Fotojet (3)

Kim Kardashian surge de noiva em ‘show’ de Kanye West e sai de mãos dadas com ele; rapper é criticado por duas participações controversas – Assista

Nessa quinta-feira (26), Kanye West promoveu mais uma “listening party” de seu novo álbum, “Donda”, em Chicago, nos Estados Unidos. Cada vez reunindo mais elementos aleatórios, o evento agora contou com participação de Kim Kardashian. Acontece que a empresária não apenas marcou presença na plateia, como fez em outras ocasiões, mas caminhou pelo estádio Soldier Field, em direção ao ex-marido, vestida de noiva!

A aparição aconteceu ao final do show, em meio à canção “No Child Left Behind” e causou frenesi entre os espectadores. Nos registros, compartilhados nas redes sociais, podemos ver Kanye abrindo um largo sorriso ao ver a mãe de seus filhos se aproximando, enquanto usa um vestido branco Balenciaga e véu na cabeça. Instantes depois, ambos deixaram o local de mãos dadas. Confira:

Apesar da participação, fontes asseguraram ao TMZ que o casal, divorciado em fevereiro após sete anos em matrimônio, não reatou o relacionamento. A testemunha ainda afirmou que Kim e Kanye sempre apoiaram os projetos um do outro e continuarão a fazer isso no futuro, pelo bem estar da família. Prova disso é que ontem mesmo (26), foi divulgado na mídia internacional a notícia de que a socialite não pretende abrir mão do sobrenome West, mesmo após a separação do rapper.

Além de Kardashian, também foram convidados a participar do evento, os músicos DaBaby, que substituiu a voz de Jay-Z na canção “Jail”, e Marilyn Manson. Nesta parte do show, Kanye apareceu em frente a uma réplica da casa de sua infância. O espaço foi decorado com velas, enquanto uma grande tela exibia versículos bíblicos. A presença de ambos os músicos foi bastante criticada nas redes.

Como se sabe, exatamente há um mês atrás, DaBaby fez uma série de falas homofóbicas, misóginas e sorofóbicas durante um show, e só piorou ainda mais sua situação ao tentar se retratar com o público. Manson, por sua vez, enfrenta diversas acusações de estupro e agressão de antigas parceiras. A escolha de West desagradou muita gente.

“Kanye é realmente muito maluco de trabalhar com o DaBaby, um homofóbico sem remorsos, e com Marilyn Manson, que literalmente estuprou diversas mulheres… Ainda assim, algumas pessoas tentam arrumar desculpas quando se trata desse cara”, disparou uma internauta. “O auge da falta de noção!”, concordou outro perfil. Veja mais reações abaixo: