BBB21: Karol Conká detona beijo de Arcrebiano, e Projota xinga brothers aliados a Gilberto: “Grupo de merda” — assista!

Mesmo após ter insistido para beijar Arcrebiano na última Festa do Líder do “BBB 21” e até chamá-lo de “gigolô”, Karol Conká está passando uma história diferente aos outros brothers. Além disso, ela voltou a detonar o modelo. Em conversa nesta tarde (8) com Projota, Pocah, Nego Di e Lumena, a rapper falou mal da ficada com o rapaz: “Parecia que tava beijando uma língua de gato, língua de lixa, beijinho de nada. Mas fazer o que, né”.

Ela ainda disse que irá comentar sobre Bil no “jogo da discórdia” de hoje. “Vou falar bem assim: me deu um beijo horrível, o beijo nem foi bom. Não lembro nem como foi. Só lembro a língua de um gato me beijando. Quem gosta se importa e vem pagar de louco. E ele sabia muito bem o que tava acontecendo”, declarou a rapper.

Mais cedo, Karol mentiu falando que foi Bil quem correu atrás dela. “Quem veio me procurar foi ele, quem ficava dando em cima era ele. Eu ficava resistindo. Daí teve um momento em que eu fui para cima. E eu falei: ‘o que acontece no BBB, fica no BBB’. Ele disse que não, dando a entender que queria algo a mais fora daqui”, disse.

Continua depois da Publicidade

Na verdade, as coisas não aconteceram bem assim. Antes do primeiro beijo entre os dois, o modelo descartou a possibilidade do romance engrenar do lado de fora, já que ele mora em Goiás e Karol em São Paulo. A rapper chegou a sugerir que o rapaz poderia se mudar para um dos apartamentos que ela tem na capital paulista, proposta recusada por ele.

Ainda na “reunião de condomínio” na área externa da casa, os cinco brothers conversaram sobre Sarah, Gilberto, Juliette e Arcrebiano. “É um grupo de merda mesmo, vamos falar a verdade”, disparou Projota, que ainda criticou Gil: “O cara quer ser líder de um bagulho, mas não consegue”.

Continua depois da Publicidade

No bate-papo, Karol afirmou que gostaria que o modelo fosse o eliminado do paredão: “Eu tô torcendo muito para que ele [Bil] saísse, por ele ser covarde”. Projota, por sua vez, declarou sua torcida para que o economista saísse. “Eu queria que o Gil saísse, o Gil é a espinha dorsal”, disse.