Paulo Gustavo recebe homenagens emocionantes de Thales Bretas, Beyoncé, Tatá Werneck, Marcus Majella e mais estrelas

Infelizmente, o que mais temíamos, aconteceu. Na noite dessa terça-feira (4), perdemos Paulo Gustavo, que além de ser um dos maiores nomes do humor e do cinema nacional, era um amigo incrível, filho, irmão, marido e pai, dos gêmeos Gael e Romeu. O artista de 42 anos estava internado desde o dia 13 de março, após contrair a Covid-19, e vinha travando uma longa e dura batalha contra a doença, mas teve complicações em seu quadro e, lamentavelmente, não resistiu.

A notícia abalou todo um país, que vinha orando, emanando energias positivas e torcendo muito pela recuperação do ator. Nas redes, uma enxurrada de belas homenagens foi feita a Paulo por amigos, familiares e fãs. Thales Bretas, marido do artista e pai dos filhos do casal, publicou uma mensagem emocionante na qual declarou seu mais profundo amor pelo companheiro de longa data.

Continua depois da Publicidade

“Ainda é muito difícil processar tudo o que aconteceu nos últimos dias… Nossa caminhada tinha tudo pra ser longa! Linda como vinha sendo… tão feliz! E foi muito! Como fui feliz nesses últimos 7 anos que tive o privilégio de conviver com você! Como eu aprendi, cresci! Espero poder passar um pouco do seu legado de generosidade, afeto, alegria e amor. Você é um furacão! Uma estrela que brilhou muito aqui na Terra, e vai brilhar ainda mais no céu, olhando pela nossa família sempre!”, afirmou.

“Eu te amo tanto… e sempre te amarei, pro resto da minha vida! Não consigo escrever um centésimo do quanto você foi e é importante pra mim e pro mundo. E continuará sendo, eternamente… Peço desculpas aos amigos e fãs por não conseguir elaborar tudo como gostaria e responder a todos. Estou vivendo um turbilhão de sensações. Obrigado pelas energias positivas e orações. Muito amor tenho recebido, espero num momento mais oportuno conseguir retribuir!”, escreveu ainda.

Beyoncé, maior ídola de Paulo, também homenageou o gigante humorista, estampando seu site oficial com uma foto do ator, seguida de um recado. “Paulo Gustavo, descanse em paz”, diz a mensagem.

Bey
Paulo era super fã de Queen B, e costumava ir em vários shows da estrela (Foto: Reprodução)

Veja as homenagens feitas por mais amigos de Paulo:

Tatá Werneck

“APLAUDAM! Aplaudam. Aplaudam de pé esse grande homem! Gritem bravo! Façam uma homenagem a Paulo Gustavo em suas casas. Aplaudam de pé esse grande artista. Meu amigo Paulo (está tão difícil. Me ajuda? Deixa eu te ligar. Me dá conselho? Tô me saindo bem? Tá difícil demais). Eu JAMAIS poderia imaginar que estaria hoje escrevendo um texto sobre você, sem te ligar pra saber se tá bom. Você me ligou do hospital. Você me disse: ‘O humor está me salvando’. Você estava fazendo piada. Não por negação. Mas para alegrar-se do riso dos enfermeiros, técnicos e médicos. E o humor te salvou.

Você está salvo, meu amigo. Você está salvo! Aqui está um caos. Eu estou sentindo muito medo. Mas ao mesmo tempo eu vi você e você foi tão corajoso meu amigo. Você foi bravo! Eu te amo tanto. Eu já tô com tanta saudade. Vai ser tão difícil ficar sem você. Mas você indo eu já entendi. O fim não existe. Agora eu sei. APLAUDAM O GRANDE PAULO GUSTAVO! O MAIOR COMEDIANTE QUE EU JÁ VI! Prestem atenção: não deixem essa dor ser em vão. Entendam a gravidade dessa pandemia. Usem máscara. Álcool gel. Distanciamento social. Por favor. Não deixem essa dor ser em vão. Não deixem 400 mil vidas em vão”.

“Sobre a minha fé: ela permanece 100%. Ter fé não é sobre ter o que você pede, mas sobre acreditar que Deus sabe o que é melhor. Paulo, tá difícil demais. Eu vou continuar te homenageando. Estamos no grupo vendo seus vídeos. Choramos e rimos. É um nível de amor que não se escreve em legenda. Por favor: antes de sair de casa para ir a uma festa, lembre do Paulo. Não deixe ter sido em vão. 400 mil vidas não podem ser em vão. Continuem rezando pelo Paulo. Ele está recebendo com certeza as orações”.

Dilma Roussef

“É com imenso pesar que recebo agora pela manhã a notícia da morte de Paulo Gustavo. O Brasil perde um ator extraordinário, um humorista popular que alegrou a todos nós e encheu o país de risadas e amor. Era um artista de alma generosa e genuinamente comprometida com o povo do nosso país. Eu lamento imensamente que a Covid-19 tenha levado este talentoso brasileiro, privando-nos de sua presença marcante nas telas de cinema, nos teatros e na televisão.

Meus sentimentos de dor e pesar a toda família de Paulo – ao marido Thales Bretas e seus dois filhos e à dona Hermínia. A todos nós, seus fãs, deixo meu respeito e a certeza de que sua lembrança permanecerá para sempre na memória afetiva do povo. Sua estrela agora brilha mais firme no firmamento da dramaturgia nacional. Viva Paulo Gustavo”.

Continua depois da Publicidade

Marcus Majella

“Não consigo imaginar esse mundo sem você, meu amigo. Você era uma explosão de alegria que iluminava esse universo cada vez mais sombrio. Uma força da natureza. Nosso sol. Com uma luz tão radiante que vai brilhar pra sempre. Eu tô sem chão. E tô sem meu melhor amigo. Nós nunca brigamos. Nem nunca discutimos. Só sorrimos. E seguramos a mão um do outro nos momentos difíceis. Obrigado por tudo, meu irmão. O que nós tínhamos, era uma conexão de almas mesmo. Nunca vou esquecer você, sua generosidade e seu olhar atento pro mundo, que você lindamente transformava em arte.

Vai viver pra sempre no meu coração e nos meus melhores pensamentos. Você uma vez me encaminhou no WhatsApp, uma notícia que dizia: amigos criam vila para viverem juntos até a velhice. Já separa meu terreno aí nessa vila, porque um dia ainda vamos nos encontrar e gargalhar juntos por toda eternidade. Por enquanto, sigo aqui com a difícil missão de fazer desse mundo um lugar melhor e cheio de amor. Principalmente para Gael e Romeu. Serei um ótimo Tio pra eles. Eu te prometo. Te amo pra sempre!”.

Bruna Marquezine

“Paulo, eu tô aqui tentando escrever uma homenagem a sua altura, te honrar, mas eu não sou capaz. Não hoje. Talvez nunca. É que é muito difícil falar dessa dor, desse vazio, do buraco que você deixou no coração de cada brasileiro. Mais difícil ainda descrever o fenômeno que você era. É. É impossível colocar em palavras tudo que você causava em mim, nas pessoas, toda sua luz, talento, energia e potência. E nem é necessário, todo mundo que já riu até a barriga doer te assistindo sabe que você é pura magia.

Eu ainda tive a oportunidade de te aproveitar de pertinho (ô meu Deus, como eu queria ter aproveitado mais, me doado mais, abraçado mais, trocado mais… que saudade!) e era sempre maravilhoso! Então eu decidi que só vou te agradecer por tudo que você fez por nós. Por todas as risadas. Pelos exemplos. Você mudou a vida de muita gente. Você deixou o muito um pouquinho melhor. Que você descanse em paz depois de lutar tanto pela vida, pela sua família, pelo amor, pela arte. Seguirei orando por você e pelos seus. Eu sei que isso não é o fim. Você é eterno, Paulo! O país inteiro te ama. Eu te amo, te admiro, te celebro. Pra sempre.

Cacau Protásio

“Hoje eu tenho muita certeza que o céu vai tremer, hoje vamos sentir as quatro estações, de tanta intensidade linda no Céu. Você está sendo recebido aí em cima com muito amor! Meu careca, você desencasou, acalmou seu coração, não era isso que a gente queria, mas temos que aceitar a vontade de Deus. Eu sou feliz por ter vivido com você momentos maravilhosos aqui nessa vida. Quando a saudades bater forte, eu vou ouvir seus áudios hilários. Obrigada por tudo. Eu te amo pra sempre. Você é inesquecível“.

Continua depois da Publicidade

Luciano Huck

“Não consigo realizar, amado amigo. Não estávamos preparados para você partir assim tão cedo. Você tinha pressa, eu sei. Eram muitas ideias, planos, sonhos, piadas, amigos. E era muito, muito amor. Amor pela sua família maravilhosa. Amor por Thales, Gael e Romeu. Amor pela arte de fazer rir. Amor pelos fãs. Amor por nós que tivemos o privilégio de tê-lo por perto. Vá em paz, amado amigo. Que Deus te receba com boas gargalhadas, daquelas você tanto nos fez soltar”.

Angélica

“Gratidão por ter te encontrado nessa vida e receber seu carinho, generosidade, amizade… por gargalhar com você! Gênio da arte e do amor que sempre deixou sua marca por onde passou. Paulo estamos aqui pros seus filhos, pro Thales, esse homem incrível que te ama tanto, e pra sua família… Descanse em paz meu amor”.

“Saudade, saudade, saudade… do abraço, das risadas, das resenhas, do talento… da preocupação, da torcida, do carinho… saudade, saudade, saudade. Romeu e Gael, que pai incrível contem comigo sempre”.

Padre Julio Lancellotti

“Muita gente não sabe, mas o ator Paulo Gustavo era grande benemérito das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid). Paulo Gustavo doou R$ 600 mil para a construção de uma unidade de oncologia da Osid. Em 2017, quando a obra de construção iniciou, ele visitou o espaço. O apoio não parou por aí. Segundo a superintendente da Osid e sobrinha de Santa Dulce, Maria Rita, Paulo Gustavo doou à instituição um total de 1,5 milhão. Hoje, Paulo Gustavo faleceu. Que na Sua infinita misericórdia o Senhor o acolha, e que a Santa Irmã Dulce interceda pela salvação de sua alma. Vamos rezar”.

Continua depois da Publicidade

Regina Casé

“Ainda não tô conseguindo escrever direito… Queria estar vibrando só amor, mas sinto uma tristeza imensa e muita raiva também… Onde está o AMIGO AMADO que a gente tinha? Onde está o TEATRO que a gente tinha? Onde está o CINEMA que a gente tinha? Onde está aquilo tudo de BOM que a gente tinha? Onde está aquele BRASIL que a gente tinha? Onde está aquela ALEGRIA que a gente tinha? Hoje depois de todas aquelas notícias tétricas, veio a de que um dos 3.025 brasileiros que perderam suas vidas era meu amigo adorado, Paulo Gustavo! Eu que sempre apostei na alegria, hoje perdi todas as minhas fichas pra tristeza”.

Preta Gil

“Te amo pra sempre irmão!!! Tá doendo muito, é inacreditável, é devastador, é injusto!!! Só penso que você cumpriu sua missão aqui na Terra transformando a vida de muita gente, foi um gênio do humor, da generosidade, da humanidade! Tanta coisa pra te falar… agora nós prometemos cuidar dos seus, estamos aqui, seus amigos, prontos pra apoiar sua tão amada família, meus amados Gael e Romeo e todos os fãs. VOCÊ É ETERNO, VAI VIVER PRA SEMPRE EM NÓS!”

Mônica Martelli

“Meu irmão, eu te amo e pra sempre vou te amar. Você foi muito bravo e agora pode descansar. Vamos lembrar de você sempre assim. Sorrindo, criando, fazendo o Brasil gargalhar. Te amo, Paulo Gustavo! TE AMO. Obrigada por ter sido meu amigo, parceiro, irmão, confidente… Você transformou minha vida, você sempre irá me influenciar”.

Continua depois da Publicidade

Whindersson Nunes

“Comprei um ingresso pro seu show e fiquei atrás de uma coluna o show inteiro, mas foi muito incrível ver de perto porque eu falava pra todo mundo que queria fazer o que você faz. Corri atrás de você no shopping, corri atrás de você no aeroporto, mas não consegui chegar perto. Um vez tive a chance de ir na TV, no ‘Esquenta’. Acordei tarde e perdi o voo, o primeiro voo da minha vida, chorei muito, acreditei que tinha perdido a chance. Mas alguns dias depois, me ligaram mais uma vez pra ir no programa de novo!

Dessa vez consegui pegar o voo, chego lá e não consigo gravar o programa, não deu tempo, pediram pra eu ir no outro dia. Quando chego lá, adivinha quem está no programa? Meu ídolo! Você entrou no palco do jeito que eu tinha vontade de entrar nos lugares, sendo eu. Eu não sei vocês, mas eu acredito demais que todos os acasos não foram por acaso. Você me inspirou até em ficar tranquilo por conseguir ser eu mesmo. Eu sigo orando por você, junto com o Brasil todo, você tem muitos amigos com muita saudades de você, sua família linda tbm! Amo você Paulo”.

Canal Multishow

“Hoje, o Brasil perde um de seus artistas mais queridos. Para o público, um ídolo, um gênio da comédia. Para nós do Multishow, além de tudo isso, também um amigo e uma parte importante da nossa história. Paulo era energia pura, um talento nato, um grande artista. Fazia seu trabalho com maestria e foi responsável por encorajar e abrir portas para toda uma nova geração de humoristas.

Democratizou o humor e levou para a TV toda a sua capacidade artística, seus personagens que eram intensos e reais. Além de excelente ator, ele foi um roteirista preciso, com textos leves e recheados de nuances. Usou seus personagens e sua própria imagem como voz ativa na luta por pautas importantes da sociedade, como o racismo e a homofobia.

Do ‘220 Volts’ ao ‘Vai Que Cola’, passando pelo Prêmio Multishow, Paulo levou para a telinha personagens e discursos que ficaram na história e levaram muita diversão para a vida dos brasileiros. À família do Paulo – Dona Déa, Júlio Marcos, Ju Amaral, Thales e os meninos, Gael e Romeu – todo o nosso carinho, força e solidariedade. Que a longa e difícil luta do Paulo pela vida seja um marco para que nosso país se una no combate à pandemia.

Nós, da Família Multishow, estamos profundamente abalados, mas seguiremos com a missão do Paulo Gustavo, que era a de tornar o humor uma forma de cura, de alento, de escape para essa loucura toda que vivemos. Muito obrigado por ter dividido com o Brasil todo seu talento e sua alegria. Você marcou a nossa história. Palmas eternas para você, nosso amado PG”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por @multishow

Hugo Gloss

“Tô com essa foto aqui há meses, mas queria guarda-la pro dia da sua alta. Eu não queria postar antes, me parecia despedida. Você representa tanta coisa. Eu me inspirava em você, no seu jeito de ser, no jeito que você conseguiu construir sua família, mesmo com tantos ataques. Paulo Gustavo era aquele amigo que me ligava com ideias mirabolantes sobre como iríamos encontrar a Beyoncé, ou até pra comentar as notícias do meu site. Um amigo querido, que ligava para elogiar, que sempre me abraçava com muito amor, que desejava sucesso o tempo todo. Eu ainda não consigo acreditar. Você representava TANTO…

Creio que Deus te reservou um lugar brilhante aí no céu ao lado Dele! Se a dor que sinto é grande, não consigo imaginar o tamanho daquela que sua família está sentindo. Mas você HONROU sua família de todas as formas. Você homenageou ela como ninguém. Você colocou sua mãe de volta aos palcos. Você se eternizou no coração de todo país. Mas o mais especial é o AMOR que você deixou, o seu amor pelo trabalho, família, marido, FILHOS! FILHOS!!! Paulo, você conseguiu! Você os teve! Que emoção foi ver você e Thales conquistarem esse sonho! Amigo, você brilhou! Você é uma estrela eterna! Sou grato por ter te conhecido! Faça rir aí de cima! E que Deus conforte todos nós aqui que ficaremos cheios de saudade”.

Rodrigo Pandolfo

“Tá difícil de acreditar. Paulo Gustavo sempre foi sinônimo de vida, energia vital, ação. Não tá fazendo sentido. O coração tá bem dilacerado.

Conheci o Paulo na escola de teatro, há 20 anos, sempre arrancando gargalhadas, com um astral só dele. Eu estava na plateia da primeira apresentação de “Minha mãe é uma peça” num pequenino teatro em Ipanema e o Paulo já brilhava com força. E foi impressionante acompanhar o seu talento e carisma lotando todos os enormes teatros do país ao longo de duas décadas. Sem dúvida, o maior sucesso que eu testemunhei.

E, no meio desse furacão, o convite pra fazer “Juliano” na versão para o cinema daquela peça que eu amava e que, mal sabia eu, mudaria a minha vida. A trilogia ‘Minha mãe é uma peça’ foi uma marco na nossa indústria cinematográfica, atingindo a maior bilheteria da história do cinema brasileiro… e o carinho que eu recebo diariamente de milhares de fãs é muito, muito emocionante. Nossa obra marcou uma geração e eu me orgulho demais.

Paulo querido, obrigado por nos presentear com seu humor e sua alegria. Obrigado por combater o preconceito e defender a tolerância e o amor fazendo rir. Você cumpriu o seu propósito brilhantemente. Déa Lúcia, Juliana Amaral, Thales Bretas, todo o meu amor e afago pra vocês e toda a família.

Dona Hermínia, minha mãe amada e mãe de TODOS os brasileiros, eu te amo eternamente. Você vai deixar uma saudade sem fim”. 

IZA

“Eu tô vindo aqui sem nem saber direito o que falar. Precisei ficar em silêncio e sinto que ainda preciso. Mas preciso ainda mais dizer que te amo. Que você mudou minha vida. Que você enxergou em mim algo que nem eu enxergava. Preciso deixar claro pra todo mundo que se tem alguém que sabe ser amigo, esse alguém é você. Você é luz, meu amor. E vai morar pra sempre em nossos corações. Fico feliz de saber que tive a oportunidade de te dizer, na frente de todo mundo, o quanto você é importante pra mim, o quanto sou grata a você, o quanto você mudou a minha vida e o quanto a sua generosidade é sem fim. Tudo em você é sem fim. Você é ETERNO, amigo. E nossa saudade também.

Nada do que escrevo parece suficiente para expressar o quão especial você é e o quanto te amamos. TE AMO PRA SEMPRE, PAULO. E obrigada por tanto! Eu rezo por sua família que tanto queria estar com você agora e por todas as famílias que perderam seus amores, inclusive a minha, para um mal que já tem antídoto. A você que lê isso, por favor, se cuide!!! Se puder, FIQUE EM CASA. Os meus mais profundos sentimentos a todos que sofrem. E que Deus cuide de nós”. 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IZA (@iza)

Prefeitura de Niterói

O prefeito de Niterói, Axel Grael, decretou luto de três dias no município pela morte do humorista, vítima da covid-19. A prefeitura ainda organizou pelas redes sociais um minuto de aplauso ao ator que nasceu na cidade e usou a mesma como cenário dos filmes “Minha Mãe É uma Peça”.

“Dor enorme hoje pela perda do grande humorista Paulo Gustavo. Ele reunia talento, carisma e empatia, qualidades que o fizeram conquistar o coração dos brasileiros. Niteroiense, Paulo sempre divulgou a imagem da nossa cidade de forma bonita e genuína, através das telas e dos palcos da vida. Vai fazer muita falta para todos nós e será sempre lembrado pelos sorrisos que arrancou de milhões de pessoas”, começou Grael.

“Formalmente, decretarei 3 dias de luto em Niterói pela triste perda de Paulo Gustavo. Todo o meu carinho e solidariedade aos familiares e amigos, sobretudo à Dona Déa Lúcia, Seu Júlio Márcio e ao Thales, seu grande amor. Paulo também tinha um grande coração e fazia questão de ajudar instituições como o Projeto Grael e outras ONGs de Niterói. Era uma iniciativa dele para ajudar as famílias mais necessitadas, justamente neste período desafiador da COVID-19″, completou.

 

A batalha de Paulo Gustavo

Internado desde o dia 13 de março, após contrair a Covid-19, o ator teve complicações em seu quadro e faleceu, na noite dessa terça-feira (4). A informação foi confirmada pela equipe de Paulo, através de um boletim médico.

Às 21:12h desta terça-feira, lamentavelmente o paciente Paulo Gustavo Monteiro faleceu, vítima da COVID-19 e suas complicações. Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento“, ressaltou o texto. “A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos“, concluiu.

Continua depois da Publicidade

O ator estava em ventilação mecânica desde o dia 28 de março, mas, após um agravamento no caso, foi submetido a uma terapia por ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea). A técnica funciona como uma bomba para circular o sangue do paciente em uma espécie de pulmão artificial. Durante a terapia intensiva, o artista passou por diversas complicações pulmonares, que demandaram procedimentos invasivos como broncoscopias, pleuroscopias e colocação de dispositivos intrapulmonares.

O ator teve dias de estabilidade em seu quadro de saúde. Amigos chegaram a revelar nas redes sociais que Paulo estava melhorando, e a própria equipe médica relatou que a saúde dele apresentava sinais de evolução: “Há cerca de sete dias não surgem complicações relevantes, fato que aumenta as nossas esperanças na boa recuperação do paciente”.

Captura De Tela 2021 05 03 Às 22.36.52
Paulo Gustavo com o marido, Thales Bretas, e os filhos. (Foto: Reprodução/ Instagram)

No entanto, na segunda-feira (3), foi informado que o estado do ator voltou a piorar. “Após redução dos sedativos e do bloqueador neuromuscular, o paciente acordou e interagiu bem com a equipe profissional e com o seu marido. À noite, subitamente, houve piora acentuada do nível de consciência e dos sinais vitais, quando novos exames demonstraram ter havido embolia gasosa disseminada, incluindo o sistema nervoso central, em decorrência de uma fístula bronquíolo-venosa. Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade”, informou o boletim médico. Após essa nova crise, o astro não resistiu e faleceu.

Paulo deixa o esposo, Thales Bretas, os dois filhos, Gael e Romeu, de apenas um ano de idade, sua mãe, Déa Lúcia, os familiares, amigos, e uma legião de fãs por todo o Brasil.

Relembre a carreira e a trajetória de Paulo Gustavo

O ator virou referência no humor nacional, após uma série de papéis brilhantes no teatro, no cinema e principalmente na televisão. Foi nos palcos com a peça “Surto”, em 2004, que o humorista ganhou mais visibilidade, apresentando a irreverente e inesquecível Dona Hermínia – livremente inspirada em sua mãe.

“Marcelinaaaa!” Dona Hermínia, a personagem mais famosa de Paulo Gustavo. (Foto: Globo/Victor Pollak)

Em 2013, Dona Hermínia ganhou um voo solo com o sucesso de “Minha Mãe É Uma Peça”, que após grande êxito no teatro, rendeu uma trilogia recordista no cinema. Com os três filmes da franquia, Paulo Gustavo figurou entre os astros mais assistidos do país. “Minha Mãe É Uma Peça 3”, por exemplo, tornou-se a maior bilheteria da história do cinema nacional, ultrapassando a marca de R$ 143 milhões de reais, e um público de mais de 11 milhões de espectadores. Acima de tudo, a história ganhou o coração do Brasil, com o retrato perfeito de tantas famílias como a de Hermínia.

Na TV, não foi diferente. Paulo ligou todos no “220 Volts”, arrancando risadas com personagens divertidíssimos, como a politicamente incorreta Senhora dos Absurdos, a ousada Piriquita, o Sem Noção, a Mulher Feia, dentre outros. Em “Vai Que Cola”, o humorista também roubou a cena como o pilantra Valdomiro Lacerda – mas eram os improvisos e errinhos de gravação que faziam o público cair ainda mais no riso. No mesmo seriado do Multishow, Paulo ainda chegou a encarnar a truqueira Angel e a impagável Bicha bichérrima.

“Divã”, “Os Homens São de Marte e é Pra Lá Que Eu Vou”, “Minha Vida em Marte”, “A Vila”, “Vai Que Cola – O Filme”… São tantas produções com o selo de qualidade de Paulo Gustavo que até perdemos a conta. Prova de seu talento incomparável – além dos altos índices de audiência – foi a estatueta que recebeu do “Grande Prêmio do Cinema Brasileiro”, de “Melhor Roteiro Adaptado” por “Minha Mãe É Uma Peça 2”.

O Brasil perde um dos maiores nomes da comédia de sua história. Mas, acima de tudo, perde uma pessoa maravilhosa, divertida, inteligente, sincera, querida, que também era um marido, um pai, um amigo muito amado… A dor dessa partida será difícil de sarar, mas a nossa certeza é de que o legado de Paulo Gustavo jamais será esquecido. Seus personagens e histórias viverão para sempre conosco quando mais precisarmos dar risadas e encontrar alegria nos momentos de dificuldade. Por isso, fica aqui nossa singela homenagem. Deixamos nossos sentimentos a todos os que ficam, enquanto encaramos o luto pelo fim precoce de uma vida tão brilhante.