Fabio Porchat se desculpa por vídeo gordofóbico do Porta dos Fundos, e produtora toma decisão sobre esquete de humor; saiba os detalhes!

Após ser acusado de promover gordofobia em um de seus vídeos, o Porta dos Fundos admitiu que errou com as piadas de mau gosto da esquete. Durante uma live no Instagram na segunda-feira (8), o apresentador e ator Fabio Porchat, que faz parte da produtora, falou sobre o ocorrido e prometeu gravar novamente o vídeo “Teste de Covid”, consertando os erros cometidos da primeira vez.

No vídeo protagonizado por Fábio de Luca e Thati Lopes, o ator recebe uma ligação com os resultados de um teste para a covid-19. A atendente revela que o teste deu negativo porque o vírus não resistiu ao “corpo podre” do paciente. No final, o personagem de Fabio ainda aparece cercado por comidas que não são saudáveis à saúde.

Continua depois da Publicidade

Após a repercussão negativa da produção, o Porta dos Fundos resolveu escutar os apontamentos sobre gordofobia que estavam presentes no texto da esquete. Para entender melhor, Porchat realizou uma transmissão online e convidou a ativista do movimento “Corpo Livre” Bianca Barroca. No domingo (7), ela chegou a gravar um vídeo que viralizou nas redes, apontando como as “piadas” sobre o corpo gordo tinham um impacto negativo nas pessoas, e questionando até quando o canal seguiria insistindo neste tipo de postura.

No vídeo “Teste de Covid”, a personagem da atriz Thati Lopes diz que o coronavírus não sobreviveu ao “corpo podre” de um homem gordo. Foto: Reprodução/YouTube

“O problema central para mim é que o vídeo retrata mais uma vez a pessoa gorda como aquela pessoa desleixada, que não cuida da saúde. Essa é uma visão que não deve ser perpetuada. A pessoa gorda já passa por diversos preconceitos e isso não representa ela. Trouxe isso para indagar mudanças à vocês. Vamos trazer uma outra abordagem para esse assunto”, pediu a influenciadora para Porchat durante a live.

Continua depois da Publicidade

Ao mesmo tempo que o vídeo causou uma repercussão negativa, muitas pessoas acreditavam ser apenas um exagero. Fabio Porchat fez questão de reforçar que as críticas precisam, sim, serem ouvidas, principalmente quando falam da dor de outra pessoa. “Para mim o problema não é a ignorância, porque ninguém nasce sabendo. O problema é não querer aprender”, observou.

O apresentador ainda falou sobre o processo de produção dos vídeos no canal, e lembrou que após a leitura, ninguém tinha percebido o preconceito presente no texto. Talvez pelo fato de não terem escalado o ator que interpretaria a sequência ainda.

Após criticar duramente o vídeo do Porta dos Fundos, Bianca Barroca topou explicar para Fabio Porchat como a produção era preconceituosa. Foto: Reprodução/Instagram

“Cada um escreve o roteiro e leva para uma reunião, para uma leitura coletiva. A gente ouviu, leu junto, e o mais curioso foi que ninguém ficou com o pé atrás, porque não havia indicação de ator. Então a piada central era uma pessoa com o organismo tão podre que nem o vírus iria querer ficar lá dentro”, contou.

Continua depois da Publicidade

O Porta dos Fundos decidiu arquivar a publicação original e irá gravar novamente o vídeo, agora com um ator que vá passar a mensagem da piada, mas sem reproduzir os estereótipos que, em sua grande maioria, são relacionados à pessoas gordas.

Durante a transmissão, o ator Fábio de Luca falou como as críticas das pessoas o fizeram repensar sua relação com o próprio corpo. “Esse alerta me fez me enxergar de maneira diferente. Eu sempre fiz piada com o meu corpo porque achava que tinha que ser assim e não precisa, é só viver”, falou. Assista à live na íntegra:

View this post on Instagram

com @biancabarroca e @alexandrismos

A post shared by Porta dos Fundos (@portadosfundos) on

Repercussão negativa entre amigos famosos

A atriz e apresentadora Fabiana Karla foi uma das pessoas que se incomodou bastante com o conteúdo do vídeo “Teste de Covid”. Em seu Instagram, ela fez um post repudiando duramente o Porta dos Fundos. “Chega a ser irresponsável. Essas pessoas que escrevem piadas gordofóbicas são as mesmas que falam em empatia na internet, sobem hashtags de movimentos sociais, mas escorregam em algo que pode afetar seriamente o psicológico de muita gente”, reclamou.

View this post on Instagram

Esse post é um desabafo! É muito difícil se posicionar e eu sempre acreditei que o bullying nunca me atingiu, mas com o passar do tempo, eu fui entender que isso não significa que ele não existiu por perto….E agora ele se apresenta pra mim disfarçado de ARTE. Eu defendo tantas causas, sou parceira de tanta gente, então nessa hora, no meu lugar de fala, eu não posso calar. Chega de empatia seletiva. Todos somos pessoas e merecemos RESPEITO.Desta vez não dá pra só SER, precisei falar, agir, desabafar, mas não é um ataque, é realmente um desabafo. Estou à disposição pra aprendermos juntos, mas preciso estar a serviço e como esse é meu lugar de fala, aqui estou eu. #naoagordofobia

A post shared by Fabiana Karla ✨ (@fabianakarlareal) on

Continua depois da Publicidade

Nos comentários da publicação, a artista recebeu o apoio de algumas celebridades, como a apresentadora Xuxa Meneghel. “Que lindo o que você falou. Não vi o vídeo e nem quero ver, quero ver você falando mais e mais”, escreveu. Preta Gil e Samantha Schmuntz declararam seu amor pela amiga. O ator Nelson Freitas publicou: “Falou e disse”.

Foto: Reprodução/Instagram

O ator Leandro Hassum, que perdeu 62kg após se submeter a uma cirurgia bariátrica, falou sobre o seu passado e como as brincadeiras de mau gosto o afetaram. “Esse corpo da esquerda nunca foi podre. Nem o outro. Possuo, assim como muitos brasileiros, uma doença crônica chamada obesidade e me trato. Não é fácil. Você que também sofre dessa doença merece respeito”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

“Estou sempre do lado da boa piada, até piada de gordo. Fiz muitas e ainda faço. Porém chamar um gordo de ‘corpo podre’ nesse momento, que se fala em igualdade e espalhar o bem, é um desserviço. Só gostaria de dizer que uma piada não pode ficar acima de um balde de lágrimas. Só se forem lágrimas de alegria”, completou.

View this post on Instagram

Esse corpo da esquerda nunca foi podre. Nem o outro. Possuo ,assim como muitos Brasileiros uma doença crônica chamada Obesidade e me trato. Não é fácil. Vc que tb sofre dessa doença merece respeito. Estou sempre do lado da boa piada, até piada de gordo. Fiz muitas e ainda faço. Porém chamar um gordo de “corpo podre” nesse momento ,que se fala em igualdade e espalhar o bem é um desserviço.Poderia colocar aqui vários ##### mas não farei. Só gostaria de dizer que uma piada não pode ficar acima de um balde de lágrimas. Só se forem lágrimas de alegria. Um abraço respeitoso e carinhoso para meus colegas que reconheço o talento e qualidade mas…erraram na mão. De coração amo vcs mesmo… morro de rir. Vocês merecem todo sucesso que tem. São batalhadores ,inteligentes e atuais. Por isso me espantou um piada tão velha. ❤️❤️❤️

A post shared by Leandro Hassum (@leandrohassum) on