Lud (5)

Após apontar boicote, Ludmilla revela que Multishow entrou em contato: “Vamos fazer mudanças”

Hora de mudanças! Após fazer barulho nas redes sociais e apontar que teria sofrido boicote no “Prêmio Multishow 2021”, Ludmilla voltou às redes sociais nesta terça-feira (19), para contar que foi procurada pelo canal. Segundo a cantora, eles mostraram preocupação em não deixar que essa situação se repita no futuro. A artista garantiu, entretanto, que realmente não marcará presença no evento esse ano.

Após meu posicionamento, o Multishow me ligou, nós conversamos e eles me propuseram contribuir para as mudanças na premiação a partir do ano que vem. Vamos conversar para, juntos, colocarmos em prática mudanças gerais que envolvam não só o coletivo quanto o compromisso de estar sempre em atualização para atender a novos requisitos do mercado fonográfico“, escreveu Lud, no Twitter.

Ela continuou: “Já fui muito desmerecida e ignorada, principalmente por ter vindo de onde vim e por ser quem eu sou, então quero contribuir para que o mercado da música seja mais justo e inclusivo, que o trabalho duro seja reconhecido e que os artistas que me sucederão não passem pelas dificuldades que já passei“.

Continua depois da Publicidade

Por fim, a estrela reafirmou que sua apresentação no evento está realmente cancelada. “E não, não performo esse ano no Prêmio Multishow!“, concluiu. No “Prêmio Multishow” deste ano, Lud foi citada apenas em duas categorias: “Hit do Ano”, por “Deixa de Onda”, feat com Xamã e Dennis, e “Clipe TVZ do Ano”, por “Rainha da Favela”.

Continua depois da Publicidade

Entenda

Depois da lista de indicados para o “Prêmio Multishow 2021” ser liberada nesta segunda-feira (18), Ludmilla fez um desabafo em seu Twitter ontem (19), acusando a premiação de boicote. A cantora falou sobre as dificuldades de ser uma artista negra no Brasil, e oficialmente cancelou sua apresentação no evento, que ocorrerá no dia 8 de dezembro. Para Ludmilla, há uma falta de interesse e justo reconhecimento do prêmio para com artistas negros e LGBTQIA+.

A estrela citou uma série de conquistas do último ano em sua carreira para explicar por que acredita que merecia mais indicações no evento. “Sou a primeira cantora negra da América Latina a acumular 1 bilhão de streams só no Spotify, hoje são mais de 1.5 bilhão de plays nas plataformas. Meus clipes somam 2.5 bilhões de views, ‘Rainha da Favela’ ficou meses entre as músicas mais tocadas. São os números que falam!“, escreveu.

Só esse ano lancei o ‘numanice ao vivo’, projeto que impactou a cultura brasileira e revolucionou o mercado do pagode de um jeito jamais visto, por ser uma mulher à frente do projeto, projeto que garantiu o vídeo musical solo mais visto de 2021 por uma cantora pop brasileira. ‘Deixa de Onda’, ‘Pra Te Machucar’, ‘Gato Siamês’, ‘Apê 1001’, o ‘Lud Session’ então nem se fala, tá na boca do povo“, continuou ela.

Continua depois da Publicidade

Em seu desabafo, ela relembrou a edição de 2019 do evento, quando venceu pela primeira vez o troféu de “Cantora do Ano”. “Desde quando ganhei a primeira vez e impactei todo o sistema por ser a primeira cantora negra a ser indicada e a vencer essa categoria em 26 anos de prêmio, uma representante das minorias, uma cantora negra, bissexual, funkeira, periférica, nunca mais fui indicada na categoria ‘Cantora do Ano’. Infelizmente essa é a forma que o sistema te boicota!“, afirmou.

Mesmo eu sendo indicada em outras categorias da premiação, é nítida a falta de reconhecimento e entendimento das (poucas) premiações que temos aqui no Brasil. Assim como eu, há vários artistas de vários segmentos e bandeiras que mereciam ser indicados ou serem reconhecidos da mesma forma que entregam conteúdos para seus públicos e estão na mesma situação“, refletiu.

Por fim, ela confirmou que não participará no evento em 2021. “Venho por meio desse tweet avisar a todos e ao
Multishow que não me apresentarei mais no prêmio esse ano. Obrigada pelo convite, mas onde não sou bem-vinda prefiro não estar só por educação. Boa festa a todos
“, escreveu.

Continua depois da Publicidade

Indicações do prêmio

A lista completa dos indicados ao “Prêmio Multishow 2021” foi divulgada nesta segunda-feira (18). Dessa vez, quem saiu na frente foi Anitta, nomeada cinco vezes: “Cantora do Ano”, “Performance do Ano”, além de “Música do Ano” e “Clipe TVZ do Ano” por “Girl from Rio”, e novamente na categoria “Clipe TVZ do Ano” pelo hit “Modo Turbo”.

Luísa Sonza veio logo na sequência, com quatro indicações – incluindo duas de “Clipe TVZ do Ano” pelas faixas “Modo Turbo” e “Atenção”, assim como “Cantora do Ano” e “Performance do Ano”.

Anitta Luisa Sonza Marina Sena
Anitta lidera as indicações com 5 nomeações. Luisa Sonza vem logo na sequência com quatro, assim como a nova estrela do pop, Marina Sena. (Fotos: Getty; Reprodução/Instagram; Fernando Tomaz)

A mineira Marina Sena, que concorre ao prêmio “Experimente”, também foi um dos maiores destaques. No total, ela também está na disputa em quatro categorias da premiação – três delas só no “Superjúri”: “Revelação do Ano”, “Canção do Ano” e “Álbum do Ano”, pelo ótimo “De Primeira”. Após despontarem nas paradas graças aos seus hits, Israel & Rodolffo, e João Gomes foram nomeados três vezes, mesmo número de indicações do já veterano Luan Santana. A votação com todos os indicados está aberta no site do Multishow e vai até o dia 4 de dezembro.

Continua depois da Publicidade

O “Prêmio Multishow 2021” acontecerá no dia 8 de dezembro de 2021, no Rio de Janeiro. Tatá Werneck e Iza repetirão a dose e serão apresentadoras da premiação mais uma vez. No ano passado, a dupla foi acompanhada pelo saudoso Paulo Gustavo, que nos deixou em maio deste ano após uma árdua batalha contra a Covid-19. A cerimônia também prestará uma homenagem ao humorista, que fez história na comédia nacional e por tantas vezes brilhou naquele palco. Confira a lista completa dos indicados aqui.