Fotojet (23)

Colin Farrell revela que teve ataques de pânico nos bastidores de novo filme: “Aterrorizante”

O projeto, que também conta com Viggo Mortensen, será lançado no Amazon Prime Video em 5 de agosto

Que sufoco! Parece que Colin Farrell não se divertiu nem um pouco enquanto gravava seu novo filme “Thirteen Lives”. O ator irlandês contou ao Entertainment Tonight, nesta quinta-feira (28), que a experiência de retratar o resgate do time de futebol que ficou preso em uma caverna inundada na Tailândia foi “assustadora”.

“Aterrorizante, em uma palavra. Aterrorizante”, disse a estrela de “Animais Fantásticos e Onde Habitam“, quando perguntado como foi filmar debaixo d’água. “Foi realmente — foi assustador. Eu não sou um grande nadador de qualquer maneira, não que estivéssemos mergulhando, tivemos que ficar na superfície, mas eles construíram uma rede realmente impressionante de cavernas, eram cerca de quatro ou cinco cavernas diferentes que eram baseadas na topografia das cavernas de Tham Luang, na Tailândia, e elas as encheram de água, e nós descíamos e não havia para cima”, explicou o astro.

Embora o artista tenha afirmado que não precisou nadar de verdade durante as filmagens, ele declarou que a experiência o traumatizou. “Quero dizer, há muito a ser dito sobre ser capaz de olhar para cima na água e ver a superfície, então quando você não pode e há realmente um teto sobre sua cabeça, e não há ar, apenas causa estragos na minha mente”, continuou o vencedor do Globo de Ouro.

Gettyimages 1411567599 (1)
A estreia do novo filme da Amazon Prime Video aconteceu na última quinta-feira (Foto: Getty)

O ator também enalteceu a equipe que ajudou durante as gravações do longa: “Tínhamos assistentes incríveis. Tivemos Rick Stanton lá, tivemos Jason Mallinson, que eram dois dos cavalheiros que faziam parte dos cinco que nadaram na equipe, mas cara, eu tive ataques de pânico debaixo d’água, essa é uma nova experiência para mim”.

Continua depois da Publicidade

E, pelo visto, não apenas para Farrell! O galã revelou que um dos mergulhadores de segurança com quem trabalhou disse que esse era o filme subaquático mais perigoso que ele tinha feito. “Perguntei a um dos mergulhadores de segurança em um dos dias que não estávamos filmando, ‘Quantos filmes você já fez?’, e o mergulhador de segurança disse, ‘Cerca de vinte filmes subaquáticos’. Eu questionei qual era o mais perigoso — e você sabe onde isso está indo – eles disseram, ‘Este aqui'”, sussurrou ao entrevistador.

Thai Resgate2
Um vídeo divulgado pela Marinha da Tailândia que mostra os jovens desaparecidos em caverna (Foto: Reprodução)

A cinebiografia dirigida pelo premiado diretor Ron Howard, conta a história de como um grupo de mergulhadores se arriscou para salvar a vida de 12 meninos e seu treinador de futebol, depois que eles ficaram presos em um sistema de cavernas subterrâneas que começou a inundar.

Continua depois da Publicidade

Howard detalhou ao Fox News Digital como as filmagens foram realmente complexas e “exaustivas” para todos os membros da equipe. “Eles exigiam muita disciplina e muito foco”, ressaltou. “Todos os atores me confidenciaram que em vários momentos eles sentiram um pouco de claustrofobia… eles se sentiram presos… os cenários eram muito apertados. Eles eram cenários, mas ainda estavam debaixo d’água e em um espaço muito confinado”, contou o vencedor do Oscar.

Viggo Mortensen, que interpreta o herói da vida real Richard Stanton, compartilhou que ele também entrou em pânico durante as gravações. “De repente eu não conseguia respirar”, lembrou o ator. “Pareceu muito tempo, mas foi apenas uma questão de segundos. Entrei em pânico”, disse Mortensen à People.

Continua depois da Publicidade

Pelo visto, “Thirteen Lives” será tão angustiante quanto a história real. O filme será lançado globalmente no Amazon Prime Video no dia 5 de agosto. Assista ao trailer:

Siga o Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossas notícias!