Nova profissão! Adriana Esteves viraliza na web após assinatura em manifesto contra Regina Duarte; entenda o caso e confira os memes!

Quer ser Adriana Esteves? Então, vai estudar! Neste domingo (10), a eterna Carminha de “Avenida Brasil” viralizou nas redes sociais por conta de sua assinatura em um manifesto em oposição à Regina Duarte. No documento, no campo em que deveria marcar sua profissão, a atriz escreveu “Adriana Esteves”, e a web foi à loucura.

O manifesto contou com a assinatura de 512 artistas e profissionais ligados à cultura, como Marieta Severo, Alice Braga, Marilia Gabriela, Caetano Veloso, Chico Buarque, Rita Lee, entre outros. No entanto, foi a participação de Adriana que tomou conta da web e se tornou um dos assuntos mais falados nas redes sociais. Afinal, como é que faz para ser Adriana Esteves e ter a profissão “Adriana Esteves”? Kkkk Dá uma olhada:

Não demorou até que muitos tivessem interesse na nova carreira:

Houve até mesmo os que já almejaram a tão esperada aprovação na universidade, sonhando com a graduação em Adriana Esteves! Qual será a nota necessária pra entrar nesse curso? Kkkk

Mas a graduação em “Adriana Esteves” é pouco! Em curto tempo, surgiram até mesmo os cursos de especialização e pós-graduação na profissão queridinha do momento! Não sei vocês, mas também quero meu MBA em Catarina, de “O Cravo e a Rosa” e Doutorado em Celinha de “Toma Lá Dá Cá”… Kkkk

Nessa história toda, foi impossível não comparar com um caso similar no mundo da moda.

Mas vamos aos fatos: Adriana é uma entidade tão poderosa que a gente nem julga: se é uma profissão mesmo, ou não é, ela segue sendo um mulherão da p****!

Na semana passada, Regina Duarte minimizou as mortes e a tortura do período da Ditadura Militar no Brasil, em entrevista à CNN Brasil. A secretária especial da Cultura também perdeu a paciência ao ser questionada por Maitê Proença, que quis entender seus feitos na secretaria do Governo Federal. Após a atitude, diversos artistas como Anitta, Bruno Gagliasso e a própria Maitê lamentaram a atitude e manifestaram seu repúdio à atriz. No manifesto conjunto, eles oficializaram suas queixas.

Anitta, Bruno Gagliasso, Maite Proença e mais artistas disseram não ser representados por Regina Duarte como secretária da Cultura (Foto: Reprodução/ Instagram/ CNN)

Confira o manifesto na íntegra:

“Brasil, 08 de maio de 2020 Somos artistas brasileiros e fazemos parte da maioria de cidadãs e cidadãos que defende a democracia e apoia a independência das instituições para fazer valer a Constituição de 1988.

Fazemos parte da maioria que entende a gravidade do momento que estamos vivendo e pedimos respeito aos mortos e àqueles que lutam pela própria sobrevivência no país devastado pela pandemia e pela nefasta ineficiência do poder público.

Fazemos parte da maioria de brasileiros que não tolera os crimes cometidos por qualquer governo, que repudia a corrupção e a tortura e que não deseja a volta da Ditadura Militar.

Fazemos parte da maioria que não aceita os ataques reiterados à arte, à ciência e à imprensa, e que não admite a destruição do setor cultural ou qualquer ameaça à liberdade de expressão.

Como artistas, intelectuais e produtores culturais, formamos a maioria que repudia as palavras e as atitudes de Regina Duarte como Secretária de Cultura. Ela não nos representa”.