Will Stranger Things (2)

Stranger Things: Noah Schnapp e Millie Bobby Brown comentam sexualidade de Will

Os atores do sucesso da Netflix falaram sobre as teorias envolvendo a sexualidade do personagem, que até agora está em aberto na série

A quarta temporada de “Stranger Things” mal estreou e já deixou os fãs montando várias teorias. Uma das mais comentadas é a de que Will Byers, vivido por Noah Schnapp, teria um “sentimento a mais” pelo seu melhor amigo Mike Wheeler, interpretado por Finn Wolfhard. Em entrevista  à Variety divulgada nesta segunda-feira (30), Noah e Millie Bobby Brown, atriz que dá vida a Eleven, comentaram sobre a abordagem da sexualidade do personagem na série.

Quando questionado sobre o assunto, a ator afirmou que tudo depende da interpretação de quem está assistindo. “Eu sinto que eles [os roteiristas] nunca abordam ou falam descaradamente sobre como Will é. Acho que essa é a beleza disso, que depende apenas da interpretação do público: se é Will se recusando a crescer e crescendo mais devagar que seus amigos, ou se ele realmente é gay”, disse.

Já para Brown, não é necessário colocar rótulo nas pessoas. “Eu acho que o que é realmente legal sobre o personagem do Will é que ele é apenas um ser humano passando por seus próprios demônios e problemas. Tantas crianças por aí não sabem e tudo bem. Está tudo bem não saber. E está tudo bem não rotular as coisas também”, complementou a atriz.

Will Stranger Things
Millie Bobby Brown e Noah Schnapp comentam sobre sexualidade de Will (Foto: Divulgação/Netflix)

Schnapp concordou com intérprete de Eleven sobre o assunto. “Eu vejo que as pessoas acabam colocando um rótulo nele e simplesmente querem saber tanto, tipo ‘oh, é isso’. Ele é só confuso e está crescendo. E isso é o que é ser uma criança”, comentou o ator. Ele ainda complementou dizendo que Will é como uma zebra em um campo de cavalos.

Continua depois da Publicidade

O produtor executivo de “Stranger Things”, Shawn Levy, também falou sobre a sexualidade de Will em entrevista para a Entertainment Weekly.  Sem dar maiores detalhes, Levy apenas comentou há intenção e estratégia claras para cada personagem e que nada no enredo é inserido por acaso.