Panico Porradaria (1)

“Pânico”: Apresentador André Marinho e comentarista Tomé Abduch trocam socos ao vivo em programa, e pancadaria vira meme na web: “Quinta série”; assista!

Uepa! Na tarde desta terça-feira (11), o programa “Pânico” presenciou uma briga acalorada entre o apresentador André Marinho e o comentarista político Tomé Abduch. Os dois se estranharam após uma provocação de André ao convidado, enquanto ele falava sobre seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Não é o “Programa do Ratinho”, mas foi só o babado, confusão e baixaria!

O clima esquentou quando Abduch disse ter apoiado a eleição de Arthur Lira para a presidência da Câmara dos Deputados, citando uma conversa que teve com a deputada federal Joice Hasselman. “Eu falei: Joice, você escolheu o seu lado. Você vai ter o bônus e o ônus do teu problema. Eu apoiei o presidente Jair Bolsonaro, siga o teu caminho’. Aí colocam lá e vem um babaca aqui…”, disse ele, quando foi interrompido por André.

Continua depois da Publicidade

“Valeu Chorão, valeu chorão! Vai chora, chora por político”, alfinetou o apresentador, deixando o comentarista revoltado. “Chorão é o c*ralho”, disparou Abduch, partindo para cima de Marinho. Os dois trocaram chutes e golpes numa intensa pancadaria, que precisou de muitas pessoas para ser apartada, enquanto o “Pânico” foi para o intervalo. Vale lembrar que André é irmão de Giulia Be e filho do empresário Paulo Marinho, que foi um dos maiores apoiadores de Jair Bolsonaro em 2018 e, inclusive, cedia sua mansão em prol da organização da campanha eleitoral do presidente. Assista ao vídeo na íntegra abaixo:

André Marinho se manifesta relata ameaça com arma

Mais tarde, André voltou às redes sociais para falar sobre o caso, alegando até mesmo ter sido ameaçado por um segurança armado de Tomé. “Hoje fui agredido por um senhor que age como militante. Deslumbrado com a própria irrelevância, se aproveitou do Pânico para me ofender. Exalta sua família, mas só faz atacar a minha. Bancou o valente pois trouxe um segurança para me dar um mata-leão e ameaçar com sua arma”, escreveu.

Continua depois da Publicidade

“Vinte anos mais velho que eu, deu exemplo de quem realmente é. Contra fatos não há argumentos. De minha parte, não cederei um milímetro sequer – constatando as mentiras e dizendo as verdades inconvenientes para esses desqualificados”, publicou o apresentador no Twitter.

Tomé Abduck também se manifesta

Com a repercussão, Abduck gravou um vídeo no qual tenta explicar o que o levou a partir para cima de Marinho, após tanta rivalidade política entre eles. “O Marinho já tem passado há algum tempo de todos os limites, pois ele tem sempre tentado levar a minha vida pessoal, que é a minha vida familiar, pro programa”, disse ele, antes de explicar uma série de questões que teriam sido levantadas.

Por fim, ele refletiu sobre a briga: “Atitude que eu tive ali de levantar pra brigar não foi a melhor possível. Então, eu não recomendo que as pessoas lidem com a vida dessa forma. Eu estava nervoso. Eu cometi um erro ali. Eu devia ter me acalmado e respondido. Mas quando mexe com família, com filho, a gente acaba saindo um pouco, né. Até porque nós temos uma uma hombridade dentro de nós. Que faz com que a gente acaba reagindo a determina situações, foi o que aconteceu ali”.

Reação da web

Se os próprios apresentadores fizeram graça com a porradaria, na web não seria diferente, né? O vídeo viralizou nas redes sociais e surgiram vários memes sobre o assunto. Teve até uma versão repaginada da cena, imaginando como a treta seria se fosse ao melhor estilo de “Chocolate com Pimenta”.

Continua depois da Publicidade

Muita gente ficou surpresa pela cena. O humorista Paulinho Serra, por exemplo, lembrou dos tempos que ele mesmo pediu para sair do programa – afinal, imagina um clima amigável desses? “Sempre bom lembrar que eu pedi demissão do ‘Pânico’. Há 11 anos”, escreveu o comediante, em meio à repercussão. Houve ainda os que suspeitaram da veracidade do embate. “Cara de armado pra viralizar. A cara do Pânico isso”, disse Thiago Pasqualotto. Mas outros internautas discordaram: “Eu acho que não, irmão… esses dois aí estão discutindo por causa de política faz tempo… e ainda por cima eles se atacam no pessoal”.

No fim das contas, muita gente resolveu escolher um só lado: o da briga! Kkkk Foram vários os que acharam graça da discussão, motivada pela defesa ferrenha do presidente. Confira mais reações abaixo:

Continua depois da Publicidade

Continua depois da Publicidade

Assista ao vídeo na íntegra [trecho da pancadaria a partir de 1h57m50s]: