Fotojet (2)

Grazi Massafera relembra ritual para “se livrar” de personagem durante gravações de “Verdades Secretas”; confira

É ela! Linda, carismática e extremamente talentosa, Grazi Massafera escreveu seu nome na história da dramaturgia brasileira ao interpretar Larissa em “Verdades Secretas“. Com a reprise da novela marcada para começar a partir do dia 24, na TV Globo, a jornalista Marcelle Carvalho, do Splash Uol, conversou com a artista sobre o trabalho, e descobriu um ritual que Grazi fazia para “exorcizar” toda a energia da personagem.

Na trama de Walcyr Carrasco, a atriz deu vida a uma modelo que tinha o sonho de fazer sucesso na moda, mas viu as chances cada vez mais distantes enquanto se prostituía, e por fim, quando sucumbiu ao mundo das drogas. “Larissa é uma modelo no momento de decadência, vazia, sem apoio familiar, sem estrutura emocional nenhuma, que cai nessa sedução do meio da moda e, em consequência, pega a pior parte desse meio. Com Larissa, na verdade, eu entendi muita coisa da profissão. É um trabalho e uma personagem praticamente sociais, quase um projeto social da minha parte. Acho que as pessoas também receberam dessa forma e me orgulho disso”, avaliou Grazi.

Apesar do processo intenso que foi construir a personagem, Massafera garante que os bastidores eram leves e prazerosos, na medida do possível, claro. Para lidar com toda a carga emocional que o trabalho exigiu, a estrela desenvolveu uma espécie de ritual em que conseguia “ligar/desligar” o “modo Larissa”. “Chegava em casa, ia pro banho, fazia as minhas orações, jogava água benta com alfazema na casa, convidava os anjos da guarda. Acredito em energia, gosto de fazer limpeza. Esse processo todo ficou muito fechadinho, eu tinha prazer em trabalhar dessa forma”, entregou.

Continua depois da Publicidade

Com a experiência de modelo em seu currículo pessoal, Grazi precisou trabalhar muito para entender como interpretaria Larissa durante o período da dependência química. “Li sobre o processo químico de cada droga: cocaína, LSD, os ácidos e depois o crack. Conversei com especialistas, fiz um amplo estudo de imagens de filmes já consagrados, clássicos do tema. Depois, fui para o processo corporal, saber como era a sensação de cada droga no corpo”, explicou.

Fotojet (1)
Grazi Massafera foi indicada ao Emmy Internacional pela atuação impecável em “Verdades Secretas”. Fotos: Getty; Reprodução/TV Globo

“O processo foi bem exaustivo até chegar onde era parecido, porque eu nunca usei nenhum desses tipos de droga. Então, tinha que achar no corpo aonde cada um afetava mais para diferenciar as drogas. Quando a gente se aproximava do resultado, criava a memória corporal. Depois é que eu fui para o texto. Foi um processo bem interessante, bem esmiuçado”, lembrou.

E valeu muito a pena! Grazi Massafera foi indicada ao Emmy Internacional na categoria “Melhor Atriz”. Feito que ela confessou nem ter cogitado que conseguiria… “A ficha só caiu quando eu estava lá, no dia. Foi muito louco isso. Hoje eu digo que a ficha caiu e tenho essa indicação como um dos maiores orgulhos da minha carreira. Na época, eu estava meio anestesiada, as pessoas falavam e parecia que não era eu, era tão grande que eu não percebia”, confessou.

Continua depois da Publicidade

Fora da segunda temporada de “Verdades Secretas” por conta de outros projetos, a atriz revelou que pretende assistir à reprise com um novo olhar. “Achei uma ótima oportunidade de rever sem a emoção do momento. Eu vou assistir mais como espectadora. É um trabalho que o público gostou tanto… Como a gente ainda está num processo pandêmico, acho que vai ser gostoso rever”, contou. “Tenho uma autocrítica bem severa, porque eu sou assim. Mas passa. Vejo uma cena minha e é difícil dizer que estava boa, sempre enxergo algo que eu poderia melhorar. Mas não me martirizo. Tenho um pensamento, uma estratégia de atleta: eu assisto a minha performance e vejo o que posso melhorar para as próximas”, completou.