Kv

MC Kevin: Nova testemunha do caso faz acusação chocante e revolta pais do funkeiro: ‘Malditos!’; assista

Nesta semana, uma nova testemunha foi apresentada ao caso de MC Kevin, morto em 16 de maio, após cair do 5º andar de um hotel de luxo no Rio de Janeiro. O artista português Fernando Dimmy Jr, de 31 anos, afirmou ter ficado hospedado em frente ao prédio onde o funkeiro e seus amigos estavam e declarou ter presenciado o desenrolar de toda a tragédia.

Em reportagem exibida ontem (1º), no “Domingo Espetacular”, Fernando detalhou sua versão da história para Roberto Cabrini. “Eu estava à espera de que minha irmã subisse para meu quarto. Depois de um tempo, ela estava na varanda e gritou: ‘Vem ver aqui atos sexuais à distância’. Então, eu vi o que era para ver. Foi uns 10 minutos antes da queda, se eu não me engano. Bem, é aí onde entra o Jonathan. Ele entrou [no quarto] porque queria participar do ato sexual”, relatou.

Continua depois da Publicidade

Segundo Dimmy, o amigo do cantor teria então insistido para participar da relação e, após receber uma negativa, passou a agir de modo mais agressivo. “Ele entrou a primeira vez, o MC Kevin levantou a mão como se estivesse expulsando o Jonathan do quarto. Que ele entrou no banheiro, eu não posso dizer nem que sim nem que não, porque, aparentemente, ninguém foi ao banheiro. A terceira vez que Jonathan voltou a entrar, foi de uma maneira muito brusca e, com certeza, seria este o momento que ele entrou dizendo: ‘Moiou, moiou, tio'”, contou.

Ainda de acordo com a testemunha, Victor Elias Fontenelle, o MC VK, seria o responsável por incentivar Kevin a pular da sacada para não ser pego pela esposa, Deolane Bezerra, enquanto a traía: “Ele (Jonathan) foi se movimentando muito, como se fosse um louco, como se quisesse assustar quem estava no quarto. E o MC VK levantou da cama e movimentou os braços de uma forma assustadora. Aí sim, exatamente deu para entender que o VK estava tentando incentivar ou querendo assustar o Kevin para ir para algum lado”.

Mc Kevin (1)
Foi comprovado por exames toxicológicos que MC Kevin usou MDMA e estava drogado antes de sua morte. (Foto: Reprodução/Instagram)

Ao final da entrevista, o português disse que Kevin pediu ajuda para VK quando estava pendurado no parapeito. O amigo, entretanto, não prestou socorro e o acidente aconteceu na sequência. “Deu a entender que o MC VK estava incentivando Kevin a se pendurar naquele local. Ele estava pedindo que o VK o ajudasse. Eu entendi, porque ele gritou mesmo, deu para ouvir de onde eu estava. Ele disse: ‘Me ajuda, me ajuda’. Mesmo assim, o VK parecia que estava incentivando ele a ir para o andar de baixo ou a largar”, relatou.

“Depois de ter gritado e não ter conseguido ficar apoiado no parapeito da varanda, já quando [Kevin] estava a cair, ele (VK) antes deu um chute, como se fosse um chute no parapeito. Ele (Kevin) foi se distanciando um pouco do edifício. Foi aí que me dei conta do que estava acontecendo, que ele estava realmente a cair, que ninguém estava a ajudar. Fui pegar meu celular para ver se dava para filmar uma parte, pois assim eu podia fazer uma publicação sem ter de me expor. Quando peguei o celular, foi muito tarde. Nós ouvimos um pequeno estrondo como se fosse um ‘puff'”, encerrou Dimmy.

Bianca Domingues, acompanhante de luxo que estava com o funkeiro no momento de sua morte, também afirmou ter se lembrado de novos detalhes sobre a fatídica noite. Segundo ela, Kevin e VK teriam brigado minutos antes de o acidente acontecer: “Eu, então, atordoada, olho para o interior do quarto, pois estava sentada na direção frontal para a varanda, sentada na segunda cama de solteiro, no momento em que, após gestos de Kevin, e VK, de forma bruta, observo Kevin passando a segunda perna pela varanda”.

“Assustada, eu vou em direção à sacada, para entender o que estava acontecendo e noto, repentinamente, um movimento que lembra uma tentativa de Kevin de tomar impulso para retornar ou passar para o andar de baixo. Mas Kevin solta as mãos de onde segurava e despenca”, alegou ela, por fim. Confira a reportagem completa:

A versão apresentada por Fernando Dimmy é a mesma que a viúva de Kevin, Deolane Bezerra, tem defendido e será repassada ao Ministério Público. No último dia 12 de julho, a advogada declarou, em entrevista ao apresentador Sérgio Mallandro, no podcast “Papagaio Falante”, que a morte do cantor, na sua opinião, foi um homicídio.

Pais do músico e Deolane se manifestam

Após a exibição da reportagem no “Domingo Espetacular”, os pais de MC Kevin usaram as redes sociais para demonstrarem revolta com toda a história. Agnaldo Bueno, pai do cantor, disse que se o filho não tivesse sido incentivado, nunca se jogaria do quinto andar de um prédio. “Meu filho jamais teria pulado se não fosse incentivado! Que a Justiça de Deus seja feita!”, escreveu ele, que publicou ainda uma série de vídeos ao lado do funkeiro, declarando amá-lo.

220631313 148423884089149 6626068804723585564 N
Post de Agnaldo. (Foto: Reprodução/Instagram)

Valquíria Nascimento, mãe do MC, também usou o Instagram para externar sua ira com Bianca, MC VK e Jonathan. Segundo ela, os três teriam prestado depoimentos falsos à polícia: “Bando de filho da put*, estão todos mentindo. Meu filho foi uma vítima. Ele era o único de coração puro aí. O resto tudo falso, mentirosos, mas Deus tudo vê e a Justiça vai ser feita. Mataram ele, Judas desgraçados. Nada vai trazer ele de volta, mas isso não vai ficar assim, a Justiça de Deus tá aí. Perdi meu filho por pessoas malditas. Tá todo mundo mentindo. Um joga pro outro e, na verdade, é tudo culpado. Desgraçados, agora eu vou atrás de cada um. Ninguém vai ter paz. Ninguém, malditos”.

A matriarca, então, declarou que irá lutar incansavelmente para que os envolvidos no caso sejam punidos. “Eu não tenho paz e agora vocês não vão mais ter paz também. Vou atrás de vocês todos, pode esperar. Certeza, malditos, isso não vai ficar assim, não. E eu aqui besta, não vendo nada… pois agora eu vi e vou até o inferno atrás, pode esperar. Não sou trouxa de ninguém e olha bem o que estou falando”, escreveu.

Continua depois da Publicidade

E as alfinetadas não pararam por aí: “Meu filho não era santo, não, mas ele não era ruim. Tinha um coração tão grande que não viu os lixos de pessoas que andavam atrás dele. Lixo de pessoas, isso que vocês são, todo mundo que tava lá vendo o menino pedindo ajuda e não fez nada. Ainda fala que é irmão, amigo, são um bando de filho da put*, maldito!”.

Valquíria terminou seu desabafo publicando um vídeo de Kevin cantando e pediu perdão por não estar na sacada do hotel no Rio de Janeiro para atender o grito de socorro. “Eu vou estar aqui até o último dia pra te defender. Eu sei que você é uma das melhores pessoas do mundo. Eu te amo. Me perdoa por não estar lá na hora que você pediu ajuda”, concluiu.

Assim como os pais do cantor, Deolane Bezerra também se manifestou nas redes, cobrando a verdade dos envolvidos no caso. A advogada, inclusive, marcou MC VK em uma postagem, apontando-o como responsável por incentivar o amigo a pular da janela para o andar de baixo. “Sai do banho, MC VK!”, escreveu, ironizando a versão dada pelo rapaz à polícia, de que estaria no banheiro no momento da queda de Kevin.

O novo depoimento de Bianca também foi colocado em xeque por Deolane. “A ‘mocinha’ só falou a verdade porque apareceu uma testemunha que viu tudo, está óbvio, medo que fala, né? Para de vitimismo! Falso testemunho, omissão de socorro e etc… Olhe lá em ser participante. Conta aí ‘mocinha’, porque mentiu. Eles te ameaçaram? Te prometeram algo? Se vim com toda a verdade, fica legal. Faltou você falar algumas coisas!!!”, disparou a viúva.

Continua depois da Publicidade

Inconformada com o relato de que MC VK teria negado ajuda a Kevin quando estava pendurado no parapeito, Deolane se mostrou desconfiada de que a atitude tenha sido pensada. Dessa forma, o amigo da vítima desfrutaria da fama do funkeiro. “O ‘amigo’: instigação ao suicídio, homicídio ‘dolo eventual’, omissão de socorro e a famosa inveja. Fora coação a testemunha. Será que tudo isso foi pra desfrutar sozinho?”, indagou.

Ainda em seu texto, Bezerra sugeriu que VK e Jonathan teriam combinado seus depoimentos às autoridades com intenção de limparem a barra um do outro. “O ‘amigo 2’, será que combinou com o ‘amigo 1’? Omissão, investigação, homicídio e inveja. Só não esqueçam, eu não esqueci! Vai ser a melhor assistência de acusação da minha vida. Obrigada, Deus. O Senhor ouviu minhas preces”, encerrou ela, prometendo colocar os possíveis culpados pela morte de Kevin na cadeia.