Equipe de Ellen DeGeneres exigia que convidados elogiassem a apresentadora; Ator Brad Garrett acusa a humorista de tratar as pessoas “horrivelmente”

Aos poucos, a reputação de Ellen DeGeneres e seu famoso talk show continua ruindo publicamente… Após funcionários da atração relatarem casos de racismo, assédio e até abuso sexual, mais uma peculiaridade dos bastidores foi revelada nesta sexta (31). A equipe supostamente pedia aos convidados para elogiar a comediante ao vivo. Ainda, o ator Brad Garrett acusou a apresentadora de ter “tratado horrivelmente” as pessoas.

De acordo com duas pessoas que foram convidadas do programa e conversaram com o Page Six, os produtores exigiam que as pessoas bajulassem DeGeneres ao vivo. “Elogie Ellen, diga a ela que grande fã você é”, lembrou uma das fontes. Um dos entrevistados, que esteve na atração apenas três anos atrás, entregou o quão desconfortável foi receber aquelas orientações.

Será?! Convidados do “The Ellen Show” revelam que produtores exigiam que a apresentadora fosse elogiada ao vivo. Foto: Reprodução/YouTube

“Esses convidados já eram fãs de Ellen, grandes fãs, mas saber que você precisa bajulá-la era realmente estranho. Você não precisa ser avisado… Se você olhar para entrevistas anteriores, a maioria dos convidados sempre elogiava Ellen, sejam eles membros da plateia ou amigos íntimos dela”, observou. Os informantes acrescentaram que não perceberam se as exigências surgiram a pedido de DeGeneres.

No entanto, o ator Brad Garrett usou seu Twitter para se manifestar a respeito das denúncias sobre os bastidores do “The Ellen DeGeneres Show”, e afirmou que a apresentadora sempre esteve ciente de tudo. “Desculpe, mas isso vem de cima [no programa]. Conheço mais de uma [pessoa] que foi tratada horrivelmente por ela. [Isso é] senso comum”, publicou.

Brad Garrett reforçou as denúncias de que Ellen não trata as pessoas bem. Foto: Reprodução/Twitter

Recentemente, Ellen DeGeneres escreveu uma carta pedindo desculpas para sua equipe. “Obviamente, algo mudou [no programa]… E por isso, eu peço desculpas”, disse ela, afirmando que as denúncias provam o não-cumprimento de seus ideais de respeito e igualdade para o ambiente de trabalho. “Qualquer um que me conhece sabe que isso é o oposto do que eu acredito e do que eu esperava para o nosso programa”, escreveu.

Ellen também assumiu a responsabilidade pela situação. “Visto que nós crescemos exponencialmente, eu não tenho conseguido estar no topo de tudo e precisei delegar alguns trabalhos a outros, que sabiam como eu gostaria que esses trabalhos fossem feitos. Claramente, alguns não fizeram isso”, lamentou ela, anunciando que medidas foram tomadas para resolver esses problemas.

Por conta da gravidade das denúncias, executivos da produtora do programa, Telepictures, e da distribuidora, Warner Bros Television, abriram um inquérito de investigação. Um memorando foi enviado para toda a equipe na última semana, dizendo que eles envolveram o grupo de relações com funcionários da Warner Media e também uma empresa terceirizada para entrevistar membros antigos e atuais do time sobre suas experiências no estúdio.