Uau! Mansão que foi de Jennifer Aniston e Brad Pitt é vendida por R$ 175 milhões, com quadra de tênis e até bar que vira cinema; veja as fotos incríveis!

Quando o assunto é mansão de celebridades, não existe crise que afete os valores multimilionários! De acordo com o jornal Los Angeles Times, a propriedade que já pertenceu ao ex-casal Jennifer Aniston e Brad Pitt foi vendida em um acordo fora do mercado imobiliário no valor de US$ 32,5 milhões, cerca de R$ 175 milhões, na cotação atual do dólar.

A publicação relatou que o novo proprietário não quis se identificar, mas reforçou que o ricaço não teve medo de colocar a mão no bolso para adquirir o imóvel. Jennifer e Brad compraram a mansão em 2001 por menos da metade do preço, US$ 13,5 milhões (R$ 72,7 milhões). Mas a grande verdade é que a morada do ex-casal é uma verdadeira preciosidade para o mercado imobiliário. A casa já chegou a custar a bagatela de US$ 56 milhões (R$ 301 milhões) no ano passado, mas em março já era cotada em US$ 44,5 milhões (R$ 239 milhões).

E você pode se perguntar, será que vale tudo isso?! Tire suas próprias conclusões! A casa foi construída em 1934 e possui cinco quartos, doze (!) banheiros, uma casa de hóspedes de dois andares, quadra de tênis, sala de jantar para 20 pessoas, piso de mármore, sala de ginástica e um bar que se transforma em uma tela de projeção para assistir a filmes e séries. Já pensou ver “Friends” no telão da antiga casa de Rachel Green?!

O projeto da morada foi todo inspirado no estilo Tudor, originário da época medieval dominada pela dinastia de mesmo nome, e tem mais de mil metros quadrados. O ator Frederic March, conhecido por suas interpretações vencedoras do Oscar em “Dr. Jekyll And Mr. Hyde” e “The Best Years Of Our Lives”, originalmente construiu a casa, projetada por Wallace Neff, para ele e sua esposa Florence Eldridge. Brad Pitt e Jennifer Aniston venderam a mansão em 2006, um ano depois de finalizarem o divórcio.