Fotojet (19)

Menina de 10 anos morre após tentar desafio popular nas redes sociais; saiba detalhes

A norte-americana Nyla Anderson foi encontrada inconsciente em casa depois de tentar desafio que vem fazendo vítimas fatais há mais de 12 anos

Um verdadeiro alerta aos pais… A família da pequena Nyla Anderson, de apenas 10 anos, não terá motivos para celebrar o final de ano. No último dia 12, a garotinha foi encontrada inconsciente dentro de casa e levada para o hospital, mas veio a falecer. De acordo com a rádio WPVI nesta quinta-feira (23), a menina passou mal ao tentar reproduzir um desafio que tem ficado popular no TikTok.

O jogo intitulado como “Blackout Challenge” incentiva que as pessoas prendam a respiração até desmaiarem por falta de oxigênio. Embora tenha aparecido para a nova geração no aplicativo de vídeos, o desafio é bem antigo na internet, tendo registros desde 2008 com nomes distintos, como “Desafio da asfixia” ou “Desafio do desmaio”. Dados coletados pela revista People junto ao Centro de Controle de Doenças norte-americano apontam que 82 jovens chegaram a morrer ao tentarem concluir a disputa.

Este ano, pelo menos três outras crianças, identificadas como Joshua Haileyesus, de 12 anos, Robert Craig, de 10 anos, e LaTerius Smith Jr., de 9 anos, teriam morrido após tentarem o desafio. “Estou tão magoada. Esta é uma dor que não vai embora. Está no topo da minha garganta. Estou tão ferida. Você não pensaria que crianças de 10 anos tentariam isso. Eles estão tentando porque são crianças e não sabem o que estão fazendo”, desabafou Tawainna Anderson, mãe de Nyla, em entrevista para a WPVI.

Nyla
Nyla ficou inconsciente ao prender a respiração. Foto: Reprodução

A matriarca não soube dizer se a filha viu o desafio no TikTok. De qualquer forma, a empresa enviou um comunicado para a People, afirmando que está “vigilante” em relação a qualquer conteúdo inseguro que possa ser visto pelos usuários. “Este ‘desafio’ perturbador, que as pessoas parecem aprender de outras fontes além do TikTok, é muito anterior à nossa plataforma e nunca foi uma tendência do TikTok. Permanecemos vigilantes em nosso compromisso com a segurança do usuário e removeríamos imediatamente o conteúdo relacionado se encontrado. Nossas mais profundas condolências vão para a família por sua trágica perda”, lamentou.

Continua depois da Publicidade

Tawainna Anderson decidiu tornar o caso público na esperança de aconselhar outros pais a darem uma olhada nas atividades de seus filhos nas redes sociais. “Certifique-se de verificar os telefones de seus filhos. Você nunca sabe o que pode encontrar em seus telefones. Nyla era uma borboleta. Ela era tudo. Ela era uma criança feliz”, emocionou-se.