Fotojet (50)

No Limite 5: Íris Stefanelli desabafa sobre discussão polêmica com Ariadna, e se defende: “Vamos botar esse papo limpinho”; assista

Hora de começar a colocar os “pingos nos i”… Nesta quarta-feira (26), a TV Globo encerrou as gravações da quinta temporada de “No Limite“, e finalmente todos os participantes puderam sair do confinamento e voltar para suas casas. Com isso, Íris Stefanelli teve a oportunidade de conferir a repercussão negativa de seu desentendimento com Ariadna, quando as duas discutiram sobre prostituição. Em um vídeo publicado no Instagram, a mineira alegou que a conversa foi interpretada de maneira equivocada, e que suas falas sequer eram direcionadas para a colega.

Logo no início da gravação, a apresentadora explicou que ainda estava no aeroporto, mas não conseguiria esperar chegar em casa para comentar o caso, pois estava muito surpresa com a repercussão. “Fiquei sabendo da história da Ari, e misericórdia, Jesus Cristo, meu Deus… Nossa conversa era o seguinte: sobre altos e baixos da vida de artistas. Hoje você tá empregado, amanhã não tá. Hoje tem emprego e amanhã não tem. Revista fecha, revista abre, muda pra Instagram… Daí eu falei: ‘o melhor caminho pra gente é estudar. É tentar manter um curso paralelo’. E ela pegou e falou: ‘Mas no meu caso…’. Eu não estava falando sobre o teu caso, Ari, eu estava falando sobre a vida do artista”, afirmou.

Stefanelli se mostrou chocada com o caso, disse que não era uma pessoa de “passar sabão em nada”, e deu a entender que iria procurar Ariadna Arantes para conversar e esclarecer tudo. “Vou chegar em casa hoje e vamos botar esse papo limpinho. Tem que ser justo, né? Tenho um irmão homossexual. Você tá de brincadeira? Ainda bem que não foi num nível tão grande [a repercussão]. Mas fiquei chateada”, confessou. No resto da gravação, a mineira celebrou sua participação no reality show. “No mais, eu sabia que não ia ser fácil. Amei o programa. O carinho em geral [durante as gravações] foi muito bom. Até com a Ari, foi muita conversa produtiva. Foi muito legal, tivemos conversas gostosas, de aconselhamentos de coisas boas pra vida. Então acredito que isso foi uma coisa muito chata, mas que venha muita coisa boa agora”, torceu.

Continua depois da Publicidade

Relembre o caso

No episódio do dia 19, Ariadna e Íris Stefanelli, do grupo Carcará, se desentenderam ao falarem sobre prostituição e oportunidades que nem sempre são dadas a todas as pessoas da nossa sociedade. Para as câmeras, a mineira comentou a respeito de uma conversa reveladora que o grupo teve no dia anterior com a modelo. “Ontem, a Ariadna foi contar um pouco da vida dela, que foi muito difícil, de doer o coração. Hoje, na discussão sobre prostituição, eu disse que tem que se tentar um caminho para a vida menos arriscado”, afirmou a mineira, referindo-se ao tema do bate-papo. No acampamento, a apresentadora falou da importância dos estudos e de prestar concursos públicos, mas logo foi interrompida por Ariadna. “Amiga, não julga. Isso é um julgamento”, cortou.

A sequência mostrou Ariadna desabafando para a produção: Eu acho a Íris uma pessoa incrível, mas acho que ela vive um pouco fora da realidade. O fato dela ter tido mais privilégios do que eu, talvez faça com que ela viva em um mundo de fadas e infelizmente essa não é a minha realidade”. A modelo ainda compartilhou com Stefanelli e os outros colegas que a sua vivência não permitiu que se dedicasse aos estudos ou a um emprego de carteira assinada, por exemplo.

“Eu colocava currículo daqui, dali. Não tinha segundo grau completo. Não arrumava nada. Você acha que eu fui para onde, para não ser posta para fora de casa? Lá para a esquina de onde eu morava. Eu tive opção? Não tive”, argumentou. “Você teve opção sim”, rebateu Íris. “Não tive. Quando me olhavam com nome de homem e cara de mulher, eu não tive. Você não pode falar uma coisa quando não está dentro da realidade”, contestou Ariadna.

Continua depois da Publicidade

A mineira insistiu em sua teoria, apontando que ela mesma já teve trabalhos muito humildes, como passadeira e garçonete. Ariadna fez questão de lembrar sobre os privilégios da colega em nosso país, o que mais mata pessoas trans. Amiga, você é uma mulher branca, loira e dos olhos verdes”, pontuou. “Só o fato de ser uma mulher trans, já me tira todos os privilégios. Eu acho muito chato ter quer ficar debatendo isso. Ficou chato e eu preferi sair de perto. Eu gosto dela e ela tem muito o que aprender ainda sobre isso”, acrescentou Ariadna para as câmeras.

Posicionamento da equipe de Íris Stefanelli

Em uma nota divulgada nas redes sociais da participante, a equipe de administradores lamentou o episódio. “Após as cenas veiculadas na edição de hoje do No Limite, viemos a público pedir desculpas a todos que se sentiram ofendidos ou diminuídos com as palavras da Íris. Temos a certeza de que, assim que ela voltar a realidade, e assistir às suas falas, vai se desculpar com todos e buscar se informar sobre essa triste realidade. Íris, assim como muitos de nós, tem muito o que aprender sobre este e outros assuntos”, escreveu no Twitter.

“Respeitamos demais a história da Ariadna e temos um carinho muito grande por ela e pela parceria de ambas, como vimos desde o programa de estreia. Íris está longe de ser contra as minorias. Quem a conhece, desde o BBB7, e convive com ela (amigos e familiares), sabe bem do que estamos falando. Que essa experiência traga um grande aprendizado para todos, reflexo da convivência, indo além das provas de resistência e das adversidades do cenário em que vivem durante as gravações”, concluiu.

Continua depois da Publicidade

Ariadna Arantes reage a episódio

Eliminada no programa que foi ao ar ontem (25), Ariadna teve a oportunidade de participar de programas e falar sobre sua participação no reality show. No bate-papo com Ana Clara, ela revelou ter ficado chateada com Íris. “Falei algumas coisas do meu passado e contei para ela as dificuldades que aconteceram comigo. Eu não estava me fazendo de vítima, estava contando coisas que eu passei. E aí, de repente, a pessoa diz que eu tive opção. Se eu estou ali dizendo que não tive… São minhas experiências, se você não quer escutar, se retira. Ela não viveu na minha pele e não se colocou no meu lugar”, reclamou.

Whatsapp Image 2021 05 26 At 00.27.06
Ariadna foi a terceira eliminada do programa. Foto: Reprodução/Globoplay

No “Encontro com Fátima Bernardes“, exibido hoje (26), Arantes ponderou e disse que estava aberta para uma conversa com Stefanelli. “Nós ainda não conversamos, mas como já tinha dito antes, estou livre e aberta para uma conversa com ela, para fazer com que ela abra a cabeça para a nossa realidade. O Brasil é o país que mais mata mulheres trans no mundo. Ela tem que saber qual é a realidade, como foi minha parceira, eu não vou ficar jogando pedra e criticando. Talvez ela tenha realmente essa ignorância no assunto e eu estou aqui aberta, para ensinar”, declarou.