Fotojet (3)

TikToker relata viagem macabra, e seguidores fazem descoberta chocante sobre o que estava prestes a acontecer; assista

Imagine estar acampando com o seu boy quando, de repente, alguém começa a perseguir vocês no meio da noite, dentro de uma floresta assustadora? Pois foi exatamente o que aconteceu com a dona do perfil “Flowersdontgrowl”, do TikTok. Em um relato em diversas partes, que já reuniu mais de meio milhão de views, a jovem norte-americana relembrou a experiência traumatizante e viralizou na web.

O vídeo em questão trazia imagens de uma bela viagem romântica, mas foi legendado com os seguintes dizeres: “Vídeos que fiz antes de quase ser caçada e assassinada”. A frase chamou tanta atenção na rede social ao longo dos últimos dias, que a jovem decidiu compartilhar sua história completa.

@flowersdontgrowlIt’s honestly hard watching them, which is a shame because I was so excited for this camping trip ? #fyp #crimetok♬ Tiptoe Through the Tulips Type Beat – Ne Skazhu

Segundo a mulher, tudo aconteceu há cerca de dois anos no Fall Creek Falls, um parque estadual perto de Spencer, Tennessee, nos Estados Unidos. Em seu relato, a usuária da plataforma revelou que ela e o amado decidiram acampar, pois estava grávida e em breve não teriam muito tempo juntos. Em uma das noites da viagem, o casal escutou um acidente de carro e decidiu checar o que havia acontecido. Após terem certeza de que as vítimas estavam bem e darem seus depoimentos à polícia, os dois começaram a fazer o caminho de volta à tenda, no escuro. Foi aí que a história de horror começou.

“Eu realmente precisava fazer xixi naquele ponto, então acabamos indo ao banheiro. Christopher (o namorado) esperou por mim. Quando eu saí do banheiro, ele estava olhando para mim e vigiando a porta. Eu vi atrás dele uma lanterna, na escuridão da noite, como uma luz estroboscópica. Aquilo chamou muito minha atenção e eu meio que zombei disso: ‘Esse cara vai se c*gar'”, contou. “Eu fiquei em alerta quando o homem chegou até nós. Ele literalmente correu para nós e então parou. Achei que ele ia no banheiro e eu fiquei imediatamente alarmada quando ele literalmente olhou para mim e disse: ‘Uau, vocês são rápidos’. E nos deu um sorriso assustador pra caralh*”, continuou. “Foi nesse ponto que percebi que algo estava errado. Algo estava estranho e eu senti, a presença dele me deu náuseas, mas com a gravidez e a adrenalina de ver o acidente, fiquei em dúvida”.

@flowersdontgrowlReply to @lolitaaaa6969 Sorry for the wait, had to get the little taken care of.♬ original sound – Sunburnt ?

@flowersdontgrowlReply to @e_jimenez26 I’m going to be using stickers because I feel like it ?♬ original sound – Sunburnt ?

Continua depois da Publicidade

Ainda de acordo com a norte-americana, seu namorado, Christopher, não se sentiu ameaçado pela presença do desconhecido e então começou a conversar com o homem, que os elogiou pela preocupação com o acidente. Enquanto os dois tinham uma conversa esquisita, a jovem relatou que ficava cada vez mais preocupada e decidiu mentir. “Estava muito desconfortável e tentei dar muitas desculpas. Comecei a mentir que havia dito aos policiais que estaríamos no nosso acampamento e que precisávamos ir em frente, sabe, dar a p*rra do fora dali e estar lá na tenda quando a polícia chegasse. Eu dei um passo para trás, Christopher me deu uma olhada, porque isso [que eu disse] foi apenas um monte de besteiras e o cara deu um passo à frente em nossa direção”, compartilhou. “Quando eu comecei a fazer isso, ele não desistiu e perguntou: ‘Quanto tempo vocês vão ficar?'”, relatou.

@flowersdontgrowlReply to @joebarrett32♬ original sound – Sunburnt ?

@flowersdontgrowlReply to @flokismommpls Funny you mentioned that ?♬ original sound – Sunburnt ?

@flowersdontgrowlReply to @skarlitmoon I understand being impatient since it’s taken me longer than expected, but you didn’t even let me finish?♬ original sound – Sunburnt ?

Continua depois da Publicidade

Na sequência, eles voltaram a se afastar, mas o desconhecido os seguiu, apontando a mão com a lanterna na direção dos dois, enquanto sua outra mão estava escondida no bolso do moletom. “Mais tarde, descobrimos que ele tinha uma faca”, contou a tiktoker. “Ele tinha um sorriso assustador e então disse: ‘Você nunca sabe qual será o seu último dia’. E ele disse com o mesmo sorriso assustador, olhando diretamente para mim, olhando para minha barriga e depois olhando para Christopher”, relembrou a jovem. Ela continuou: “Tudo simplesmente clicou. E eu olhei para o Christopher e disse: ‘Temos que ir. A polícia vai estar lá em baixo’. E ele continuou dando passos para frente enquanto nós continuamos dando passos para trás. Ele sabia que estávamos desconfortáveis. E eu disse: ‘Corra, p*rra'”.

De acordo com a jovem, seu namorado agarrou sua mão e a ajudou a tomar impulso para atingir uma velocidade maior enquanto atravessavam arbustos grossos, correndo e tentando sobreviver. [O homem] Não hesitou, ele também não disse mais uma palavra quando a perseguição começou. Ele só começou a correr atrás de nós imediatamente, com a lanterna ainda acesa, enquanto a gente ficava vendo ela passar pelas árvores e delinear o caminho. Decidimos entrar na mata e ele ficou na estrada, e eu juro que essa decisão salvou nossa vida”, concluiu.

@flowersdontgrowlI hope your pause game is strong. I honestly just need to write a book and bring awareness.♬ Flowers dont growl – Sunburnt ?

Continua depois da Publicidade

A identidade do homem

Pouco depois que os vídeos ganharam destaque, com a ajuda da tiktoker “ouid.ah”, a jovem descobriu, finalmente, o nome do responsável pela perseguição assustadora: James L. Jordan, conhecido como o “Soberano”. Meses após o ocorrido com a dupla que sobreviveu, Jordan foi acusado de atacar outros dois viajantes não identificados com um facão, um deles fatalmente, na Trilha dos Apalaches, na Virgínia, no leste dos Estados Unidos.

Embora gravemente ferida, a mulher escapou do ataque depois de fingir que estava morta. Ela esperou Jordan ir atrás do cachorro que o acompanhava e então correu 9km até conseguir encontrar outros turistas, que a ajudaram. Seu companheiro, no entanto, não sobreviveu. As autoridades encontraram James e a vítima fatal na trilha, graças a uma notificação de emergência feita pela mulher em seu telefone antes de fugir, o que ajudou as autoridades a rastrearem o local exato do crime.

16814840 Web1 Tsr James Louis Jordan Edh 190514
James L. Jordan, o homem responsável pela perseguição da tiktoker. (Foto: Reprodução/Evening Herald)

O “Soberano” já havia sido preso em abril de 2019 por ameaçar transeuntes, no Tennessee, onde foi condenado por falsificação de identidade, posse de drogas e intoxicação pública. Ele foi colocado em liberdade condicional e condenado a pagar multas, antes de ser preso novamente pelo assassinato do viajante. “É assustador ler algo que poderia ter sido nossa história”, concluiu “flowersdontgrowl”, que agradeceu os usuários da rede por informá-la sobre a identidade e o destino do criminoso.

@flowersdontgrowl

Thank you @artistalbert83 for connecting the dots and reaching out, you’ve brought me some closure ? #flowersdontgrowl #fyp #fypシ #crimetok #murder

♬ original sound – Sunburnt ?