Disney altera cena de nudez em “Splash – Uma Sereia Em Minha Vida” de forma inusitada, e gera controvérsia na web: “Aposto que só fizeram com mulheres”; confira!

Medidas drásticas! O Disney+, serviço de streaming da Disney, pegou muitos de surpresa recentemente, ao alterar uma breve cena de nudez do filme “Splash – Uma Sereia Em Minha Vida”. Vários espectadores criticaram o modo como a plataforma lidou com a situação do longa, estrelado por Daryl Hannah e Tom Hanks.

O filme conta a história de Allen, que se apaixona pela sereia Madison. Em dado momento, eles aparecem juntos na praia, até que a personagem de Hannah surge nua de costas, enquanto corre em direção ao mar. Mas a transição para o streaming fez a cena ser censurada, aumentando o cabelo da mocinha. “Disney+ não quer bundas em sua plataforma, então eles editaram ‘Splash’ com a tecnologia de cabelo virtual”, pontuou um internauta. Assista:

Ao contrário da nova versão, a edição original de ‘Splash’ não continha um “borrão” no local, e exibia as nádegas de Madison naturalmente, por cerca de três segundos. Confira como era a cena antes:

A mudança do filme não só chamou atenção dos espectadores, como também levantou certas questões. Alguns internautas ressaltaram que a plataforma não alterou nada em outras cenas de nudez, como a de Hulk em “Thor: Ragnarok”, a de Logan (Wolwerine) em “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”, nem quando Bart Simpson aparece sem roupa em “Os Simpsons: O Filme”. Vem ver:

“Sem bundas, né?”

“O Bart ainda está nu em ‘Simpsons: O Filme'”

“Engraçado, eles acham ok o Hugh Jackman mostrar a bunda em ‘X-Men: Dias de um Futuro Esquecido'”.

A qualidade questionável da edição – tornando a parte final do cabelo um grande borrão – também foi criticada. Alguns logo fizeram piada com a situação, e se divertiram com a postura do Disney+ com a nudez da cena. Olha só:

“A Disney editando uma cena de nu frontal”.

Teve até mesmo quem deu asas para a própria criatividade, criando uma edição parecida – mas bastante fora da realidade. Vem ver:

A web também julgou as motivações da empresa ao tomar tal decisão. “Os novos puritanos querem fingir que bundas não existem. Enquanto toda a violência nos filmes de super herói deles é perfeitamente ok”, disse um perfil. “Aposto com você que eles só fizeram isso nas bundas das mulheres. Aposto que muitas das bundas masculinas estão lá completamente sem censura”, afirmou outra conta. Dá uma olhada:

Com ou sem reclamações, a cena segue do mesmo jeito… Mas os motivos da mudança ainda não fizeram sentido para muitos. E aí, o que você acha?