nunca conversamos sobre isso no filme, porque éramos apenas crianças. Como um garoto de 14 anos, eu nunca viraria para outro garoto de 14 anos e falaria algo como: ‘Ei, como você está? Está tudo bem?”’, analisou.

Continua depois da Publicidade

E as preocupações com a possível saída de Emma Watson eram bem reais nos bastidores. O diretor David Yates, responsável pelos quatro últimos filmes, lembrou que tinha recebido o alerta ao assumir o projeto. “Uma coisa que David [Heyman] e o estúdio falaram comigo foi que Emma não tinha certeza se queria voltar para fazer outro Potter”, afirmou. Pela felicidade geral da nação, nossa eterna Hermione Granger desistiu da ideia. “Os fãs genuinamente queriam que fosse um sucesso, e todos nós genuinamente apoiamos uns aos outros. Quão bom é isso?”, refletiu.