Hugo Manolo Cardona

Entrevista: Astro “de Quem Matou Sara?” fala TUDO da 2ª temporada, comenta cenas quentes e homofobia exposta na trama; assista!

Ora, ora, não somos Sherlock Holmes, mas já queremos o desfecho desse mistério! A 2ª temporada de “Quem Matou Sara?” estreou nesta quarta-feira (19) na Netflix, após um tremendo sucesso pelo mundo. Em entrevista ao hugogloss.com, o astro da série, Manolo Cardona, já contou tudo o que nos aguarda nos próximos episódios, falou sobre as cenas bem calientes da produção e comentou como a homofobia é retratada na trama.

O intérprete de Alex foi bem direto sobre a continuação da história: “A segunda temporada vai ser explosiva! Com mais ação, mais suspense, mais intrigas, com muitas respostas. Então, eu acho que os grandes vencedores serão os espectadores”. Quem assistiu à produção sabe como a primeira temporada terminou com uma nova dúvida fundamental para a trama, entre uma série de desdobramentos. Segundo Manolo, o suspense continua, mas finalmente alguns enigmas serão desvendados. “A segunda temporada vai continuar com muito suspense por trás de todos esses personagens. Mas também dará muitas respostas, respostas que o público precisa e quer saber”, afirmou ele.

Quem Matou Sara 1
Após novos enigmas da primeira temporada, finalmente vamos ter as aguardadas respostas em “Quem Matou Sara?”. (Foto: Divulgação/Netflix)

Cenas de “vuco vuco” entre Alex e Elisa

O romance entre os personagens de Alex e Elisa também deu o que falar, principalmente após tantas cenas quentes entre o casal. Questionado sobre o assunto, Cardona recordou sua parceria com a atriz Carolina Miranda em frente às câmeras. “Carolina é uma grande atriz, uma grande amiga. É uma mulher muito inteligente, divertida, intuitiva e para mim era muito importante que ela estivesse à vontade”, mencionou.

Continua depois da Publicidade

[Era importante] ajudá-la, estar à sua disposição, e foi assim que nós interpretamos. Ela fez a mesma coisa em relação a mim. E tudo estava baseado, obviamente, no objetivo da cena. Mas tudo com muito respeito, pra que tudo saísse bem, como saiu. Para haver uma química, mas que todos estivessem bem em relação a isso”, explicou o protagonista da produção.

Quem Matou Sara Alex Elisa
Manolo Cardona também falou de suas cenas quentes com Carolina Miranda, a Elisa da série. (Foto: Divulgação/Netflix)

Homofobia e relação entre Chema e Lorenzo

Outro arco dramático de “Quem Matou Sara?” é a homofobia intrínseca nos chefes da família Lazcano, e como há uma discriminação do filho gay, Chema (Eugenio Siller). No entanto, a produção também aborda com naturalidade o casamento e as relações do personagem com Lorenzo (Roberto Guzmán). Para Manolo, esse é um dos acertos do drama mexicano da Netflix: “Eu acho que a série trata de temas que poderiam ser considerados tabu na América Latina e acho que faz isso de uma forma natural, como a relação do Chema e o personagem de Roberto Guzmán”.

Continua depois da Publicidade

“O que eu posso dizer é que eu estou muito feliz de poder tratar esses temas e ‘tabus’ de forma tão natural, que possam ser vistos na televisão e abrir uma discussão sobre esses assuntos. E, nesse caso, mostrar isso de uma forma natural, porque amor é amor. Não existem nem condições, nem cor, nada que possa afastar. Que sejamos todos irmãos e irmãs no mundo”, declarou Cardona.

Quem Matou Sara Chema Lorenzo
A relação dos personagens Chema e Lorenzo e sua tentativa de construir uma família em meio à homofobia também roubam a cena em “Quem Matou Sara?”. (Foto: Reprodução/Netflix)

Trama de vingança e sucesso da série

Ao contrário de seu personagem, Manolo agradece por nunca ter vivido essa “sede de vingança” – mas o astro diz não julgar as ambições do irmão de Sara. “Por sorte, nunca estive e espero nunca estar em situações como essa. A verdade é que eu sou uma pessoa muito tranquila. Uma pessoa que sempre levanta a bandeira do amor, da empatia, do perdão, das coisas boas da vida. Eu não gosto de fazer mal a ninguém. Então, esse não seria o meu caso. Mas eu sou ator. Obviamente, eu não julgo os meus personagens e isso é o que move meu personagem, move a trama. Então, vamos ver como é que isso termina”, refletiu.

Continua depois da Publicidade

Uma coisa é certa: “Quem Matou Sara?” é um hit absoluto! Com cerca de um mês da estreia da primeira temporada, a série tornou-se a produção estrangeira mais popular da Netflix nos Estados Unidos, com uma estimativa de 55 milhões de espectadores só naquele período. O protagonista também tentou explicar qual a receita de sucesso: “Acho que é uma mistura de tudo. Tem um roteiro muito bom, uma boa trama, bons personagens, é bem dirigida, bem produzida, com uma ótima interpretação. Toda essa combinação foi o que levou ‘Quem Matou Sara?’ a ser o sucesso e que é hoje em dia”.

Assista à entrevista na íntegra abaixo:

A segunda temporada de “Quem Matou Sara?” já está disponível na Netflix. Tá imperdível!