Golfinho Capa

Após 12 horas em alto mar, irlandês é salvo por um grupo de golfinhos: “Foi definitivamente uma experiência”

Parece história de pescador, mas aconteceu na vida real! Neste domingo (22), o irlandês Ruiari McSorley estava na costa de Tralee, oeste da Irlanda, quando decidiu aproveitar o tempo livre para nadar. Ele deixou todas as roupas na areia e entrou no mar, apenas usando o calção de banho.

Depois de nadar uma distância de cerca de cinco quilômetros, ele percebeu que não teria forças para voltar para a praia. Parecia que tudo estava perdido e Ruairi iria se afogar. Contudo, o rapaz foi salvo por um grupo de golfinhos que o impediram de sucumbir durante 12 horas em alto mar.

Continua depois da Publicidade

Além da ajuda dos animais, ele teve apoio dos humanos também! As pessoas começaram a perceber o desaparecimento de McSorley horas depois, quando a Guarda Costeira do local encontrou as suas roupas na praia e pediram que a Instituição Nacional de Salvamentos o resgatasse. O jovem foi encontrado após 10 horas de buscas, cercado pelos mamíferos aquáticos, na praia de Castlegregory, mais ou menos a 8 quilômetros do lugar que estava.

Segundo informações do jornal Irish Independent, Ruiari foi encontrado bem, porém apresentando alguns sinais de hipotermia. “Ele teve muita, muita sorte. Não há dúvidas sobre isso. Meia hora mais tarde e estaria morto”, disse o tripulante da operação de resgate, Finbarr O’Connell.

Já McSorley deu mais detalhes de como os golfinhos o salvaram, e que levou um susto quando viu os animais se aproximando: “Me deparei com aquelas nadadeiras pretas na água, e não tinha certeza se eram golfinhos ou tubarões. Eu pensei: ‘talvez teria sido uma boa ideia pesquisar sobre isso antes de nadar’. Mas era a primeira opção, e não me fizeram nenhum mal. Eles só nadavam ao meu redor. Para ser sincero, talvez me salvaram. Foi definitivamente uma experiência”.

234727387 534733434527987 4349780817983967691 N 1
Ruairi McSorley se recupera bem no hospital após ficar 12 horas em alto mar
Reprodução/Instagram

O homem foi levado para o Hospital Universitário de Kerry e disse estar se sentindo 100% bem após o perrengue. “O único problema são meus rins que precisam de alguma ajuda, mas não teve nenhum dano muito grande. Só preciso ficar um pouco no hospital para me esquentar. Tirando isso, estou ótimo”, explicou.

O sortudo finalizou a entrevista agradecendo todo o esforço da equipe de resgate teve para encontrá-lo: “São pessoas maravilhosas, preciso dizer. Não são médicos ou profissionais pagos, são voluntários. Eles me encontraram, me enrolaram em cobertores e checavam sempre minha temperatura. Além de terem corrido para me deixar no hospital”. Ufa! Suairi já pode pedir para participar do live-action da A Pequena Sereia, hein? kkkk