Fotojet (36)

Renata Vasconcellos se confunde no “Jornal Nacional”, chama Bolsonaro de “ex-presidente” e web reage: “Que assim seja” — assista!

Calma, Renata Vasconcellos… Ainda não chegou a hora! Kkkk Nesta quarta-feira (19), o nome da apresentadora do “Jornal Nacional” ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter. O motivo?! A jornalista cometeu um deslize ao apresentar uma reportagem, e acabou referindo-se a Jair Bolsonaro como “ex-presidente” do Brasil. Vixe!

Na ocasião, Renata comentava a sessão da CPI da Covid-19 que teve o testemunho de Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde. “A CPI da Covid ouviu hoje o depoimento do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. A sessão foi tensa, teve discussões. Pazuello irritou os senadores ao tentar blindar o ex-presid… O presidente Bolsonaro e foi chamado de mentiroso”, disse a jornalista, rapidamente percebendo seu erro e o corrigindo na sequência.

Bom, nas redes sociais, muitos internautas se divertiram com o erro e até afirmaram que poderia ser uma “previsão” de um futuro não muito distante. “Renata Vasconcellos acabou de falar sem querer ex-presidente Bolsonaro kkkk”, escreveu Caio Braz. “Que seja uma premonição!”, disparou outro usuário da rede social. “Torcendo pela profecia da musa Renata Vasconcellos”, comemorou a jornalista Cristina Padiglione. “Renata Vasconcellos chamou o B*lsonaro de ex-presidente, sem querer dando spoiler do final da temporada”, zoou um rapaz.

Continua depois da Publicidade

O bom é que Renata nem vai precisar se explicar com William Bonner, editor-chefe do “JN”. Em 2019, ele cometeu um erro bem parecido com o da colega de bancada. Ao falar das conversas vazadas de Sergio Moro, que na época ainda comandava o ministério da Justiça, o jornalista o chamou de “ex-ministro”. Já no ano de 2017, ao noticiar a delação premiada de Joesley Batista, do grupo JBS, cometeu o ato-falho de quase chamar Michel Temer, chefe de Estado do país naquela ocasião, de “ex-presidente”. Relembre: