Fotojet (3)

Pai de MC Kevin diz na TV que funkeiro foi vítima de “emboscada”: “Montaram pra ele”; assista

Na manhã desta quinta-feira (20), Agnaldo Barros Bueno, pai de MC Kevin, participou do programa “Vem pra Cá”, do SBT, e abriu o coração sobre a morte precoce do filho. O músico caiu do quinto andar de um hotel no Rio de Janeiro, não resistiu aos ferimentos e faleceu no último domingo (16). Segundo depoimentos de testemunhas, o funkeiro estaria com outra mulher no quarto e teria escorregado da varanda após uma suposta tentativa de se “esconder” da esposa, a advogada Deolane Bezerra.

“Ele era um menino que irradiava. Era um menino de ouro. Um menino exemplar. Ele ‘tava’ feliz. Demonstrava amor e muito carinho por ela (Deolane). Daria o mundo por ela. Tinha suas brigas, mas era mais dela com ele. Ela queria cuidar dele. Ela tentou tirar ele da bebida, de parar de ficar pagando conta de menino, ‘sugadores’, como ela chama, né?”, comentou, mencionando um discurso feito pela advogada no velório de Kevin. Na ocasião, Deolane chamou os amigos do marido de “sanguessugas”.

Continua depois da Publicidade

Barros relembrou ainda como recebeu a notícia da tragédia, classificada por ele como uma “emboscada”. “Eu e minha esposa resolvemos passear na casa da minha filha Evelyn. Passamos o dia com ela. E como temos muita brincadeira entre família, ela veio correndo na minha direção falando: ‘O Kevin pulou do quinto andar’. Pra mim, aquilo tinha sido uma brincadeira. Foi um choque tão grande pra mim, quando descobri a realidade. Foi uma emboscada que montaram pra ele. O que aconteceu pra mim ali foi uma emboscada”, declarou por fim, emocionado.

Entenda o caso

Na segunda-feira (17), a polícia deu início às investigações para descobrir como ocorreu a morte de Kevin Nascimento Bueno, mais conhecido como MC Kevin. O rapaz de 23 anos perdeu a vida após cair do 5º andar de um hotel na orla da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, neste domingo (16). O funkeiro morava em Mogi das Cruzes, São Paulo, mas estava na capital carioca para realizar um show clandestino em uma boate na Vila Valqueire, Zona Oeste, no sábado (15).

A advogada Deolane Bezerra, esposa de Kevin, os amigos e a equipe de produção que trabalhava com o artista prestaram depoimento na madrugada da segunda-feira (17), na 16ª DP (Barra da Tijuca), que investiga o caso. Alguns deles também já haviam sido ouvidos ainda no hotel.

Captura De Tela 2021 05 16 Às 22.23.48
MC Kevin fez parcerias com nomes como MC Guimê, MC Don Juan e MC Hariel, e se tornou figura importante no funk paulista (Foto: Divulgação)

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, eles teriam sido acionados às 18h13 para atender a ocorrência da queda. O funkeiro chegou a ser levado para o hospital Miguel Couto, na Gávea, na Zona Sul, em estado muito grave. Kevin sofreu duas paradas cardiorrespiratórias e não resistiu. O corpo dele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e liberado na segunda (17), por parentes e amigos.

A morte de MC Kevin foi um choque e deixou seus familiares, amigos e milhares de fãs em luto. O artista recebeu uma série de tributos, incluindo de nomes como Neymar, Jojo Todynho, Kevinho, e o astro internacional Marlon Wayans, de “As Branquelas”. A mãe do funkeiro também fez uma comovente homenagem, resgatando a última foto que recebeu do filho. Além dela, foram várias as outras publicações lamentando a dor dessa partida… Confira, clicando aqui.