Whatsapp Image 2021 06 04 At 09.29.44

Kim Kardashian revela aprendizado muito importante que teve ao conviver com Kanye West por uma década; vem saber!

O relacionamento pode ter acabado, mas deixou coisas boas! Kim Kardashian participou do podcast ‘We Are Supported By’, nesta quarta-feira (11), e durante o bate-papo com Kristen Bell e Monica Padman, a empresária explicou que o ex-marido, Kanye West a ajudou muito a ser a mulher confiante que é hoje.

“Eu cheguei a um ponto — e talvez seja o fato de que tive um relacionamento com Kanye por uma década, alguém que absolutamente não se importa em ser simpático e que não liga para o que vão pensar dele, contanto que ele esteja sendo fiel a si mesmo — isso me ensinou muito sobre a melhor maneira de ser eu e de viver o momento”, declarou.

Continua depois da Publicidade

A dona da SKIMS ainda revelou que costumava tentar agradar todo mundo, não se colocando como prioridade. Porém, esse pensamento mudou. “O importante é ser eu e fazer isso do jeito que quero. Você tem apenas uma vida. Isso me ensinou a ser mais confiante sobre mim mesma e realmente não ligar para o que os outros pensam”, explicou.

Kim Kardashian Kanye West
Kim Kardashian, Kanye West e os filhos do ex-casal, North, Saint, Chicago e Psalm (Foto: Reprodução/Instagram)

Kim e Kanye permaneceram juntos por dez anos. O casamento foi um luxuoso evento em Florença, na Itália, em maio de 2014. Eles têm quatro filhos: North, 8 anos, Saint, 5 anos, Chicago, 3 anos e Psalm, de 2. Em fevereiro deste ano, a empresária pediu divórcio do rapper.

Entretanto, os dois se esforçam ao máximo para manter uma relação amigável, para o bem das crianças. Inclusive, durante o lançamento do novo álbum do cantor, Kim e a família viajaram para Atlanta para ver as primeiras apresentações do trabalho intitulado “Donda”. “É  de extrema importância para ela que os filhos passem o máximo de tempo possível com Kanye. Kim tenta ser solidária e o foco é na co-parentalidade. Mas nada mudou, eles ainda estão seguindo com o divórcio”, contou uma fonte próxima da beldade para a revista People no começo de agosto.

Body Shaming durante a gravidez

Ainda para o podcast, a Kardashian declarou que na gestação de North, não se achava uma “boa grávida” e odiava a sua aparência: “Eu estava tão habituada a ver a minha mãe grávida, a minha irmã grávida, e todas tão bonitas e tendo os partos fáceis, tudo ótimo, e os corpos voltando logo ao normal. Não era o meu caso”. Segundo ela, a pior parte foi como a mídia a retratava, relatando suas características físicas de forma brutal. Tiveram casos em que a compararam com a baleia Shamu, orca famosa por shows no Sea World, em Orlando.

Continua depois da Publicidade

Kim Kardashian Se Derrete Ao Publicar Lindo Registro De Sua Filha Mais Velha North West 961879
Kim Kardashian revela ter sofrido muito na gravidez de North (Foto: Reprodução/Instagram)

Kim pontuou que o período de gravidez não foi difícil somente devido à aparência. A empresária explicou que, enquanto era criticada pela mídia, lidava com complicações de saúde como a pré-eclâmpsia, que causa uma tensão arterial elevada de risco fatal, e a placenta acreta, quando a placenta se prende profundamente na parede uterina. “Eu sentava em casa e chorava o tempo todo… Tive que dar à luz seis semanas mais cedo, com um parto de emergência”, relembrou.

Depois do parto, a Kardashian ainda estava lidando com a insegurança e com a vergonha de frequentar a academia. “Não queria que as pessoas olhassem para mim, tentando perder peso. Engordei 30 quilos. Eu colocava a minha filha num carrinho de bebê e ficava com ela ali, enquanto fazia exercício na garagem de casa e tentava tudo o que podia para perder peso”, admitiu.

Continua depois da Publicidade

Segundo a empresária, hoje ela está mais confiante com sua imagem corporal, mas as experiências negativas a fizeram mudar o pensamento em relação às redes sociais: “Há definitivamente um lado de mim que é do tipo: ‘Seja quem você quiser e publique o que quiser’. Depois há outro lado de mim que é do tipo, ‘sou mãe, tenho 40 anos, tenho que me acalmar’. Eu definitivamente luto com essa ideia na minha mente diariamente”.