Grammy Latino (Getty/Reprodução)

Grammy Latino 2021: Resumão! Caetano e Tom Veloso levam prêmio principal da noite; brasileiros se destacam em abertura, e Marília Mendonça ganha homenagem — confira!

Noite de muita festa na música! Nesta quinta-feira (18), aconteceu a 22ª edição do “Grammy Latino“, diretamente da MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas. O evento anual celebrou as produções latino-americanas que mais se destacaram na música nos últimos meses. E estava cheio de brasileiros por lá, viu?! Anitta, Giulia Be e Carlinhos Brown foram alguns dos nomes que arrasaram no evento, que teve muita performance bapho!

O grande destaque da noite foi o colombiano Camilo, que, além de uma apresentação incrível, ainda levou pra casa pelo menos três das categorias em que estava concorrendo. Indicados na principal categoria geral da noite, Caetano Veloso e o filho, Tom Veloso, levaram o gramofone de “Melhor Gravação”, pela música “Talvez”. Que orgulho!

Homenagem para Marília Mendonça

Marília Mendonça, falecida em um acidente aéreo no dia 5 deste mês, foi homenageada ao longo da noite pelo brilhantismo de sua carreira. Em um dos momentos mais emocionantes da premiação, Anitta, que era amiga próxima da cantora, deixou uma bela mensagem, lembrando do talento inegável e afirmando que o legado de Marília estará sempre presente entre nós. De arrepiar! Assista:

Nesta noite, Marília ainda concorreu ao prêmio na categoria de “Melhor Álbum Sertanejo”, por “Patroas“, projeto em parceria com a dupla Maiara & Maraisa, mas elas foram superadas por Chitãozinho e Xororó, com o álbum “Tempo de Romance”. Em 2019, a sertaneja venceu a mesma categoria, pelo projeto “Todos os Cantos”.

As performances

Quem abriu a noite foi Gloria Estefan, com uma apresentação incrível e cheia de cores. Com muito samba, passistas e percussão, bem na vibe latina, a performance ainda teve várias participações especiais, inclusive dos brasileiros presentes. A cubana surgiu primeiro; acompanhada por Giulia Be e a rapper colombiana Farina, elas cantaram o clássico hit “Como después de la noche”.

 

Na sequência, Carlinhos Brown surgiu no meio da plateia, trazendo o ritmo e a batida do Brasil. Para concluir a performance, nossa Girl From Rio apareceu toda trabalhada no brilho. Anitta e Brown entoaram um lindo cover de “Magalenha”, de Sérgio Mendes, cantado todinho em português. Acompanhados por Estefan, eles agitaram muito o público, que não conseguiu se segurar e dançou junto.

Camilo

O colombiano, que recebeu o maior número de indicações da noite, começou sua apresentação de forma mais intimista, apenas ele e o violão, ao som de “Vida de Rico”. Depois, o cantor animou a galera com a música “Kesi” e foi para outro cenário, onde estava sua banda. Ele ainda desceu para a plateia e colocou todo mundo pra dançar. Reizinho!

Continua depois da Publicidade

Carlos Rivera, Nella e Paula Arenas

O trio foi responsável pelo tributo ao cantor e compositor mexicano Armando Manzanero. Carlos Rivera, Nella e Paula Arenas entoaram a romântica “Todavía” e emocionaram o público.

C. Tangana, Gipsy Kings, Nicolás Reyes e Tonino Baliardo

Nós estamos impactados! C. Tangana fez um típico show espanhol, com um jantar no palco do “Grammy Latino” durante o hit “Ingobernable”. Pra completar, ele estava cercado por uma longa lista de artistas, incluindo Jorge Drexler, Nathy Peluso, Antonio Carmona, Natalia Lafacourcade e Omar Apollo.

O espanhol apareceu na palco quando seu álbum, “El Madrileño”, já havia vencido três prêmios: “Melhor Canção Pop-Rock” para “Hong Kong”; “Melhor Canção Alternativa” para “Nominao”; e “Melhor Engenharia de Gravação”, neste caso para o produtor Alizz. Mandou muito bem, né?!

OZUNA

Ozuna também não decepcionou e apresentou uma versão solo de “Del Mar”, que originalmente é uma parceria INCRÍVEL dele com Sia e Doja Cat. Em seguida, o porto-riquenho trocou de roupa e se uniu ao dominicano Anthony Santos no single “Señor Juez”.

Christina Aguilera

Que quarteto e que conjunto de vozes incríveis! Outro grande destaque da noite foi o retorno de Christina Aguilera à premiação. A cantora, que não lançava um disco em espanhol há 21 anos, dividiu o palco com Becky G, Nicki Nicole e Nathy Peluso para a performance de “Pa Mis Muchachas”, canção que dá nome ao seu novo álbum. Muito talento junto, Brasil! MARAVILHOSAS!

Danna Paola

A mexicana provou que não está para brincadeira! Danna Paola soltou a voz pra valer ao apresentar “Calla tú”, com vocais poderosíssimos e um balé que ela mesma acompanhou. Estamos sem palavras até agora…

Bad Bunny

Nosso coelhão Bad Bunny vermelhou nosso coração e incendiou — literalmente — o palco do “Grammy Latino” com o hit “Maldita Pobreza”. O cantor foi o responsável por encerrar a premiação, mas antes ele já tinha faturado o gramofone de “Melhor Álbum de Música Urbana”, com “El Último Tour del Mundo”. É o patrão!

Confira os grandes vencedores do “Grammy Latino 2021”:

Canção do Ano

“A Tu Lado”, Paula Arenas
“A Vecer”, Diamante Eléctrico
“Agua”, J Balvin e Tainy
“Canción Bonita”, Carlos Vives e Ricky Martin
“Dios Así lo Quiso”, Ricardo Montaner e Juan Luis Guerra
“Hawái”, Maluma
“Mi Guitarra”, Javier Limón, Juan Luis Guerra e Nella
“Patria y Vida”, Yotuel, Gente de Zona e Descemer Bueno – VENCEU
“Que Se Sepa Nuestro Amor”, Mon Laferte
“Si Hubieras Querido”, Pablo Alborán
“Todo de Tí”, Rauw Alejandro
“Vida de Rico”, Camilo

Artista Revelação

Giulia Be
María Becerra
Bizarrap
Boza
Zoe Gotusso
Humbe
Rita Indiana
Lasso
Paloma Mami
Marco Mares
Juliana Velázquez – VENCEU

Álbum do Ano

“Vértigo”, Pablo Alborán
“Mis Amores”, Paula Arenas
“El Último Tour del Mundo”, Bad Bunny
“Salswing!”, Rubén Blades, Roberto Delgado y Orquestra – VENCEU
“Mis Manos”, Camilo
“Nana, Tom, Vinicius”, Nana Caymmi
“Privé”, Juan Luis Guerra
“Origen”, Juanes
“Un Canto Por Mexico, vol. II”, Natalia Lafourcade
“El Madrileño”, C. Tangana

Gravação do Ano

“Si Hubieras Querido”, Pablo Alborán
“Todo de Ti”, Rauw Alejandro
“Un Amor Eterno”, Marc Anthony
“A Tu Lado”, Paula Arenas
“Bohemio”, Andrés Calamaro e Julio Iglesias
“Vida de Rico”, Camilo
“Suéltame Bogotá”, Diamante Eléctrico
“Amén”, Ricardo Montaner, Evaluna Montaner, Mau y Ricky, Camilo
“Dios Así lo Quiso”, Ricardo Montaner e Juan Luis Guerra
“Te Olvidaste”, C. Tangana e Omar Apollo
“Talvez”, Caetano e Tom Veloso

Continua depois da Publicidade

Melhor Álbum de Música Urbana

“Goldo Funky”, Akapellah
“El Último Tour del Mundo”, Bad Bunny – VENCEU
“Monarca”, Eladio Carrion
“Enoc”, Ozuna
“Like Mike”, Mike Towers

Melhor Canção Urbana

“A Fuego”, Farina
“Agua”, Tainy e J Balvin
“Dákiti”, Bad Bunny e Jhay Cortez
“La Curiosidad”, Jhay Wheeler, DJ Nelson, Mike Towers
“Patria y Vida”, Yotuel, Gente de Zona, Descemer Bueno, Maykel Osorbo, El Funky – VENCEU

“Melhor Fusão Urbana/Performance”

“El Amor Es Una Moda”, Alcover, Juan Magan & Don Omar
“Tattoo (remix)”, Rauw Alejandro & Camilo – VENCEU
“Nathy Peluso: BZRP Music Sessions, Vol.36”, Bizarrap & Nathy Peluso
“Diplomatico”, Major Lazer Featuring Guaynaa
“Hawaí (remix)”, Maluma & The Weeknd

Melhor Canção Pop

“Adiós”, Sebastián Yatra
“Ahí”, Nella
“Canción Bonita”, Carlos Vives
“La Mujer”, Mon Laferte & Gloria Trevi
“Vida de Rico”, Camilo – VENCEU

Melhor Álbum Vocal Pop

“Dios Los Cría”, Andrés Calamaro
“Mis Manos”, Camilo – VENCEU
“Munay”, Pedro Capó
“K.O.”, Danna Paola
“De México”, Reik

Melhor Interpretação Reggaeton

“Tu Veneno”, J. Balvin
“La Tóxica”, Farruko
“Bichota”, Karol G – VENCEU
“Caramelo”, Ozuna
“La Curiosidad”, Jay Wheeler, DJ Nelson & Myke Towers

Continua depois da Publicidade

CATEGORIAS DEDICADAS À LÍNGUA PORTUGUESA

Melhor Canção em Língua Portuguesa

“A Cidade” – Chico Chico e João Mantuano
“Amores e Flores” – Melim
“Espera a Primavera” – Nando Reis
“Lágrimas de Alegria” – Maneva e Natiruts
“Lisboa” – Anavitória e Lenine – VENCEU
“Mulheres Não Tem Que Chorar” – Ivete Sangalo e Emicida

Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa

“Cor” – Anavitória – VENCEU
“A Bolha” – Vitor Kley
“Duda Beat e Nando Reis” – Nando Reis e Duda Beat
“Será Que Você Vai Acreditar?” – Fernanda Takai
“Chegamos Sozinhos em Casa, vol. 1” – Tuyo

Continua depois da Publicidade

Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa

“Álbum Rosa” — A Cor do Som – VENCEU
“Emidoinã” — André Abujamra
“Oxeaxeexu” — BaianaSystem
“Assim Tocam Meus Tambores” — Marcelo D2
“Fôlego” — Scalene
“O Bar me Chama” — Velhas Virgens

Melhor Álbum de Samba/Pagode

“Rio: Só Vendo a Vista” — Martinho Da Vila
“Sempre Se Pode Sonhar” — Paulinho da Viola – VENCEU
“Nei Lopes, Projeto Coisa Fina e Guga Stroeter no Pagode Black Tie” — Nei Lopes, Projeto Coisa Fina e Guga Stroeter
“Samba de Verão” — Diogo Nogueira
“Onze (Músicas inéditas de Adoniran Barbosa)” — Vários Artistas

Melhor Álbum de Música Popular Brasileira

“Canções D’Além Mar” — Zeca Baleiro – VENCEU
“H.O.J.E” — Delia Fischer
“Tempo de Viver” — Thiago Holanda
“Bom Mesmo É Estar Debaixo D’Água” — Luedji Luna
“Do Meu Coração Nu” — Zé Manoel

Continua depois da Publicidade

Melhor Álbum de Música Sertaneja

“Tempo de Romance” — Chitãozinho e Xororó – VENCEU
“Daniel em Casa” — Daniel
“Patroas” — Marília Mendonça, Maiara & Maraísa
“Conquistas” — Os Barões da Pisadinha
“Pra Ouvir no Fone” — Michel Teló

Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa

“Sambadeiras” – Luiz Caldas
“Do Coração” – Sara Correia
“Orin A Língua dos Anjos” – Orquestra Afrosinfônica
“Eu e Vocês” – Elba Ramalho
“Arraiá da Veveta” – Ivete Sangalo – VENCEU

Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa

“Seguir Teu Coração” – Anderson Freire – VENCEU
“Catarse: lado B” – Daniela Araújo
“Sentido” – Leonardo Gonçalves
“Eli Soares 10 anos” – Eli Soares