Em meio a briga por custódia da filha, ex-mulher de Jeremy Renner acusa o ator de ter mordido a garotinha; Astro responde

Gente, que tenso… A briga entre Jeremy Renner, astro de “Vingadores”, e sua ex-mulher, Sonni Pacheco, pela custódia da filha Ava continua. Na noite de ontem (29), a história ganhou mais um capítulo. A troca de acusações é grande, mas dessa vez, documentos obtidos pelo The Post incluem alegações da própria criança!

De acordo com a fonte, Sonni descobriu que o rapaz teria mordido a filha após perceber um machucado no braço da menina. Os papéis registrados na Suprema Corte da Califórnia trazem uma fala de Ava: “O papai me mordeu. Está tudo bem mamãe, foi um acidente. Eu falei pra ele nunca mais fazer aquilo de novo”.

“Mais tarde, Ava explicou que a mordida aconteceu quando ele [Jeremy] estava ‘sendo malvado e gritando'”, afirmou Sonni. Uma troca de emails anexada aos documentos trazia uma resposta de Renner sobre o caso. Ele dizia que o machucado foi feito após o cinto de segurança ficar preso no braço da filha, durante um passeio de carro.

Em continuação, Pacheco instigou o ex, buscando mais respostas: “Ava me contou durante o café da manhã que você a mordeu”. Entretanto, o artista negou, e revelou uma brincadeira feita entre ele e a garotinha. “Ha. Não. Nós criamos um jogo de mordidinhas chamado ‘Ava burrito’. Haha. Mas não foi uma mordida. Diga a ela que ela é apimentada. E o jogo continua. Haha. O jogo de mordidelas são mordidas falsas”, explicou ele.

Ainda ontem, um representante de Renner disse que as reivindicações de Pacheco “são categoricamente falsas e apenas mais um assassinato de caráter feito por Sonni e seu advogado”. Ele acrescentou que depois dela reivindicar o incidente, “nunca procurou uma ordem de restrição ou nunca reteve o tempo de custódia de 50% de Renner”.

Entenda o caso:

Renner e Pacheco foram casados por dez meses e vêm mantendo uma história bem difícil desde que se divorciaram em dezembro de 2014. Os dois dividem a custódia da pequena Ava, de 6 anos. Entretanto, em setembro, a mulher entrou na justiça para conseguir a guarda integral da filha, com apenas visitas monitoradas do pai. Logo em seguida, o ator respondeu, exigindo a custódia integral para ele mesmo.

Semanas atrás (14), Sonni enviou documentos acusando Jeremy de tê-la ameaçado de morte. Após o episódio, ele teria enfiado uma arma em sua própria boca, como se estivesse prestes a suicidar, e disparado um tiro no teto, enquanto a filha dormia no quarto ao lado. Ela ainda disse que Renner já se drogou enquanto estava com a custódia física da pequena e, inclusive, teria deixado cocaína na pia de um banheiro que era acessível a Ava.

Mais tarde, o artista rebateu as acusações, afirmando que a ex-mulher estaria brava com o fato do relacionamento não ter dado certo, e que ela estaria procurando um jeito fácil de conseguir tomar o seu dinheiro. Leia mais detalhes, clicando aqui.