Fotojet

BBB101: Climão! Gustavo dá resposta sincerona sobre vitória de Arthur Aguiar no reality na cara do ator; assista

Sem papas na língua, ex-BBBs não pouparam críticas ao ator, citando situações que o favoreceram

Vocês acham que o fogo no parquinho acabou? Não mesmo! Nesta quinta-feira (28), foi ao ar o “BBB 101”, e o apresentador Tadeu Schmidt fez logo um “Jogo da Discórdia“, só pra descontrair… Kkkk No entanto, o climão foi instaurado quando Gustavo Marsengo e Jessilane criticaram a vitória de Arthur Aguiar, campeão com 68,96% dos votos, e apontaram os motivos pelos quais ele não deveria ter vencido.

Desde o começo do programa especial, Arthur se mostrou cabisbaixo e se afastou dos demais ex-confinados. Questionado por Tadeu, ele explicou que estava “cansado emocionalmente” pós-reality.

Para Gustavo, o apresentador perguntou se ele estava feliz com o pódio da 22ª edição do reality. “Não gostei, não gostei por vários motivos, não só pelo fato de eu não ter ganhado, mas eu acho que muitas pessoas que saíram do programa deveriam estar no programa. A Lina não poderia sair com 77% de rejeição, eu estou procurando meus 81% de rejeição”, respondeu o curitibano.

“Como jogador, eu aceito que um jogador ganhou. É óbvio que eu queria que ou o PA (Paulo André) ou o DG (Douglas Silva) ganhasse, mas entendo que o Arthur jogou mais que o PA e o DG. Reconheço o mérito dele porque ele jogou com a estratégia dele e ganhou. Não tem nem o que falar”, acrescentou. Confira:

Jessilane também não poupou críticas a Arthur Aguiar. Segundo ela, o ex-Rebelde não merecia chegar onde chegou. “Acho que o Arthur [não merecia]. Não só pelo contexto do jogo, tudo que aconteceu favoreceu o Arthur para que ele fosse o favorito, mas tudo que a gente viu lá de fora também. Eu acho que outra pessoas que estavam aqui jogaram muito mais, fizeram muito mais e não tiveram essa visibilidade”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

“O Arthur várias vezes levantou bandeira sobre ele ir muito para o paredão, o DG foi oito vezes, conseguiu chegar na final e ainda assim não foi campeão. Foi uma história que eu acho que foi muito mais relevante e muito mais participativa do que a história do Arthur. Mas como a torcida dele era muito forte, acabou eliminando pessoas que eram muito fortes também”, continuou. Convidado a se defender, o ator afirmou que é a opinião dela e que “está tudo certo“. Assista: