Big Brother Portugal: Participantes disparam ofensas preconceituosas contra brasileira Ana Catharina: “Como é possível, em dois dias, abrir as pernas”; Ana dá a MELHOR resposta! Assista

Ana Catharina, conte com a gente para absolutamente tudo! A representante brasileira do “Big Brother” em Portugal tem sido alvo de críticas completamente machistas dentro do confinamento, e em sua maioria feitas pela participante Teresa. Sem ter a oportunidade de confrontar a sister cara a cara, a jovem protagonizou um discurso poderoso sobre “abrir suas pernas” para quem ela bem entender.

Ao longo da última semana, Teresa gerou revolta no público com diversos comentários horríveis. “As pessoas aqui até se vendem para chegar até a final… Ah, Pedro, pelo amor de Deus! Foi dar tudo, dentro das opções, só havia aquele”, alfinetou, referindo-se ao relacionamento de Ana com Diogo. Em outra ocasião, a mulher disse que a brasileira passava o “tempo todo a gemer” enquanto dormia. Alguns colegas de confinamento responderam que nunca ouviram. Confira o vídeo, clicando aqui!

Durante uma dinâmica do programa, os concorrente disseram o que mudariam no seu percurso no programa e Teresa voltou a criticar o grupo de Ana. “Eu mudava os concorrentes. Houve aqui alguns que deram tudo o que tinham, e que todos os dias mostravam os sentimentos e emoções, enquanto outros são umas plantas, e meteram-se à parte”, falou.

A brasileira, por sua vez, não ligou para o adjetivo. “Eu não sei se é comigo, se não é comigo, mas eu me identifico muito com esse ser ‘planta’, porque eu procuro a minha vida inteira a não reagir às situações que acho que não valem a pena, sabe?! Não reagir também é uma forma de reagir”, falou. Em outro vídeo, os participantes falam do relacionamento de Ana e Diogo, ao ouvir que os dois não são namorados e nem casados, Teresa dá entender que é um caso “profissional”, se referindo à garotas de programa.

E as outras participantes parecem estar dispostas a provocarem as brasileiras pra valer. Após Sónia ser punida por dizer que as mulheres do nosso país “são de uma raça, são da favela”, sua amiga Sandrina fez novos comentários depreciativos. “A brasileira já tem a perna aberta… É assim a vida!”, disse em um trecho.

Teresa chegou ao ápice do machismo quando questionou os carinhos que o casal protagonizava dentro da casa. “Como é possível, em dois dias, abrir-se as pernas, pôr pernas em cima de outra pessoa?”, indagou. Para piorar a situação, durante o “Gala de Domingo”, a versão portuguesa da formação do paredão, a produção colocou Diogo para debater com Teresa a respeito das declarações sobre Ana Catharina.

A brasileira assistiu ao bate-papo dos dois na sala, e decidiu que não ficaria calada, sendo que era ela quem estava sendo atacada. “Tem uma coisa que eu queria dizer e não disse ainda. Com todo o respeito aos programadores de conteúdo que fizeram o quadro, mas eu achei que realmente faltou minha presença ali, porque estavam falando de mim e das minhas pernas, e eu acho que o Diogo não tem nada a ver”, começou.

“E mais uma coisa: as pernas são minhas e eu abro aonde, para quem e a hora que eu quiser! Porque eu sou dona das minhas pernas!”, disparou antes de se dirigir para o confessionário, sendo aplaudida pela plateia. Já no cômodo para dar seu voto da semana, Ana Catharina recebeu o apoio do apresentador do reality show, Cláudio Ramos. “Concordo com o que disse, porque as minhas pernas também são minhas e abro-as quando bem entendo. Acho que todo mundo aqui também”, falou. Assista ao momento na íntegra:

O discurso empoderado de Ana Catharina repercutiu em toda a mídia portuguesa. O stylist Pedro Crispim, que é um dos principais comentaristas do reality show, parabenizou a sister. “A Ana representou-me, e, a todas as mulheres e homens, todas as nacionalidades, hetero, gays, bissexuais, TODOS. Somos donos do nosso corpo, vontades, estímulos e desejos. ‘As pernas são minhas e eu abro onde, na hora e para quem eu quiser’ E isso não é discutível!”, publicou em seu Twitter.