Tia May Homem Aranha 1024x576

Marisa Tomei queria que tia May fosse lésbica em “Homem-Aranha”, mas revela por que ideia não foi adiante

A atriz lembrou que em certo momento da franquia sugeriu que sua personagem vivesse um romance homoafetivo

Se dependesse de Marisa Tomei, a franquia do “Homem-Aranha” estrelada por Tom Holland seria ainda mais histórica… Durante sua participação no canal do YouTube “Geeks Of Color”, a atriz revelou ter imaginado sua personagem se descobrindo lésbica na história, e até chegou a pensar em quem daria vida à parceira amorosa da tia May.

Tanto nos filmes quanto nos quadrinhos, a personagem fica viúva após o assassinato de Ben Parker. Pensando que May devia encontrar sua felicidade novamente, Marisa Tomei cogitou que ela poderia viver um romance homoafetivo. “Houve um momento em que senti que May devia ficar com uma mulher, porque Ben se foi e com quem ela podia ficar?”, opinou a artista.

A atriz ainda se divertiu ao lembrar de ter sugerido à produtora da Sony, Amy Pascal, para ser a companheira de May nas telonas. “Estávamos meio que conversando sobre isso. E então eu realmente queria que Amy Pascal, da Sony, fosse minha namorada! Eu estava tipo, ‘Ninguém precisa saber, Amy. Eu estarei apenas em uma cena e você estará lá. E eu seria tipo, ‘Ei!’. Vai ser apenas uma coisa sutil’”, brincou Marisa ao recordar da ideia.

Os executivos, no entanto, não curtiram muito a sugestão. “Ninguém foi tão longe naquela época”, comentou a atriz. Mas May não ficou sozinha; na franquia, a tia de Peter Parker se envolve com Happy Hogan, interpretado pelo ator e diretor Jon Favreau.

Assista ao trecho em inglês — sem legendas — a partir de 1’45: 

Continua depois da Publicidade

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa“, o terceiro filme da franquia com Tom Holland e Marisa Tomei no elenco, estreou no último dia 15. Em entrevista exclusiva para Hugo Gloss, o ator protagonista fez várias revelações a respeito da produção, inclusive se o longa seria sua despedida do super-herói. Confira o bate-papo: