Infleuncer Velorio Pai

Influencer faz ensaio de fotos ao lado do caixão aberto do pai em velório e é detonada na web

Sempre achamos que não, mas a Internet nunca falha em nos surpreender… Nesta terça-feira (26), a influencer Jayne Rivera foi duramente atacada após fazer um ensaio fotográfico num local inusitado: o velório de seu próprio pai. O assunto deu o que falar nas redes sociais e rendeu uma série de críticas à residente da Flórida, EUA, que acabou desativando seu perfil.

Jayne posou para os flashes enquanto estava ao lado do caixão aberto de seu pai. A influenciadora, que soma mais de 300 mil seguidores no TikTok, fez uma série de poses – sorrindo, dando closes, e até fazendo um gesto de oração com as mãos. “Borboleta, voe para longe. Descanse em paz, Papi, você era meu melhor amigo. Uma vida bem vivida”, escreveu ela na legenda do post no Instagram, enquanto teria usado até uma hashtag #Dadless (ou “sem pai”). Confira as imagens:

O post não demorou a circular na web, enquanto internautas afirmavam que aquilo era “nojento”, “torpe”, e que dava uma ótima imagem sobre quem ela seria. “‘Oi, meu nome é Jayne Rivera e gosto de fazer ensaios fotográficos durante o funeral do meu pai. Sim, aquele é ele no caixão’. Ela postou OITO fotos no Instagram em várias poses”, surpreendeu-se um rapaz. “O pai dessa modelo do Instagram faleceu… e ela fez um ensaio de fotos com o caixão aberto”, chocou-se Mac McCann.

Continua depois da Publicidade

Enquanto alguns diziam para não julgar a atitude de Rivera, outros não conseguiram entender o ato. “Eu já vejo muitas respostas dizendo que nós não deveríamos julgar etc. Na verdade, eu estou tentando ser uma pessoa menos crítica. Mas há limites. Isso… isso eu julgo”, escreveu uma usuária da rede. Outro perfil divulgou a capa de um livro e apontou que isso seria o reflexo de uma “cultura do narcisismo”.

Continua depois da Publicidade

Um homem identificado como Johnny disse quase ter feito algo parecido. “Meu pai faleceu um mês atrás e eu quase tirei uma selfie com seu corpo antes que ele fosse cremado. Quer dizer, pense nisso, essa é a última vez que você vai ver o rosto daquela pessoa na vida real”, relatou. Contudo, outra conta da rede alertou que a questão é mais sobre essa exposição: “Tirei uma foto do meu gato quando ele morreu, cercado por flores na caixa, antes que ele fosse queimado – mas eu não postei isso em lugar nenhum e não tirei fotos com poses quentes na frente do corpo dele e postei no Instagram”.

Continua depois da Publicidade

Por fim, ainda houve pessoas que fizeram graça com o tom do post nessa cena inusitada. Muitos se lembraram de posts em que pessoas tiraram fotos nos velórios de seus inimigos. Olha só:

Depois de tudo o que aconteceu, os seguidores de Jayne Rivera pediram que ela deletasse as publicações e pedisse desculpas por seu post. Contudo, ela foi além e deletou seu perfil no Instagram, que contava com mais de 80 mil seguidores. No entanto, até o momento, ela não fez nenhum posicionamento sobre a situação, além de não ter pedido desculpas pelo que houve.