Fotojet (35)

Caso DJ Ivis: Gravadoras e plataformas de streaming tomam medidas contra músico após vídeos de agressão; saiba tudo o que foi feito

Enquanto a Justiça não toma as medidas cabíveis contra DJ Ivis, acusado de agredir a esposa Pamella Holanda na frente da filha do casal, Mel, de apenas 9 meses, o músico já está lidando com as consequências profissionais de seus atos. Nesta terça-feira (13), gravadoras e plataformas de streaming se manifestaram oficialmente, informando as respectivas decisões tomadas em relação ao artista.

Ivis tem contrato desligado 

Logo após os vídeos das agressões virem à tona, o cantor Xand Avião foi o primeiro a se pronunciar publicamente. Proprietário da produtora Vybbe, responsável por gerenciar a carreira do DJ, o artista anunciou o fim do contrato com Ivis. “É uma coisa muito séria. Não admito nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais contra uma mulher. Nada explica. Quero dizer que já designei minha equipe para falar com a Pamella, para ajudar no que ela precisar. Estou muito triste, pois todo mundo sabe da minha ligação com o DJ, mas nada justifica violência, e repito, ainda mais contra uma mulher. Como todo mundo sabe, o DJ faz parte da Vybbe, mas infelizmente não tem como ele continuar na nossa empresa”, declarou.

Continua depois da Publicidade

Sony Music reavalia parceria

No Instagram, a gravadora do artista, Sony Music Brasil, revelou que a parceria está sendo reavaliada. “A Sony Music Brasil leva as acusações contra o DJ Ivis muito a sério e não tolera esse tipo de comportamento. Acreditamos na criação de um ambiente seguro e inclusivo para todos. No momento, estamos revisando nossa relação com o artista”, comunicou a empresa em seu perfil no Instagram.

Zé Felipe esquece hit, e Som Livre suspende todos os lançamentos com o DJ

Ivis estava vivendo um momento muito positivo em sua carreira. “Galega”, um dos seus últimos lançamentos, vinha escalando as paradas de sucesso. Com o escândalo, Zé Felipe, parceiro de Ivis na faixa, manifestou sua vontade em regravar a canção, agora sem os vocais do DJ. “Minha relação com o DJ Ivis é profissional, não sou amigo do DJ Ivis. Conheci ele, a gente se falou para fazer a música, então foi uma coisa totalmente profissional. […] Vamos ver o que a gente vai fazer… Se vamos fazer uma versão nova da Galega ou vamos lançar outra música. Em breve, falo para vocês, tá?”, revelou o filho de Leonardo nos Stories do Instagram.

A segunda opção acabou sendo a mais viável. Ainda hoje, o cantor anunciou o lançamento de “Senta Danada”, feat com o duo Os Barões da Pisadinha. A estreia acontecerá na sexta-feira (16), e deve deixar o trabalho antecessor no passado, independentemente dos bons resultados que estava tendo. A Som Livre, gravadora de Zé Felipe e responsável pela distribuição de “Galega”, emitiu uma nota ao hugogloss.com dando detalhes sobre os novos direcionamentos, inclusive para projetos futuros que levariam o nome de DJ Ivis.

Continua depois da Publicidade

“Nós repudiamos todo e qualquer ato de violência. A empresa informa que suspendeu todos os lançamentos das faixas que tinham participação do DJ Ivis, autor da agressão. Também estão sendo bloqueadas das plataformas de áudio e de vídeo as músicas já lançadas, agindo em parceria e de acordo com as normas de cada empresa envolvida. Sobre a faixa ‘Galega’, a gravadora e o cantor Zé Felipe optaram por não regravar uma nova versão, como anunciado anteriormente pelo artista, visto que Ivis é autor da faixa, e pretendem seguir trabalhando em novos lançamentos”, afirmou.

Plataformas excluem Ivis de playlists

“Galega” já era um sucesso consolidado nas redes sociais e plataformas de streaming. Para se ter uma ideia, a faixa foi incluída em playlists com milhões de seguidores no Spotify, ocupando o primeiro lugar na lista “Paredão Explode”, e com destaque no “Top Brasil”, reunindo as canções mais bombadas no país. Ao G1 nesta terça, o Spotify confirmou que tirou a canção de todas as playlists das quais são responsáveis. A Deezer também informou ao site que “removeu todo destaque editorial ao artista, tanto em capas como em posições de playlists”.

No entanto, por incrível que possa parecer, DJ Ivis ainda vem colhendo frutos. Seu perfil no Instagram tem crescido progressivamente desde a divulgação do caso. No sábado (10), ele tinha 723 mil seguidores. Até o fechamento deste post, a conta já tinha alcançado mais de 937 mil followers.

Relembre o caso

No domingo (11), o nome do DJ Ivis ficou entre os assuntos mais comentados da internet, após vir à tona vídeos dele agredindo violentamente sua esposa, Pamella Gomes de Holanda, na frente da filha deles, Mel, um bebê de apenas nove meses. De acordo com informações do jornalista Leo Dias, do jornal Metrópoles, as gravações foram feitas no dia 1º de julho. No dia seguinte, ele teria repetido a agressão, após ameaçá-la com uma faca e, durante o embate físico, ter quebrado o telefone da mulher.

Continua depois da Publicidade

Ainda segundo os relatos divulgados por Dias, Pamella só conseguiu chamar a polícia com a ajuda do chefe de segurança do condomínio em que ela e o DJ moram, na Grande Fortaleza. Os dois foram encaminhados à delegacia metropolitana de Eusébio, no Ceará. Enquanto Ivis recebeu apoio de sua equipe de advogados, Pamella permaneceu no local sozinha. Com medo de alguma retaliação, ela foi embora sem fazer o exame de corpo de delito e terminar seu depoimento.

[Atenção! Imagens fortes!]

As informações ainda constam que os oficiais foram atrás de Holanda, e ela confessou estar com medo de ser agredida mais uma vez, solicitou que eles apenas retirassem Ivis de casa e o impedissem de chegar perto dela – pedido que foi atendido pela equipe policial. No dia seguinte, Pamella entrou em contato com a polícia — agora com o apoio necessário numa situação delicada como essa —, pois desejava fazer os trâmites que pudessem dar prisão ao marido. Mas, apesar da realização dos procedimentos, a denúncia contra DJ Ivis já não se configurava como flagrante.

Após o episódio no dia 4 de julho, a Justiça do Ceará emitiu uma medida protetiva em caráter de urgência à favor de Pamella e de sua filha, Mel, de apenas nove meses. Instruído por seus advogados, Ivis retirou todos os seus pertences de casa, inclusive todo o dinheiro guardado, deixando a mulher sem recursos financeiros – apenas com R$ 8 na conta e sem telefone celular. As informações divulgadas pelo jornal Metrópoles foram confirmadas por Pamella Holanda e pessoas próximas à família, que revelaram, ainda, que esse não foi o primeiro ataque à jovem.

[Atenção! Imagens fortes!]