Fotojet

Grey’s Anatomy: Meredith recebe uma proposta irrecusável de trabalho e Jo enfrenta decepção de cortar o coração; confira

[ALERTA – o texto abaixo contém spoilers da 17ª temporada de Grey’s Anatomy]

Parece que a “era Covid-19” de “Grey’s Anatomy” está chegando ao fim… Após uma temporada quase que completamente focada na doença e nas tragédias causadas por ela, o drama médico encapsulou a passagem de cinco semanas no episódio exibido nesta quinta-feira (27). Ao longo do programa, vimos os médicos e residentes do Grey Sloan Memorial Hospital enfrentando grandes mudanças: Meredith (Ellen Pompeo) recebeu uma oferta de trabalho irrecusável, e Jo (Camilla Luddington) teve seu futuro com a pequena Luna selado.

No início da trama, já se passou, oficialmente, uma semana desde que Meredith (Pompeo) recebeu alta do hospital. A cirurgiã permanece em casa e decidiu curtir um tempo ao lado dos filhos enquanto continua recuperando suas forças. Apesar de feliz em ter melhorado, como sempre, a loira começou a se sentir estagnada devido à falta do trabalho. É workaholic que fala? Kkk

Enquanto isso, Maggie (Kelly McCreary) e Winston (Anthony Hill) ficaram ocupados planejando seu casamento e decidiram que, quando a pandemia passar, farão uma festa incrível. Amelia (Caterina Scorsone) então contou a Owen (Kevin McKidd) sobre a partida de Koracick (Greg Germann) para Boston, o que deixou o médico em choque. Jo (Luddington), por sua vez, continuou cuidando da pequena Luna, uma bebê recém-nascida que perdeu a mãe, está na UTI e precisa ser adotada. No entanto, a médica se irritou com a assistente social da criança e afirmou que ela não estava fazendo de Luna uma prioridade, já que ninguém apareceu para levá-la para um novo lar.

Na semana seguinte, Bailey (Chandra Wilson) visitou Meredith em sua casa e, durante papo com a loira, compartilhou que o Grey Sloan Memorial Hospital ainda não conseguiu encontrar um substituto para Jackson (Jesse Williams). Bailey então fez um desabafo com a amiga sobre seu marido, Ben (Jason Winston George) e seu tumor, e revelou que o amado não precisa de quimioterapia, pois eles diagnosticaram a doença precocemente. Aliviada, Meredith admitiu que não tinha ideia de que tudo isso aconteceu enquanto estava em coma, mas ofereceu seu apoio.

Continua depois da Publicidade

Porém, Bailey não foi a única a desabafar. Sentindo as sequelas da Covid-19 em seu corpo, Meredith confessou à cirurgiã seu medo de nunca mais voltar a trabalhar. “Eu mal consigo pegar meus filhos sem sentir que corri uma maratona”, lamentou ela, que acrescentou, ainda, só querer sua vida de volta.

A bebê Luna continuou a lutar por sua vida e, em certo ponto do drama médico, teve uma parada cardíaca. Felizmente, Hayes (Richard Floor) conseguiu salvá-la e, neste momento, Jo decidiu que queria adotá-la. “Eu quero ser a mãe dela”, disparou. Ai, nosso coração! Porém, essa missão não será tão fácil… Nas semanas que sucederam a decisão da médica, enquanto Jo e Hayes continuaram fazendo de tudo para salvar a vida da criança, o pedido de adoção da morena foi negado após uma verificação de antecedentes, o que a deixou arrasada. Que tristeza!

Continua depois da Publicidade

Fora do Grey Sloan, Meredith seguiu lutando contra seu medo até que Bailey voltou a visitá-la, desta vez com uma ideia de como resolver o problema da protagonista. Foi então que a cirurgiã ofereceu à loira o cargo de administradora do programa de residência do Grey Sloan.

Greys Anatomy Abc Ftr 1
Meredith arranja um novo trabalho no Grey Sloan Memorial Hospital. (Foto: Reprodução/ABC)

Incerta, Meredith apontou que Richard (James Pickens Jr.) seria a pessoa certa para o trabalho. Bailey então afirmou que chegará um momento em que Richard decidirá se aposentar. “Preciso de alguém que pense como eu”, apontou Miranda, que acrescentou, ainda, que quer Grey à frente do programa para que ela possa preparar o hospital para o futuro. O episódio terminou com Meredith concordando com a proposta. OMG!