Fotojet (1)

Irmã de MC Kevin desabafa e faz pedido a MC VK: ‘Ele não responde ninguém da família’; assista

Durante a edição desta quarta-feira (19) do “Cidade Alerta“, da Record TV, o apresentador Luiz Bacci revelou mensagens que recebeu nas redes sociais de Suevilyyn, irmã de MC Kevin, que faleceu no domingo (16). Na conversa, a jovem reclamou que MC VK, amigo que estava com o funkeiro na hora do acidente, não está respondendo as tentativas de contato da família de Kevin.

Ao vivo, o apresentador leu os questionamentos da família e também, o desabafo da jovem sobre a atitude do também cantor. “A consideração pela minha mãe, por alguém que ele já chamou de mãe, o VK joga fora, né? Por que não responde ela? E não responde nenhum de nós da família?”, escreveu ela ao jornalista.

O relato continuou: “A satisfação que o VK tem que dar é pra minha mãe, não é pra jornal, não é pra ninguém.
Na hora da farra, do sexo, das drogas, ele estava lá aproveitando o máximo. Na hora da morte, nem sequer teve a coragem de aparecer. Já que ele disse “amar” o meu irmão… Ele amava as festas. Era isso que o VK amava. Sempre se promoveu com o nome dele e isso custou a própria vida do Kevin”.

Suevilyyn ainda compartilhou com Bacci as mensagens que teria mandado para VK ao longo dos últimos dias e que foram ignoradas. “Conte a verdade para quem merece ouvir a verdade. Tenha senso uma vez que seja. Na hora do sexo, das festas, das drogas, estava todo mundo. Na hora do luto, não tem ninguém, apenas a família”, lamentou. “O Kevin errou e isso custou a vida dele, mas não esqueça que se você fosse ‘amigo irmão’ como você diz, teria feito o mínimo e teria falado: ‘Não, irmão, não faz isso, vai para o quarto com a sua mulher'”. Mas pelo contrário, você preferiu incentivar ele novamente a trair a mulher que estava do lado dele e que não saiu do lado do caixão dele nem por um segundo”, pontuou.

Continua depois da Publicidade

“Verdade nenhuma, depoimento nenhum, vai tirar esse peso da sua consciência, NUNCA, NUNCA, NUNCA, NUNCA. Você chamou minha mãe de MÃE e teve a colaboração em deixar ela perder a única pessoa que deu forças e ajudou ela a vencer. Em questão de minutos, toda essa vitória foi por água abaixo”, concluiu Suevilyyn. Assista à reportagem completa:

Depoimento de MC VK à polícia

Nessa quarta-feira (19), o G1 divulgou trechos do depoimento feito à polícia por Victor Elias Fontenelle, o MC VK – uma das pessoas que presenciou a tragédia. Em seu relato, Victor afirmou que tanto ele quanto o amigo tiveram relações sexuais naquela tarde com Bianca Domingues, no quarto de número 502. A esposa de Kevin, a advogada Deolane Bezerra, por sua vez, estava no cômodo em que o casal foi hospedado, número 1302, sem saber o que o marido estava fazendo.

Segundo Elias, em certo momento, Kevin chamou Bianca para que ficassem a sós na sacada e as cortinas foram fechadas. VK, por sua vez, teria se dirigido até o banheiro para se lavar e, quando retornou, abriu a persiana e visualizou o amigo já escorregando do parapeito da varanda. “Que o declarante viu quando as mãos de Kevin escorregaram; Que o declarante esclarece que Kevin não caiu ‘reto’, que ele foi se distanciando do prédio; Que o declarante viu que Kevin bateu em algo, como se fosse um telhado antes de cair no chão”, informa um trecho do documento.

Continua depois da Publicidade

Vk
Kevin caiu de uma altura de aproximadamente 15 metros, num vão entre o deque da piscina e um bar. A causa da morte indicada em laudo de necropsia foi traumatismo craniano. (Foto: Reprodução/TV Globo)

Também na 16ª DP da Barra da Tijuca, Victor disse que “a única razão que poderia levar Kevin a passar para o quarto do andar de baixo era o receio de ser descoberto por Deolane”. Entretanto, o MC declarou que, até onde sabia, a advogada não estava no corredor do quarto 502 ou batendo na porta. Por isso, para Elias não existe um motivo exato para o que aconteceu com o amigo.