Leandro Lima

Pantanal: Leandro Lima revela mordida em cena quente, e dá spoilers sobre desfecho trágico do peão Levi no remake

O ator comentou nesta terça-feira (11) sobre a maneira que acontecem as cenas quentes da novela

Depois de Leandro Lima viralizar nas redes sociais ao comentar sobre a pegada forte de seu personagem em “Pantanal“, o ator revelou detalhes sobre as cenas quentes da novela. O intérprete do peão Levi afirmou que as gravações picantes são super ensaiadas para chegar no resultado mais natural possível. Entretanto, ele declarou que rolaram até mordidas reais em momentos específicos. Eita, meu povo!

“É muito técnico. Uma equipe reduzida no set. Não é só falar para dois atores se pegarem. Existe uma coreografia: onde pegar, onde girar. Eu comparo a uma cena de ação”, pontuou o ator ao UOL nesta quarta-feira (11).

Durante o bate-papo, Leandro detalhou uma passagem que viveu com a atriz Bella Campos: “Ela não tem nenhum pudor e nem eu. É uma ótima parceira. O diretor perguntou se ela podia me morder e eu deixei. Me arrebento mesmo, deixa comigo!”. Na trama, Levi é apaixonado por Muda (Bella Campos), mas acaba vivendo um romance com Maria Bruaca (Isabel Teixeira), mulher de Tenório (Murilo Benício).

278181610 662250355003545 3850128273729841520 N
Leandro Lima, Bella Campos e Alanis Guillen no set de “Pantanal”. (Foto: Reprodução/Instagram)

O personagem do ator, bem como a novela, são um enorme sucesso na web. Leandro já sentiu um reflexo disso com a quantidade de mensagens que recebe de fãs. “O assédio já aumentou muito e as cenas mais fortes ainda nem apareceram. Recebo muito mais cantadas de homens. Eles são mais assanhados”, brincou.

Para o artista, o peão representa um estereótipo de homem que não faz mais sentido com o atual momento da sociedade. “O Levi é distante do que sou hoje, mas também tive essa educação machista. É importante sublinhar essa discussão sobre masculinidade tóxica, entender que não é algo legal. Pode até dar tesão, mas não é legal”, ponderou.

Continua depois da Publicidade

Na primeira versão da novela, feita pela TV Manchete na década de 1990, o personagem de Leandro tem um final trágico, sendo morto por piranhas em um rio. Questionado sobre o tema, o ator deu spoilers do desfecho de Levi no remake: “Ouvi dizer que vão gravar duas versões. O final dele deve ser trágico de qualquer maneira, precisa cumprir esse papel. Mas espero muito vê-lo sendo comido pelas piranhas”.

Se a vida profissional de Leandro vai bem, a vida pessoal está melhor ainda. O ator espera a chegada de Toni, fruto da relação do artista de 40 anos com a modelo Flavia Lucini. “Quero entregar uma educação que independa de qualquer orientação sexual. Que ele respeite todas as pessoas e sua liberdade”, refletiu ele, sobre a criação de seu segundo filho.