Rainha Elizabeth II apoia afastamento de Meghan e Harry da realeza, mas confessa: “Preferíamos que permanecessem”; confira comunicado na íntegra!

Na semana passada, o mundo se surpreendeu com a decisão de Meghan Markle e do príncipe Harry, que anunciaram seu afastamento da realeza britânica. Depois de muita especulação, nesta segunda-feira (13), após uma reunião de emergência, a rainha Elizabeth II se manifestou em prol da escolha do neto, em nota oficial divulgada em seu site.

“Minha família e eu apoiamos inteiramente o desejo de Harry e Meghan de criarem uma nova vida como uma família jovem”, iniciou a monarca. Elizabeth, contudo, expressou sua preferência no comunicado: “Apesar de preferir que eles permanecessem trabalhando integralmente como membros da família real, nós respeitamos e entendemos o seu desejo de ter uma vida mais independente como uma família, enquanto seguem sendo uma parte valiosa da minha”.

Elizabeth II durante seu pronunciamento anual de Natal. (Foto: Getty)

A rainha também anunciou que agora se inicia um período de adaptação entre os dois países. “Harry e Meghan deixaram claro que não querem ser dependentes de dinheiro público em suas novas vidas. Porém, entramos num acordo de que haverá um período de transição no qual os Sussexes passarão um tempo no Canadá e no Reino Unido”, continuou a nota.

Por fim, ela encerra reforçando a delicadeza da situação. “Esses são assuntos complexos para minha família resolver, e existe mais trabalho para ser feito, mas pedi para que as decisões finais fossem tomadas ainda nos próximos dias”, concluiu.

Confira a nota na íntegra:

“Hoje a minha família teve discussões muito construtivas sobre o futuro de meu neto e sua família.

Minha família e eu apoiamos inteiramente o desejo de Harry e Meghan de criarem uma nova vida como uma família jovem. Apesar de preferir que eles permanecessem trabalhando integralmente como membros da família real, nós respeitamos e entendemos o seu desejo de ter uma vida mais independente como uma família, enquanto seguem sendo uma parte valiosa da minha.

Harry e Meghan deixaram claro que não querem ser dependentes de dinheiro público em suas novas vidas.

Porém, entramos num acordo de que haverá um período de transição no qual os Sussexes passarão um tempo no Canadá e no Reino Unido.

Esses são assuntos complexos para minha família resolver, e existe mais trabalho para ser feito, mas pedi para que as decisões finais fossem tomadas ainda nos próximos dias”.

A rainha Elizabeth II não sabia da decisão de príncipe Harry e Meghan Markle (Fotos: Getty)

Segundo a BBC, a reunião teria acontecido na casa de campo da família, em Sandrigham, contando com a presença de Harry; príncipe William; o pai dos herdeiros, príncipe Charles; e Elizabeth. Meghan, por sua vez, participou da discussão por telefone – ela segue no Canadá com seu bebê, Archie.

Entenda o caso

Como contamos anteriormente, os rumores eram reais; após o The Sun afirmar que príncipe Harry e Meghan Markle pretendiam se mudar para o Canadá e se afastar dos holofotes da realeza, o casal usou sua conta no Instagram para confirmar as mudanças em sua rotina.

Meghan Markle e Rainha Elizabeth II (Foto: Getty)

De acordo com o casal, eles buscam um lugar mais tranquilo dentro da realeza, além de independência financeira. “Nós pretendemos nos afastar do posto de membros ‘seniores’ da família real britânica e trabalhar para nos tornarmos independentes financeiramente, enquanto continuamos a apoiar completamente Sua Majestade, a rainha”, afirmaram. E acrescentaram, agradecendo ao público: “É com o seu encorajamento, particularmente nos últimos anos, que nós nos sentimentos preparados para fazer a mudança”.

No pronunciamento, Harry e Meghan citaram a vontade de passar mais tempo na América do Norte, no Canadá. “Nós planejamos dividir nosso tempo entre o Reino Unido e a América do Norte, continuando a honrar nosso dever com a rainha, a Commonwealth, e nossos patrocínios. Esse balanço geográfico nos permitirá criar nosso filho com o apreço pela tradição real na qual ele nasceu, enquanto também providenciamos à nossa família o espaço para focar no próximo capítulo, incluindo o lançamento da nossa nova entidade filantrópica”, informaram.

Apesar de não darem mais detalhes, os duques afirmaram que manterão o público informado de seus próximos passos. “Nós estamos ansiosos para dividir todos os detalhes deste empolgante próximo passo a seu tempo, assim como nós continuamos a colaborar com Sua Majestade, a rainha,  o príncipe de Wales, o duque de Cambridge e todas as partes relevantes. Até lá, por favor, aceitem nosso profundo agradecimento por seu apoio continuo”, concluíram. Veja a publicação abaixo:

View this post on Instagram

“After many months of reflection and internal discussions, we have chosen to make a transition this year in starting to carve out a progressive new role within this institution. We intend to step back as ‘senior’ members of the Royal Family and work to become financially independent, while continuing to fully support Her Majesty The Queen. It is with your encouragement, particularly over the last few years, that we feel prepared to make this adjustment. We now plan to balance our time between the United Kingdom and North America, continuing to honour our duty to The Queen, the Commonwealth, and our patronages. This geographic balance will enable us to raise our son with an appreciation for the royal tradition into which he was born, while also providing our family with the space to focus on the next chapter, including the launch of our new charitable entity. We look forward to sharing the full details of this exciting next step in due course, as we continue to collaborate with Her Majesty The Queen, The Prince of Wales, The Duke of Cambridge and all relevant parties. Until then, please accept our deepest thanks for your continued support.” – The Duke and Duchess of Sussex For more information, please visit sussexroyal.com (link in bio) Image © PA

A post shared by The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) on

Logo após o comunicado, a rainha Elizabeth II também se pronunciou. “Discussões com o duque e a duquesa de Sussex estão nos estágios iniciais. Nós entendemos o desejo deles de adotar uma abordagem diferente, mas essas são questões complicadas, que levarão tempo para serem resolvidas”, disse a nota, compartilhada pela secretaria de comunicação da rainha.

A partir de agora, Meghan Markle e príncipe Harry poderão exercer ofícios além de compromissos da nobreza. (Foto: Getty)

Após seu anúncio oficial sobre o afastamento da realeza, o casal disponibilizou em seu site várias respostas para os questionamentos prestes a surgir. Assim, eles explicaram como essa decisão se daria na prática – como poderiam conciliar trabalhos remunerados e ter compromissos com a monarquia. Eles também revelaram quanto a família real custa aos britânicos. Por fim, expuseram como pretendem se comunicar mais com o público, outro motivo para sua mudança.

Nessa de se bancarem com os próprios recursos, Meghan já teria até mesmo acertado seu retorno triunfal à atuação. De acordo com o The Times, a duquesa não perdeu tempo e assinou um contrato com a Disney! O jornal relatou que Meghan fará uma dublagem em troca de uma doação da empresa para a organização “Elephants Without Borders”, que ajuda a rastrear e proteger os animais das caças ilegais.

O retorno triunfal de Meghan Markle já estaria confirmado com a Disney! (Fotos: Getty; Divulgação/Disney)

Caso isso aconteça mesmo, essa será a primeira vez que a esposa de Harry se envolve com algum tipo de atuação desde que largou o ofício de atriz para se casar com o príncipe, em 2018, e se dedicar à vida real. A publicação dá como certo o trabalho e afirma inclusive que Markle já fez as gravações antes das festas de fim de ano. Incrível, né? Em todos os casos, apenas torcemos para que esse casal fique em paz…