Fotojet (25)

Ana de Armas é criticada por sotaque em filme sobre Marilyn Monroe, e espólio da estrela se manifesta

O presidente do legado apoiou a atriz cubana depois de reclamações de que seu sotaque não se parece com o do ícone dos anos 50

Ana de Armas se viu envolvida em uma discussão por conta de seu sotaque no filme inspirado na vida de Marilyn Monroe, “Blonde”. Muitos fãs da icônica diva de Hollywood reclamaram que a atriz não seria a intérprete ideal para o papel porque não conseguiu remover o sotaque cubano de suas falas. No entanto, em depoimento à Variety nesta segunda-feira (1), o Espólio de Marilyn Monroe defendeu a escalação da artista.

“Marilyn Monroe é um ícone singular de Hollywood e da cultura pop que transcende gerações e história”, disse Marc Rosen, presidente de entretenimento do Authentic Brands Group (ABG), dono do Marilyn Monroe Estate. “Qualquer ator que assume esse papel sabe que tem um grande lugar para preencher. Com base apenas no trailer, parece que Ana foi uma ótima escolha de elenco, pois captura o glamour, a humanidade e a vulnerabilidade de Marilyn. Mal podemos esperar para ver o filme na íntegra!”, afirmou à revista.

Continua depois da Publicidade

O alvoroço começou quando a Netflix divulgou o trailer do longa que será lançado no Festival de Cinema de Veneza. Enquanto algumas pessoas ficaram animadas para ver Monroe imortalizada no serviço de streaming, outras ficaram preocupadas com a versão da icônica estrela representada no longa. Assista ao vídeo:

Um perfil escreveu no Twitter: “Correndo o risco de ofender aqueles que estão mais preocupados com a linguagem do que com a substância, Norma Jean não tinha sotaque espanhol. Por outro lado, Ana De Armas tem no trailer. Há muita apropriação cultural em Hollywood sim, mas não há razão para arruinar a precisão histórica indo para o outro lado. “Mais um exemplo de um ator que não faz seu personagem crível por causa de seu sotaque. Não estou disposto a fingir que Marilyn Monroe era hispânica só para que Ana de Armas pudesse trabalhar. E inclusive, eu amo Ana, mas isso foi um fracasso de escalação gigante, comentou outro.

Continua depois da Publicidade

Enquanto a pronúncia da atriz cubana de 34 anos repercutia na web, Ana fez questão de revelar sua dificuldade para o papel. Em entrevista ao The Times of London, ela explicou que passou quase um ano inteiro trabalhando em seu sotaque antes do início das filmagens. “Levei nove meses treinando dialetos, praticando e algumas sessões de fono [para acertar o sotaque]. Foi uma grande tortura, tão exaustivo. Meu cérebro estava frito”, desabafou ela.

Outra figura importante que parece não concordar com as críticas é o diretor da produção Andrew Dominik. A atriz contou  à Vanity Fair em 2020 que precisou fazer um único teste para ser aprovada pelo realizador. “Eu só tive que fazer um teste para Marilyn uma vez e Andrew disse ‘é você’, mas eu tive que fazer o teste para todos os outros”, disse ela. “Mas eu sabia que conseguiria. Fazer Marilyn foi inovador. Uma cubana interpretando Marilyn Monroe. Eu queria tanto”, contou.

1 Ana De Armas Marilyn Monroe 25993978
Ana de Armas surpreendeu a todos com sua aparência impecável no trailer (Foto: Reprodução/Netflix)

Continua depois da Publicidade

“Blonde” é baseado no romance de Joyce Carol Oates. O drama reimagina a vida de Marilyn, desde sua infância conturbada como Norma Jeane até sua ascensão ao estrelato. O elenco de apoio inclui Bobby Cannavale, Adrien Brody, Julianne Nicholson, Xavier Samuel e Evan Williams. O filme estará disponível na Netflix em 28 de setembro.

Siga o Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossas notícias!