Fotojet (4)

Marília Mendonça e Maiara & Maraisa curtem noite em motel para celebrar lançamento do hino “Motel Afrodite”! Assista ao clipe!

Playlist de sofrência atualizada com sucesso! Foi lançada, na madrugada dessa terça-feira (21), “Motel Afrodite”, nova parceria de Marília Mendonça e Maiara & Maraisa! De quebra, agora pela tarde, o hino que integra o álbum “Patroas 35%” também ganhou um belo clipe para chamar de seu! São as maiorais mesmo!

A letra da canção fala sobre um amor que se acabou e as maiores lembranças que ficaram são das noites quentes vividas no tal Motel Afrodite. Entretanto, uma das partes envolvidas já seguiu em frente, enquanto a outra pessoa ainda tenta desapegar do romance. “Hoje a moça da cabine que adorava a gente / Com dó de mim falou ‘segue a sua vida, ele saiu no carro da frente'”, diz um trecho da composição.

Rainhas marketeiras que são, as cantoras saíram para comemorar o lançamento do single da forma mais apropriada possível: num motel para festar ao longo da madrugada! Fizeram jus ao nome da música, né?! O trio aproveitou bastante e, nas redes, compartilhou registros da noitada, que contou com muitos drinks, som na caixa e diversão! Teve Marília pulando na cama e Maiara sendo “afundada” dentro de uma piscina pela irmã e amiga. Dá só uma olhada nos vídeos e fotos desse rolê:

Se você curtiu esse som, pode comemorar, porque nos próximos dois dias ganharemos mais hits das Patroas! Amanhã (22) é vez de “Não Sei o Que Lá” chegar às plataformas digitais, acompanhada de um clipe, disponibilizado no YouTube as 11h00. No dia seguinte (23), a faixa “Todo Mundo Menos Você” será divulgada, junto de um vídeo, às 20h00. A série de lançamentos termina no dia 14 de outubro para completar as nove faixas do álbum. Enquanto esperamos pelos novos hits, vamos decorando a letra de “Motel Afrodite”:

“Motel Afrodite”

Quanto tempo faz da última vez
O Motel Afrodite perdeu um casal freguês
Suíte 22 se eu não me engano 23
Pernoite depois do café amor mais uma vez
E dá saudade daquela hidro borbulhando
E você me chamando pra gente se amar
Dá saudade do gosto, do beijo e daquele lugar
E volta e meia eu volto lá sozinho
Eu tiro a roupa eu choro e abro um vinho
E a roupa de cama pode até mudar
Mas juro que seu cheiro ainda tá lá
E volta e meia eu volto lá sozinho
Eu tiro a roupa eu choro e abro um vinho
Mas hoje a moça da cabine que adorava a gente
Com dó de mim falou “segue a sua vida, ele saiu no carro da frente”