Gl

Sucesso! Gil dá ideia de quanto já faturou com publicidade após ‘BBB21’, e compara com prêmio: ‘Vigorei’

Que regojizo, Brasil! Nosso querido Gil do Vigor está muito luxuoso e foi escolhido para estampar a capa da edição de junho da GQ Brasil! Nas páginas, o economista contou como tem sido essa loucura pós-BBB, programa que o transformou num verdadeiro fenômeno aos olhos do público e também de grandes marcas a fim de parcerias. O pernambucano, entretanto, jamais imaginou que fecharia contratos milionários de publicidade.

“Quando eu saí do ‘BBB’, achava que poucas marcas quisessem trabalhar comigo. Mas depois entendi que não seria assim, que teria oportunidade. O importante é colocar meu nome no que eu acredito, não só pensar em dinheiro”, ressaltou ele, que inclusive, já conquistou o R$ 1.5 milhão dado ao campeão do “BBB”. “Já deu para bater o valor do prêmio de vencedor do ‘Big Brother’, mas ainda não entrou na minha conta corrente. Vigorei!”, comemorou o nordestino, batendo palminhas.

Continua depois da Publicidade

Gil, que agora ocupa espaço como um dos grandes representantes da comunidade LGBTQIAP+, também falou sobre a importância da representatividade para outros gays, para viver sua sexualidade sem censura e conquistarem o seu lugar. “Eu sou bicha, lutei, me lasquei, chorei, gritei, já fiz muita m*rda, mas tudo isso foi um processo para que eu aprendesse e tivesse forças para alcançar o impossível”, afirmou.

Com tanto trabalho pela frente, não sobra muito tempo pra ter uma vida amorosa muito agitada. “Infelizmente não estou tendo tempo de pegar ninguém”, comentou o pernambucano, que recentemente teve prints de um perfil antigo no Tinder (aplicativo de relacionamentos) vazados nas redes.

“Eu não lembro minha senha do Tinder, nem sei em que pé tá, se foi bloqueado ou não. Não lembro se tinha conseguido apagar antes de entrar pro BBB. Então, existe uma grande chance de o meu perfil estar lá ainda. Só não está ativo. Eu não tenho tempo de fazer outro, criar tudo de novo. Não quero, não! Eu não nasci pra ficar com tanta visibilidade. Eu gosto de estudar, ficar no meu cantinho e ter voz pra falar o que eu acho importante”, declarou.

Quanto a sonhos… Gil já afirmou que adoraria se tornar presidente do Banco Central – e a própria instituição já convidou o economista a integrar, um dia, a equipe. Mas ele diz que antes disso, quer se preparar: “Quero pegar o máximo de conhecimento no meu PhD e trazer pra usar aqui no Brasil, porque eu tenho um dever com meu país. Agora, quando eu estiver preparado, o povo que lute”.

“Quero mandar também uma mensagem pra quem acha que eu não vou conseguir dar conta por causa da fama: eu sempre escolhi os estudos e batalhei por isso. Não será agora, com todas as ferramentas, que eu não vou chegar. Vou sim, vou dar meu sangue, vai ser minha prioridade. Vou vigorar e quem não acreditar, meu amor, se prepare, porque o tombo vai ser grande”, concluiu.